MENU

7 de dezembro de 2017 - 14:17WTCC

Morre o WTCC, nasce o WTCR

TCR International Series Zhejiang, China 06 - 08 October 2017

O próximo ano será dos TCR: o WTCC morre como vimos até este ano e nasce o WTCR, que terá 30 corridas e 10 rodadas em 2018

RIO DE JANEIRO - O Conselho Mundial da FIA, que se reuniu ontem em Paris, confirmou – entre várias resoluções para 2018 – a morte do WTCC dentro do regulamento vigente. E o surgimento do WTCR como substituto. Não se trata apenas e tão somente de uma troca de letras. Mas também da adoção de um novo regulamento técnico e esportivo.

Entrarão em ação pelo menos nos próximos dois anos os carros do regulamento TCR, com mecânica até 2 litros com turbocompressor, debitando cerca de 350 cavalos de potência. O formato fez surgir vários campeonatos pelo planeta inteiro – são 19 ao todo. Nada menos que 13 montadoras têm carros homologados: Alfa Romeo, Audi, Ford, Honda, Hyundai, KIA Motors, Lada, Opel, Peugeot, Renault, SEAT, Subaru e Volkswagen.

Com a mudança para o WTCR, além do WTCC são extintos o ETCC (European Touring Car Championship) e a TCR International Series. O campeonato será promovido pela Eurosport Events e pela WSC, do italiano Marcello Lotti, com supervisão da FIA. Lotti, aliás e a propósito, chegou a ser um dos organizadores do WTCC e o escriba aqui participou inclusive de uma reunião com ele, François Ribeiro (do Eurosport Events) e Augusto Farfus (pai e filho) na época em que o campeonato era transmitido pelo SporTV.

Confirmou-se o que falei na gravação da última corrida do Mundial de Turismo para o Fox Sports: o campeonato terá 10 rodadas – ainda não foi batido o martelo quanto ao calendário, que basicamente deve ter várias das praças que receberam o WTCC, incluindo Vila Real, Macau, Losail e Termas de Río Hondo, por exemplo  – e 30 provas, sendo uma no sábado e duas no domingo, por rodada.

O formato esportivo do WTCR será o seguinte:

Sábado com dois treinos livres de 30′ de duração; qualificação de 30′ e corrida #1, com a seguinte pontuação – 27-20-17-14-12-10-8-6-4-2.

Domingo com Q1 de 25′ de duração; Q2 com 10′ e Q3 com Top 5 Shootout. Corrida #2 com grid invertido no top 10 do Q2 (mesmo formato do WTCC para a corrida de abertura das rodadas duplas), com a mesma pontuação da Fórmula 1 – 25-18-15-12-10-8-6-4-2-1. Corrida #3 com a ordem da qualificação após o Q3, com a seguinte pontuação – 30-23-19-16-13-10-7-4-2-1. Máximo de 82 pontos por fim de semana.

O único senão é que o WTCR não será um Campeonato Mundial, mas sim uma Copa do Mundo de Carros de Turismo. Serão outorgados títulos de pilotos e equipes. Não haverá campeonato de fabricantes na série.

Os organizadores abrirão inscrição para o WTCR a partir do próximo dia 15, até 30 de janeiro do ano que vem. Prioridade para as equipes que disputaram o TCR International Series e o WTCC em 2017, fechando em 26 carros, com no máximo dois Wild-Cards indicados pela Eurosport Events e pela FIA.

6 comentários

  1. Renato rre disse:

    Mattar,
    Esse nome WTCR me lembra meu antigo autorama.. hahahahah TCR.
    O melhor que tive… com o carrinho lento que tinha ser ultrapassado… juntávamos uns três moleques da rua que tinham o mesmo TCR e fazíamos uma super pista na garagem de casa… hahahaa
    Abs

  2. Eduardo Moreno disse:

    “O único senão é que o WTCR não será um Campeonato Mundial, mas sim uma Copa do Mundo de Carros de Turismo. ”
    Desculpe minha ignorância, mas qual a diferença entre Campeonato Mundial e Copa do Mundo? Eu tinha a referência do intervalo entre cada modalidade, mas não sendo isso, o que vem a ser?

  3. Fernando Silva disse:

    Se o novo campeonato é capaz de trazer mais marcas e equipes, então é válido…

  4. Gabriel Medina, El otro disse:

    Que, o WTCC ainda existia?!

    Brincadeiras a parte, uma das barcas mais furadas da historia da FIA. Deve ganhar um folego extra agora, mas quero ver o que vai acontecer se um dos vários campeonatos TCR espalhados pelo mundo começar a ofuscar o mundial…

    Eu manteria a TCR International e faria do WTCC um evento reunindo os melhores colocados de todos os campeonatos da classe, assim como acontecia no inicio dos anos 90.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>