MENU

1 de outubro de 2017 - 19:07Blancpain Endurance Series

Grässer fatura título inédito para a Lamborghini no Blancpain GT

VSA_BES_BAR17_DC9T69249-696x464

Festa do time austríaco de Göttfried Grässer, de seus pilotos e da Lamborghini: Christian Engelhart e Mirko Bortolotti ganharam o título absoluto do Blancpain GT e da série Endurance, ajudados por Andrea Caldarelli

 

RIO DE JANEIRO - Valeu a pena o investimento. E a Lamborghini conquistou, com todo o mérito e com muito trabalho do departamento de competição chefiado por Giorgio Sanna, o título absoluto do Blancpain GT em 2017. A 3ª colocação bastou para que a equipe austríaca GRT Grässer Racing Team, o construtor de Sant’Agata e a dupla formada por Christian Engelhart e Mirko Bortolotti levassem o título geral – aferido pela soma dos pontos das séries Sprint e Endurance – e também das provas de longa duração, em que tiveram a companhia de um terceiro piloto – Andrea Caldarelli.

Líderes do Blancpain Endurance Series antes da etapa deste domingo em Barcelona, Vincent Abril/Maxime Soulet/Andy Soucek ficaram fora da disputa neste domingo após completarem 49 voltas. O Bentley Continental da M-Sport foi a nocaute devido a problemas mecânicos e isto tirou de Abril a chance de ser campeão geral sozinho. A vitória na última corrida do ano foi da equipe AKKA-ASP, graças ao ótimo desempenho do trio Tristan Vautier/Daniel Juncadella/Felix Serrallés, que completaram 93 voltas no total.

A trinca Jake Dennis/Robin Frijns/Stuart Leonard (estes dois últimos, campeões da série Sprint) largou da pole, mas acabou mesmo terminando em 2º lugar, imediatamente à frente da trinca campeã da série Endurance e também da classificação geral, na qual somaram 153 pontos contra 120 dos vice-campeões Maxi Buhk e Franck Perera, que com o 4º lugar conquistado na Espanha superaram Vincent Abril na pontuação.

Uma corrida colaborou decisivamente para o título dos pilotos do carro #63. Mesmo após as vitórias consecutivas em Monza e Silverstone, veio um abandono em Paul Ricard e outro nas 24 Horas de Spa-Francorchamps – onde os 21 pontos extras obtidos pelo 2º lugar após 1/4 de prova e a liderança com 12 horas de disputa foram primordiais. Sem esses pontos numa corrida em que desistiram, talvez Engelhart e Bortolotti não estivessem comemorando até agora.

MOTORSPORT : BLANCPAIN GT SERIES ENDURANCE CUP - ROUND 5 - BARCELONA (SPA) 09/28-10/01/2017

Vitória na Pro-Am rendeu a Martin Kodric e Patrick Kujala o vice-campeonato na categoria. A dupla teve a colaboração de Hunter Abbott na prova de Barcelona

Na classe Pro-Am, o título já estava definido e faltava conhecer os vice-campeões. Com a ajuda do britânico Hunter Abbott, o croata Martin Kodric e o finlandês Patrick Kujala ultrapassaram o turco Salih Yoluc – que formou exatamente com Jonathan Adam e Ahmad Al Harthy a tripulação do carro #97 que hoje chegou apenas em 6º lugar na categoria. A trinca do carro #77 da Barwell Motorsport chegou em décimo-sexto na geral, levou os 25 pontos da vitória na classe e o resultado serviu para alcançar o 2º lugar no campeonato.

Rino Mastronardi e Pierre Ehret venceram com a Ferrari da Rinaldi Racing na divisão dos pilotos de menor graduação, mas não foi suficiente, pois Jacques Duyver/David Perel/Marco Zanuttini chegaram em terceiro na classe – 39º na geral e antepenúltimo entre 41 que receberam a quadriculada, de um total de 51 alinhados na largada. A trinca, que tinha 102 pontos somados, vinte à frente de Ehret e Mastronardi, viu a vantagem cair para 13 – 120 a 107. Mas o título é da tripulação do carro #888 da Kessel Racing, que nas 24h de Spa-Francorchamps foi reforçada por Niki Cadei, com inteira justiça.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>