MENU

23 de janeiro de 2018 - 10:44Intercontinental GT Challenge

12h de Bathurst: 53 carros confirmados

B12hr2018-770x480

RIO DE JANEIRO - Foi divulgada oficialmente nesta segunda-feira a lista definitiva de entradas para mais uma edição da espetacular prova 12h de Bathurst, que acontece no primeiro final de semana de fevereiro em Mount Panorama, na Austrália. Os organizadores anunciaram 53 carros divididos em seis subclasses, que serão guiados por mais de 170 pilotos de dezessete nações diferentes. A prova é válida como etapa de abertura do Intercontinental GT Challenge, tal como aconteceu no ano passado.

O total de inscritos é inferior ao de 2017 (eram 56 carros) e da primeira leva anunciada para este ano (chegaram a ser 60). Mas mesmo assim, é um plantel de muito respeito.

Serão vinte e oito carros enquadrados no regulamento GT3, divididos nas classes A-PRO, A-PROAM e A-AM. Na A-PRO, participarão 13 carros, sendo dois Bentley, três Audi, duas BMW, três Mercedes-AMG, um McLaren e dois Porsches. Numa das BMW, a de número #43 inscrita pela tradicional equipe alemã Schnitzer, estará o brasileiro Augusto Farfus, que primeiro enfrenta a maratona de Daytona para depois encarar outra, na Austrália. Haja fôlego!

Na subdivisão A-PROAM, estão inscritos mais outros 12 bólidos: são duas Mercedes-AMG, três Audi, duas McLaren, dois Porsches e três Lamborghini. Entre os pilotos, atrações como o antigo piloto de Fórmula 1 Ivan Capelli, novamente defendendo a equipe Trofeo Motorsport, além de outros excelentes nomes como os de Patrick Long, Pedro Lamy, Jeroen Bleekemolen e dezenas de pilotos do Supercars Australiano. Entre eles, Scott McLaughlin, que perdeu o título deste ano na última corrida para Jamie Whincup – que também está inscrito para as 12h de Bathurst, só que num carro da A-PRO.

A classe A-AM conta com apenas três inscritos – dois Audi e um Lamborghini, todos com pilotos locais. A destacar na classe A a ausência da atual campeã da prova, a Maranello Motorsport – aliás, nenhuma Ferrari disputa a prova de Bathurst em 2018 e também não há nenhum Nissan GT3-R Nismo. A Trass Family Motorsport chegou a anunciar sua intenção de competir com um carro do construtor de Maranello, mas pelo visto desistiu.

Na divisão B, dos Porsche Cup, o total de carros permaneceu inalterado em relação à primeira prévia de inscritos. São cinco os carros que compõem esta categoria, enquanto na classe C, dos modelos dentro do regulamento GT4, estarão dez bólidos de quatro marcas diferentes. Seriam 13, mas algumas equipes com Ginetta e Porsche deram para trás. A Brookspeed foi uma delas.

Assim, haverá quatro BMW M4 na clássica prova australiana, contra três Ginettas, dois KTM X-Bow GT4 e o solitário Porsche Cayman PRO4 da ProSport Performance.

O grupo Invitational fecha o lote com uma dezena de carros – seriam onze, mas a MARC Cars Australia reduziu seu exército de bólidos de fabricação artesanal com motores Ford Coyote V8 para sete carros, cabendo o único MARC não inscrito por eles para o time Eastgate Engineering, de Geoff Taunton. A Daytona Sportscars volta a alinhar o belíssimo Daytona Coupe para a trinca formada por Rhys Howell/Jamie Augustine/Dylan Thomas. O outro carro da equipe será o mesmo Dodge Viper que disputou a corrida no ano passado.

A lista oficial para as 12h de Bathurst 2018 está AQUI.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>