MENU

7 de agosto de 2017 - 16:01Super GT

Super GT: ARTA ganha as duas categorias em Fuji

101-HIR_4349

Dose dupla: a equipe de Aguri Suzuki lavou a égua com duas vitórias na 5ª etapa do Super GT em Fuji, dominando a disputa na GT500 com o Honda de Nojiri/Kobayashi e na GT300 com a BMW guiada por Walkinshaw/Takagi

RIO DE JANEIRO - A Autobacs Racing Team Aguri (ARTA), equipe do antigo piloto de Fórmula 1 Aguri Suzuki, foi absolutamente dominante na 5ª etapa da temporada 2017 do Super GT, o Campeonato Japonês de Grã-Turismo. A Honda quebrou uma escrita de quase um ano sem subir ao topo do pódio e levou a vitória dos 300 km de Fuji na classificação geral com Tomoki Nojiri/Takashi Kobayashi comandando a disputa em 66 voltas do início ao fim.

A despeito da diferença de apenas um segundo e meio para o 2º colocado, a dupla do Honda NSX Concept GT não foi incomodada em momento algum. Só os (muitos) retardatários foram capazes de atrapalhar e foi por isso que Ronnie Quintarelli/Tsugio Matsuda, da equipe Motul Autech, conquistaram o primeiro pódio nesta temporada. Yuji Tachikawa/Hiroaki Ishiura, com o Lexus LC500 da ZENT Cerumo, completaram os três primeiros.

O brasileiro João Paulo de Oliveira e seu parceiro Daiki Sasaki cumpriram um bom início de corrida com o carro #24 da Forum Engineering Advan Kondo Racing. Mas esta não parece ser a temporada da escuderia de Masahiko Kondo: um problema técnico tirou o Nissan GT-R da prova após 52 voltas completadas. No campeonato, eles estão em 17º lugar com apenas três pontos somados e um nono lugar como melhor resultado.

A liderança da classificação é do britânico James Rossiter, que competiu com dois companheiros de equipe diferentes a bordo do Lexus LC500 da Au Tom’s: o piloto chegou ao total de 44 pontos com o 4º lugar alcançado em Fuji. Kazuya Oshima/Andrea Caldarelli, antigos líderes do campeonato, chegaram em 9º lugar para somar agora 43 pontos e Ryo Hirakawa/Nick Cassidy, que têm 42, terminaram em 6º neste domingo.

O domínio da ARTA também se confirmou na GT300, com o triunfo da BMW M6 GT3 guiada por Sean Walkinshaw/Shinichi Takagi: a dupla foi absoluta em sua classe e faturou com uma volta inteira de vantagem sobre a Mercedes-AMG da Goodsmile Hatsunemiku guiada por Nobuteru Taniguchi/Tatsuya Kataoka, novos líderes do campeonato com 50 pontos, nove a mais que Takamitsu Matsui/Kenta Yamashita. A bordo de um dos Toyota Prius com motor híbrido, Kota Sasaki/Rintaro Kubo conquistaram o primeiro pódio da dupla em 2017.

A próxima etapa será a derradeira edição dos 1000 km de Suzuka, já que no ano que vem será disputada uma prova de 10h de duração para carros Grã-Turismo, válida pelo Intercontinental GT Challenge. Essa corrida marcada para o dia 27 terá a presença do campeão mundial de Fórmula 1 em 2009 Jenson Button.

Classificação do campeonato após a 5ª etapa:

GT500

1. James Rossiter – 44 pontos
2. Kazuya Oshima/Andrea Caldarelli – 43
3. Ryo Hirakawa/Nick Cassidy – 42
4. Yuji Tachikawa/Hiroaki Ishiura e Tsugio Matsuda/Ronnie Quintarelli – 41
6. Kazuki Nakajima – 38
7. Heikki Kövalainen/Kohei Hirate – 36
8. Tomoki Nojiri/Takashi Kobayashi – 31
9. Satoshi Motoyama/Katsumasa Chiyo – 23
10. Naoki Yamamoto/Takuya Izawa – 22
11. Koudai Tsukakoshi/Takashi Kogure – 18
12. Hironobu Yasuda/Jann Mardenborough e Yuhi Sekiguchi – 13
14. Yuji Kunimoto – 12
15. Hideki Mutoh/Daisuke Nakajima – 7
16. Daisuke Ito – 6
17. Bertrand Baguette/Kosuke Matsuura e João Paulo de Oliveira/Daiki Sasaki – 3
19. Kenta Yamashita – 1

GT300

1. Nobuteru Taniguchi/Tatsuya Kataoka – 50
2. Takamitsu Matsui/Kenta Yamashita – 41
3. Shinichi Takagi/Sean Walkinshaw – 38
4. Katsuyuki Hiranaka/Björn Wirdheim – 35
5. Yuichi Nakayama/Sho Tsuboi – 30
6. Haruki Kurosawa/Naoya Gamou – 27
7. Takuto Iguchi/Hideki Yamauchi – 25
8. Tomonobu Fujii – 20
9. Jono Lester/Kyosuke Mineo – 19
10. Rintaro Kubo/Kota Sasaki e Jörg Müller/Seiji Ara – 17
12. Akihiro Tsuzuki/Morio Nitta – 15
13. Kazuki Hoshino/Mitsunori Takaboshi – 14
14. Sven Muller – 13
15. Yuya Motojima – 11
16. Akira Iida/Hiroki Yoshimoto – 9
17. Shinya Hosokawa/Kimiya Sato – 8
18. Ryuchiro Tomita/Hiroki Yoshida – 5
19. Manabu Orido/Kazuki Hiramine e André Couto – 4
21. Natsu Sakaguchi/Kiyoto Fujinami – 3
22. Yukhi Nakayama/Shintaro Kabawata – 2
23. Richard Lyons/Masataka Yanagida – 1

6 comentários

  1. Marcelo Soutello disse:

    Meu caro Mattar, hoje Jacarepaguá completa 40 anos, ele só acabou para quem nunca vivenciou sua atmosfera sagrada.

  2. Rafael disse:

    Mattar, não seria uma boa para o DTM mexer no seu regulamento, abrindo para os carros do ARTA?
    O problema é que sempre que se fala nos carros do torneio alemão, a primeira coisa que vem a cabeça são os altos custos pela tecnologia de ponta empregada, isso com certeza afasta uma possível associação.
    Aliás quando penso no DTM, lembro das belíssimas Alfas da Martini, bons tempos aqueles hein…

  3. Wladimir disse:

    Quando eu vejo os carros da ARTA, só lembro de uma coisa: GRAN TURISMO

  4. Gabriel Medina, O outro disse:

    Equipes que correm em mais de uma classe são uma das coisas mais legais do endurance.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>