MENU

22 de dezembro de 2017 - 18:13European Le Mans Series

Silly Season – ELMS 2018, classe LMP2

40-Graff-Racing-ELMS-2017-Spa-Race-1-730x487

RIO DE JANEIRO - Pensaram que o blog não iria abrir espaço para falar da temporada 2018 do European Le Mans Series? Pois se enganaram redondamente: a partir de agora, vamos dissecar a possível lista de inscritos para as três categorias que compõem a série, começando com a divisão LMP2.

Aqui o bicho vai pegar – e não é pouco – porque além de ser a categoria elite do ELMS, muitas equipes do campeonato se planejam também pensando numa aparição nas 24 Horas de Le Mans, a cereja do bolo. Não faltam times planejando ampliar seus esquemas e também ambicionando uma vaga em Sarthe – onde uma vitória diante dos times do WEC pode garantir o orçamento para o resto do ano.

Vamos à previsão inicial da LMP2 para a próxima temporada.

UNITED AUTOSPORTS
Carro: Ligier JS P217
Motor: Gibson GK428 4,2 litros V8

Pilotos:

Hugo De Sadeleer, Will Owen, Filipe Albuquerque e Phil Hanson (formações a definir)

Vice-campeã do ELMS em 2017, a United Autosports se prepara para trabalhar dobrado na classe principal no próximo ano. A equipe de Zak Brown e Richard Dean prevê a inscrição de dois protótipos Ligier JS P217 e quatro pilotos já estão contratados. Além dos três titulares da última temporada, o jovem britânico Phil Hanson – que estreia pela escuderia em Daytona – junta-se à festa ano que vem. A equipe já dispõe de uma vaga direta para Sarthe em 2018.

IDEC SPORT RACING
Carro: Ligier JS P217
Motor: Gibson GK428 4,2 litros V8

Pilotos:

a definir

Tradicional participante de competições de vela oceânica, a IDEC Sport Racing pretende ampliar suas operações no ELMS em 2018 e alinhar dois chassis Ligier. A equipe ganhou um reforço fora das pistas, com a contratação de Nicolas Minassian para o cargo de diretor esportivo e operacional. O chefão e piloto Patrice Lafargue almeja também uma inscrição direta para as 24 Horas de Le Mans.

ALGARVE PRO RACING
Carro: Ligier JS P217
Motor: Gibson GK428 4,2 litros V8

Pilotos:

a definir

A escuderia anglo-portuguesa deve seguir no ELMS em 2018. Tinham planos de inscrever dois chassis, mas podem rever essa possibilidade se não conseguirem o orçamento necessário. Estão de olho numa vaga direta para Le Mans neste ano via Asian Le Mans Series (AsLMS), mas a concorrência – e a falta de resultados – devem minar as possibilidades da equipe de Stewart e Samantha Cox.

PANIS-BARTHEZ COMPETITION
Carro: Ligier JS P217
Motor: Gibson GK428 4,2 litros V8

Pilotos:

a definir

A equipe que leva o nome do antigo goleiro da seleção francesa Fabién Barthez e do ex-piloto de Fórmula 1 Olivier Panis tem tudo para seguir no ELMS pelo terceiro ano consecutivo na classe LMP2. A meta seria dobrar a estrutura e fazer dois carros na divisão principal da série europeia, mas os costumeiros problemas de grana podem minar esse objetivo. A equipe também vai enviar um pedido de participação nas 24 Horas de Le Mans e a parceria com a Michelin continua.

GRAFF RACING
Carro: Oreca 07
Motor: Gibson GK428 4,2 litros V8

Pilotos:

Alexandre Cougnaud, James Allen e outros a definir

Pascal Rauturier confirmou a participação da Graff Racing no ELMS e também uma associação com a SO24! (Societè Objectif 24) com vistas à 24 Horas de Le Mans, prova da qual participaram com distinção neste ano. O time francês também se destacou positivamente em seu primeiro ano na principal classe do Europeu, conquistando vitórias e bons resultados. Pelo menos um rosto novo chegou: Alexandre Cougnaud sobe da equipe de Yvan Muller na LMP3, onde fez atuações destacadas, e assina contrato para 2018.

DRAGONSPEED
Carro: Oreca 07
Motor: Gibson GK428 4,2 litros V8

Pilotos:

a definir

Elton Julian foi o primeiro chefe de equipe independente a anunciar participação no WEC para a Super Season 2018/19 – mas ele não esqueceu do ELMS. O dirigente confirmou a necessidade de participação do time na categoria, depois de ter apoiado com sua estrutura à G-Drive Racing, que levou o título e uma vaga direta para as 24 Horas de Le Mans. Isso significa que a parceria não está descartada e o único carro da equipe sediada em Signes, na França, pode ser novamente visto nas cores preta e laranja. Vamos aguardar…

SPS AUTOMOTIVE PERFORMANCE
Carro: Oreca 07
Motor: Gibson GK428 4,2 litros V8

Pilotos:

a definir

Uma boa novidade está a caminho para a próxima temporada: a equipe alemã SPS Automotive Performance, que se notabiliza por participações no International GT Open, na 24H Series e também no VLN, pretende alinhar um protótipo Oreca 07 no ELMS. Lance David-Arnold testou um carro da Graff Racing em Paul Ricard, para depois a organização sediada em Affaltrach fechar negócio e a compra do equipamento. Uma inscrição para as 24 Horas de Le Mans também não está descartada.

CEFC TRS MANOR RACING
Carro: Oreca 07
Motor: Gibson GK428 4,2 litros V8

Pilotos:

a definir

Com um esquema já definido rumo à LMP1 no WEC e a possível inscrição de um de seus dois Oreca 07 na classe LMP2 no Mundial, a Manor não descarta uma participação a tempo pleno no ELMS com o outro bólido da equipe que disputou a última temporada. Seria um esquema que se socorreria de pilotos pagantes para manter a equipe ativa no máximo possível de corridas em 2018 e assim equilibrar despesa com receita. A conferir.

DUQUEINE ENGINEERING
Carro: Oreca 07
Motor: Gibson GK428 4,2 litros V8

Pilotos:

a definir

A Duqueine Engineering comprou a Norma Automotive e adquiriu os direitos de exploração do nome, comercialização e o desenvolvimento dos chassis LMP3. Mas isso não impede a equipe de Yann Belhomme em sua ascensão à classe LMP2 em 2018. Tanto que o time francês confirmou o desejo de participar da próxima temporada do ELMS com um Oreca 07. A formação dos pilotos está longe de ser definida.

CETILAR VILLORBA CORSE
Carro: Dallara P217
Motor: Gibson GK428 4,2 litros V8

Pilotos:

a definir

A Cetilar Villorba Corse teve um bom ano de estreia na LMP2, com um mais do que razoável nono lugar entre as equipes da categoria no Europeu e a 7ª colocação na classe em sua primeira participação nas 24 Horas de Le Mans. Um desempenho que anima o chefão Raimondo Amadio a pensar mais longe em 2018, com uma possibilidade de inscrição de dois carros no ELMS. Na pós-temporada, o time treinou na Itália com o brasileiro Felipe Nasr e deu uma oportunidade ao tosco Giuseppe Cipriani. Veremos se conseguirão o budget suficiente para alçar voo num esquema de mais carros.

AVF BY ADRIÁN VALLÉS
Carro: Dallara P217
Motor: Gibson GK428 4,2 litros V8

Pilotos:

a definir

O espanhol Adrián Vallés deixou a carreira de piloto há algum tempo para se dedicar ao outro lado do balcão. Com apenas 31 anos, hoje ele se tornou um dos chefes de equipe mais jovens do automobilismo mundial e com o fim da World Series Fórmula V8, a sua equipe – a AVF – agiu rápido e levou sua equipe para o ELMS, onde correrão com um protótipo Dallara P217. Quatro pilotos estão vinculados ao projeto: o russo Konstantin Tereschenko, o português Henrique Chaves, o mexicano Axel Matus e o espanhol Xavier Lloveras.

HIGH CLASS RACING
Carro: Dallara P217
Motor: Gibson GK428 4,2 litros V8

Pilotos:

#TBA Denis Andersen/Anders Fjørdbach

Surpresa das mais agradáveis em sua temporada de estreia, já que contaram com apenas dois pilotos se revezando ao longo das seis etapas do campeonato, a High Class Racing conquistou dois pódios e fechou de forma positiva o ano no ELMS com a 6ª posição entre as escuderias. Agora, a meta é trabalhar duro visando um programa para 2018 que contempla também uma reserva de inscrição para as 24 Horas de Le Mans. Como em time que está bem não se mexe, os pilotos Denis Andersen e Anders Fjørdbach estão confirmados. Caso consigam a vaga direta para Sarthe, terão que se servir de um terceiro piloto.

Total:

14-17 carros full season

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>