MENU

24 de outubro de 2017 - 18:34IMSA Weather Tech SportsCar Championship

Encontro marcado

1498321944988

Ele quer ter motivos para sorrir de novo: Fernando Alonso encaminha a participação em Daytona com a United Autosports, equipe do CEO da McLaren, Zak Brown. E mira Le Mans, com a Toyota de olho no bicampeão…

RIO DE JANEIRO - Fernando Alonso já tem marcado o primeiro teste com o novo brinquedo que vai guiar em janeiro. Não houve ainda o anúncio oficial, mas a Racer, prestigiada publicação do automobilismo estadunidense, crava em sua versão eletrônica que o bicampeão mundial de Fórmula 1 tem tudo alinhado para participar das 24 Horas de Daytona – como aliás o blog já havia publicado anteriormente, com base em outra ótima fonte, o site Sportscar365 do John Dagys.

Segundo a matéria da Racer, após o GP de Abu Dhabi, última etapa da temporada, o asturiano terá um dia de treinos para conhecer o protótipo Ligier JS P217 Gibson LMP2 com o qual fará seu debute no mundo do Endurance. O treino está marcado para Paul Ricard, na França, circuito no qual o britânico Lando Norris, recém-coroado campeão europeu de Fórmula 3, vai também provar o bólido com motor V8 de 4,2 litros de deslocamento e potência estimada em 600 cavalos. Com a diferença que Norris testa já no próximo dia 7. Alonso terá que esperar um pouco mais por conta da reta final do Mundial.

A Racer também apurou que Alonso e Norris estarão no mesmo carro e o terceiro piloto deverá ser o jovem britânico Phil Hanson, de 18 anos de idade. A equipe terá outro piloto com experiência de Fórmula 1 – e que inclusive está cotado para voltar à categoria: é o escocês Paul Di Resta, já garantido como o líder do segundo carro ao lado do estadunidense Will Owen. Mais um ou dois pilotos, ainda não se sabe, completarão o lineup da equipe – que inclusive já tem uma vaga automática para a disputa da próxima edição das 24 Horas de Le Mans.

Por falar em Le Mans, ainda que a United Autosports seja uma porta, pode ser que a estreia de Fernando Alonso em Sarthe seja através da Toyota. Os japoneses não escondem o desejo de contar com um piloto do calibre do bicampeão em seus quadros, mesmo que seja apenas numa uma única corrida. E ao contrário do veto que recebeu quando foi convidado pela Porsche há dois anos, desta vez não há oposição, principalmente do CEO da McLaren, Zak Brown.

E mais uma vez o A Mil Por Hora traz a notícia primeiro, em bom português. Foi assim com Hélio Castroneves em direção ao projeto IMSA da Penske e agora, com Alonso a caminho de Daytona e, possivelmente, Le Mans.

Trabalho sério, de muita dedicação e empenho, na maioria das vezes pouco (ou quase nunca) reconhecido. Talvez porque eu não tenha griffe ou porque sei que muitos que não têm coragem de dizer isso pessoalmente, olhando no olho, me detestam. Não tem problema, não. Ninguém nasceu para ser gostado por todo mundo.

Só acho que um pouco de respeito não faz mal a ninguém. Afinal, são 20 anos de profissão. Não são 20 dias ou 20 semanas.

7 comentários

  1. Luiz Andrade disse:

    Rodrigo você é um monstro do jornalismo esportivo…Simples assim.
    E isso com certeza deve incomodar os menos talentosos.
    Continue com essa qualidade e AMOR pelo trabalho e sempre trazendo as novidades da minha amada Endurance.
    Como você sempre diz “Há vida fora da Formula 1″ e eu sou um dos que sempre curtiu ela.
    Abraço

  2. Rafael Lima disse:

    O Alonso disse uma vez que em seus contratos sempre coloca uma cláusula pra ficar com o carro que correu. Quando ele se aposentar o seu museu vai ter modelos fantásticos de várias categorias! Torço pra que ele dispute o máximo de corridas em categorias diferentes. Talvez isso motive nomes como Hamilton e Vettel, já consagrados na Fórmula 1, a se desafiarem em outros palcos. O automobilismo e os fans agradecem!

  3. helio cavalcanti disse:

    Caro Rodrigo:
    Eu só posso dizer muito obrigado pelo seu trabalho e site. Você é extremamente competente, dedicado e ama o que faz. Seus detratores são pequenos, e suas opiniões são carreadas de frustrações e incompetência. Ao contrário, a grande
    e imensa maioria das pessoas que olham seu trabalho, tenho certeza, reconhecem-o como excelente. Abraços. Obrigado e boa sorte sempre. Hélio

  4. Romulo Dias disse:

    Rodrigo,
    Dê uma banana para os críticos.
    Normalmente os críticos nada fazem, não merecem sequer serem citados.

  5. Inacio Andruski disse:

    Parabéns pelo trabalho que você tem feito. Quanto ao fato de ser detestado, não se preocupe. Nos dias de hoje basta ter a capacidade de pensar para atrair o rancor de algumas pessoas.

  6. Roberto Borges disse:

    Caro Rodrigo,
    ninguém consegue trabalhar como você trabalha!
    Ninguém consegue juntar tanto material como você.
    Busca incansável das informações de forma profissional e apaixonada.
    Muita exatidão no que passa, sem oba oba.
    Isso incomoda a grande mídia mas nós adoramos, pode estar certo!
    Parabéns!

  7. Bruno disse:

    Excelente texto. Concordo com tudo e assino embaixo. Quem te critica tem inveja e e incapaz de trabalhar no mesmo nível que você. Abs!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>