MENU

3 de novembro de 2017 - 15:13Mundial de Endurance

6h de Xangai: Toyota abre sexta-feira na frente

7_Toyota_WEC_Shanghai_2017_Practice1

Com Mike Conway a bordo, a Toyota liderou os treinos livres de sexta-feira na China. A corrida é na madrugada de sábado para domingo a partir de 1h da manhã (horário de Brasília)

RIO DE JANEIRO - Ainda é cedo para dizer se a decisão será adiada para o Bahrein, até porque a vantagem entre os primeiros colocados é de 39 pontos e mesmo que a Toyota vença em Xangai e o Porsche #2 termine de novo na quarta posição, não será suficiente para reverter o quadro. Mas é Endurance, tudo pode acontecer e pelo menos nesta sexta-feira os japoneses acabaram se sobressaindo diante dos alemães.

Ao longo do dia, a pista ganhou aderência e os protótipos TS050 Hybrid foram superiores aos 919 Hybrid da turma de Weissach com direito a 1-2 na soma dos resultados. O britânico Mike Conway, que divide o carro #7 com Pechito López e Kamui Kobayashi foi o mais veloz com 1’44″741 contra 1’45″131 do britânico Anthony Davidson.

À Porsche, restou a terceira marca com Brendon Hartley, que teve uma experiência com a Toro Rosso na Fórmula 1 e no outro fim de semana estará em Interlagos para o GP do Brasil. O neozelandês marcou 1’45″269, pouco mais de três décimos melhor que o britânico Nick Tandy a bordo do carro #1.

13_Rebellion_Oreca_Shanghai_2017_Practice_1-690x460

A Vaillante Rebellion liderou os dois treinos da LMP2 e Nelsinho Piquet foi o mais rápido do dia em sua categoria

Na LMP2, quem começa na frente é a Vaillante Rebellion e Nelsinho Piquet: o brasileiro foi o mais rápido do dia com 1’50″556, três décimos abaixo do tempo do francês Thomas Laurent, que faz parte da tripulação do carro líder do campeonato, pertencente à Jackie Chan DC Racing. Numa rara situação nesta temporada, Julien Canal foi o terceiro mais veloz no outro protótipo da Vaillante Rebellion, com Jean-Éric Vergne (Manor) em quarto e Nico Lapierre (Signatech-Alpine Matmut) na quinta posição.

Bruno Senna completou 22 voltas ao longo do dia com o carro #31 e em sua melhor volta marcou 1’52″447. André Negrão deu 27 voltas – a melhor passagem do campineiro a bordo do carro #36 foi 1’53″959.

O britânico James Calado fez o melhor tempo da sexta-feira na LMGTE-PRO: com a Ferrari da AF Corse, ele marcou 2’01″913, mais de meio segundo abaixo do Porsche do austríaco Richard Lietz. Os dois Ford GT EcoBoost da Chip Ganassi Racing vieram nas posições seguintes, com Stefan Mücke em terceiro e Andy Priaulx em quarto. A Aston Martin foi a única marca cujos pilotos a marcar seus melhores tempos da sexta-feira não conseguiram melhorar os tempos da primeira sessão.

Já na LMGTE-AM, deu Porsche e Matteo Cairoli na cabeça, com o piloto da Dempsey Racing-Proton cravando 2’03″353 contra 2’03″684 do português Pedro Lamy no Aston Martin #98 e Matt Griffin, com a Ferrari da Clearwater Racing, foi o terceiro mais veloz em 2’04″040.

O primeiro treino acabou tendo um atraso de 1h30min em Xangai, não por conta da neblina ou da poluição, mas por problemas de comunicação entre a direção de prova, os comissários e os médicos. Como a frequência de rádio tem que estar sempre funcionando, decidiu-se por adiar o início do treino livre até que se reunisse condições para o início dos trabalhos.

A partir de meia-noite, hora de Brasília, será realizado o terceiro e último treino livre para as 6h de Xangai, com duração de 60 minutos. Às 4h, terá início o treino de classificação que define o grid. Transmissão apenas pelo site do WEC, em live streaming pago.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>