MENU

24 de janeiro de 2018 - 01:50IMSA Weather Tech SportsCar Championship

24h de Daytona 2018 – Quem é Quem, classe Prototype

RIO DE JANEIRO (Preparar para acelerar!) - Aproxima-se o grande dia: no sábado, às 17h40 de Brasília (14h40 locais) começa mais uma temporada do IMSA Weather Tech SportsCar Championship, com a disputa da 56ª edição das 24 Horas de Daytona – com transmissão ao vivo dos canais Fox Sports.

O blog já mostrou a apresentação das equipes das classes de Grã-Turismo e agora encerramos com chave de ouro: é hora de conhecer as escuderias que compõem o grid da principal categoria, a dos Protótipos – que com o fim da Prototype Challenge, da qual praticamente ninguém sentirá saudades, ganha mais importância em 2018.

Como ficou evidenciado pela quantidade de carros inscritos full season: por enquanto, são dezesseis ao todo, com a ampliação de alguns esquemas, a vinda de mais duas equipes da extinta categoria e a volta da CORE Autosport. Não são as únicas novidades, já que a Penske entra com força total no seu regresso ao Endurance, dando suporte ao programa da Honda (leia-se Acura) e a Joest Racing, antiga equipe da Audi, passa a administrar o programa da Mazda.

O grid terá maioria dos Daytona Prototype International (DPi) ao longo do campeonato, mas pelo menos nas 24h de Daytona haverá igualdade de número de competidores em relação aos LMP2 com motores Gibson V8.

Nos treinos da pré-temporada, os Cadillac DPi-V.R, mesmo com mudanças na parte mecânica, continuam muito competitivos. E não foi surpresa ver um dos carros do construtor vinculado à General Motors com o melhor tempo. Surpresa – para os que não o conheciam ainda – foi Felipe Nasr detonando o tempo da pole position no ano passado. Ele, Pipo Derani e Hélio Castroneves serão os brasileiros a disputar o campeonato inteiro nesse ano.

Que venham as equipes, pois!

TEQUILA PATRÓN ESM
Sede: Stuart, Flórida (EUA)
Site oficial: www.esmracing.com

Patrón Spirits Company CEO: Ed Brown
Proprietário: Scott Sharp
Diretor de operações: Robin Hill
Chefe de equipe: Tony Leith
Engenheiro chefe: Philippe Dumas

Carro: Nissan Onroak DPi (Ligier)
Motor: Nissan VR38DETT 3,8 litros V6 Biturbo
Peso mínimo: 940 kg

Única equipe com protótipos DPi a vencer os poderosos “Caddies” ano passado, a Tequila Patrón ESM continua em colaboração com a Nissan no desenvolvimento do programa da marca japonesa na IMSA. Com as modificações de aerodinâmica autorizadas pelo ACO, que inclusive podem ser efetuadas nos protótipos com multimarca de motores, o time sediado na Flórida espera ter uma temporada mais competitiva que a última.

imsa-roar-2018-daytona-finish-order-07

Sempre rápido, Pipo Derani é uma das grandes atrações da Tequila Patrón ESM na temporada 2018 da IMSA

Não obstante, os motores 3,8 litros de arquitetura V6 também tiveram um ganho de potência e o BoP já trouxe modificações positivas na faixa de rotações do propulsor, que usa turbocompressor. Um ponto positivo para uma equipe que já começa reforçada em relação ao ano passado: Pipo Derani fará desta vez a temporada completa, buscando repetir o feito histórico de 2016, quando guiou uma enormidade na inédita conquista da equipe na clássica corrida de abertura do campeonato.

imsa-roar-2018-daytona-finish-order-15

Olivier Pla e Nico Lapierre são reforços nas provas do NAEC, começando por Daytona

O brasileiro correrá no carro #22 em dupla com Johannes Van Overbeek, tendo Nico Lapierre como parceiro nas provas do NAEC. O patrão e também piloto Scott Sharp divide o #2 com Ryan Dalziel, reforçado pelo veloz e experiente Olivier Pla. São trincas fortes e competitivas. Resta saber se terão sorte e carro para ganharem. Durante a pré-temporada, o melhor dos dois carros da equipe ficou em 7º lugar no ROAR. O outro protótipo foi o décimo-quinto.

Os pilotos do carro #2:

Scott Sharp (EUA)
Graduação: Platina
Data de nascimento: 14/02/1968 (49 anos)
Twitter: não tem

Ryan Dalziel (Grã-Bretanha)
Graduação: Ouro
Data de nascimento: 12/04/1982 (35 anos)
Twitter: @ryan_dalziel

Olivier Pla (França)
Graduação: Platina
Data de nascimento: 22/10/1981 (36 anos)
Twitter: @olivierpla

Os pilotos do carro #22:

Pipo Derani (Brasil)
Graduação: Ouro
Data de nascimento: 12/10/1993 (24 anos)
Twitter: @PipoDerani

Johannes Van Overbeek (EUA)
Graduação: Ouro
Data de nascimento: 14/04/1973 (44 anos)
Twitter: @JohannesvanOver

Nico Lapierre (França)
Graduação: Platina
Data de nascimento: 02/04/1984 (33 anos)
Twitter: @Nico_Lapierre

ACTION EXPRESS RACING
Sede: Daytona Beach, Flórida (EUA)
Site oficial: www.axracing.com

Proprietário: Bob Johnson
Chefe de equipe: Gary Nelson
Chefe de mecânicos: Bill Keuler (carro #5) e Kenneth Johnson (carro #31)

Carro: Cadillac DPi-V.R (Dallara)
Motor: Cadillac 5,5 litros V8
Peso mínimo: 940 kg

imsa-roar-2018-daytona-finish-order-03

Tricampeã entre 2014 e 2016, a Action Express quer recuperar a hegemonia perdida e alcançar o penta no certame paralelo de Endurance, o NAEC

Agora sediada próxima ao circuito Daytona International Speedway, a Action Express vem para este campeonato disposta a recuperar a primazia perdida na última temporada, quando foi dominada sem contestação pela Wayne Taylor Racing. O time de Bob Johnson ganhou apenas duas provas em 2017 e viu os “irmãos Metralha” demolirem a oposição, conquistando o título. Como consolo, ganharam o NAEC pelo quarto ano consecutivo.

imsa-roar-2018-daytona-finish-order-01

Felipe Nasr ‘chegou chegando’ na nova equipe e destruiu o antigo recorde do circuito no ROAR

Com a saída de Dane Cameron para a Penske, Johnson agiu rápido e trouxe Felipe Nasr para o lugar do antigo campeão. Jovem e muito veloz, o antigo piloto da Sauber na Fórmula 1 já conhece a pista de Daytona e quebrou o recorde da pista que pertencia ao colega de equipe João Barbosa, durante o ROAR do início do mês. O brasiliense formará a dupla com Eric Curran, enquanto Christian Fittipaldi passa a desempenhar também o papel de diretor esportivo da escuderia. Aos 47 anos, o sobrinho do bicampeão Emerson fará apenas as provas longas, reforçando a tripulação titular agora 100% lusa, com Filipe Albuquerque e João Barbosa.

Os pilotos do carro #5:

Filipe Albuquerque (Portugal)
Graduação: Platina
Data de nascimento: 13/07/1985 (32 anos)
Twitter: @AlbuquerqueFil

Christian Fittipaldi (Brasil)
Graduação: Platina
Data de nascimento: 18/01/1971 (47 anos)
Twitter: @fittitweet

João Barbosa (Portugal)
Graduação: Platina
Data de nascimento: 11/03/1975 (42 anos)
Twitter: @barbosaracing

Os pilotos do carro #31:

Felipe Nasr (Brasil)
Graduação: Platina
Data de nascimento: 21/08/1992 (25 anos)
Twitter: @FelipeNasr

Eric Curran (EUA)
Graduação: Ouro
Data de nascimento: 08/11/1975 (42 anos)
Twitter: @ericcurran31

Mike Conway (Grã-Bretanha)
Graduação: Platina
Data de nascimento: 19/08/1983 (34 anos)
Twitter: @Mikeconway26

Stuart Middleton (Grã-Bretanha)
Graduação: Prata
Data de nascimento: 11/10/1999 (18 anos)
Twitter: não tem

ACURA TEAM PENSKE
Sede: Mooresville, Carolina do Norte (EUA)
Site: www.teampenske.com

Fundador: Roger Penske
Presidente: Tim Cindric
Engenheiro: Jonathan Duiguid

Carro: Acura ARX-05 DPi
Motor: Acura AR35TT 3,5 litros V6 Turbo
Peso mínimo: 940 kg

Tremei, concorrência! Finalmente o Team Penske volta às corridas de longa duração. Após o fim da parceria com a Porsche na extinta American Le Mans Series, a dúvida era: quando e com quem Roger Penske voltaria? Os rumores foram grandes e se concretizaram no fim do ano passado, quando foi confirmada a parceria com a Acura (leia-se Honda) para um projeto DPi com base no chassi francês Oreca 07.

imsa-roar-2018-daytona-finish-order-05

A Penske retorna às provas de Endurance com parceiros e pilotos de peso, entre eles dois antigos campeões da IMSA e as estrelas Juan Pablo Montoya e Hélio Castroneves

A equipe fez uma aparição estrondosa – como ensaio – na Petit Le Mans, ainda com um LMP2. Largou na pole e só não ganhou porque Hélio Castroneves foi abalroado por um retardatário. Ainda assim, ficaram com o 3º lugar ao final da disputa. E agora chegam para tentar incomodar o domínio Cadillac e ampliar também o lote de protótipos DPi construídos com motores de múltiplas marcas – mas com base nos chassis LMP2.

imsa-roar-2018-daytona-finish-order-06

Os dois Acura ARX-05 não foram vistos com a decoração definitiva no ROAR. A equipe vai adotar um visual branco com detalhes em preto e vermelho nos dois protótipos em 2018

O Acura Team Penske ainda está encontrando o caminho das pedras, mas no que depender do seu “Dream Team” de pilotos, vão achar o rumo bem rapidinho. Destaque absoluto para a vinda de Juan Pablo Montoya e do tricampeão das 500 Milhas de Indianápolis Hélio Castroneves para o programa IMSA – bem como os novos recrutas do exército Penske: nada menos que dois dos últimos campeões, Dane Cameron (2016) e Ricky Taylor (2017). No ROAR, ficaram com as melhores classificações após todos os Cadillac.

Os pilotos do carro #6:

Juan Pablo Montoya (Colômbia)
Graduação: Platina
Data de nascimento: 20/09/1975 (42 anos)
Twitter: @jpmontoya

Dane Cameron (EUA)
Graduação: Ouro
Data de nascimento: 18/10/1988 (29 anos)
Twitter: @danecameron19

Simon Pagenaud (França)
Graduação: Platina
Data de nascimento: 18/05/1984 (33 anos)
Twitter: @simonpagenaud

Os pilotos do carro #7:

Hélio Castroneves (Brasil)
Graduação: Platina
Data de nascimento: 10/05/1975 (42 anos)
Twitter: @H3lio

Ricky Taylor (EUA)
Graduação: Ouro
Data de nascimento: 03/08/1989 (28 anos)
Twitter: @RickyTaylorRace

Graham Rahal (EUA)
Graduação: Ouro
Data de nascimento: 04/01/1989 (29 anos)
Twitter: @GrahamRahal

WAYNE TAYLOR RACING
Sede: Brownburg, Indiana
Site oficial: www.waynetaylorracing.com

Proprietário: Wayne Taylor
Chefe de equipe: Wayne Taylor e Max Angelelli
Chefe de mecânicos: Travis Houge
Engenheiro: Brian Pillar

Carro: Cadillac DPi-V.R (Dallara)
Motor: Cadillac 5,5 litros V8
Peso mínimo: 940 kg

No primeiro ano do Cadillac DPi-V.R, ninguém foi tão forte e competitiva quanto a Wayne Taylor Racing. Com uma campanha avassaladora na temporada 2017, os irmãos Jordan e Ricky Taylor enfileiraram vitórias consecutivas e ‘quebraram’ a concorrência. Os cinco triunfos nas etapas iniciais bastaram para que eles conservassem uma vantagem que jamais foi ameaçada e o título foi consequência desse sucesso.

imsa-roar-2018-daytona-finish-order-04

Dominante e avassaladora no início de 2017 e campeã no primeiro ano dos DPi: a Wayne Taylor Racing tem cara nova para tentar o bicampeonato

Chamou a atenção, tanto quanto o destemor dos filhos do velho Wayne, a superioridade da equipe em matéria de equipamento – e essa superioridade será posta à prova em 2018, já que parte dos “irmãos Metralha” foi para a Penske, restando apenas Jordan Taylor para trabalhar sob os olhos exigentes do pai. A saída de Ricky Taylor abriu uma chance de ouro para o holandês Renger Van der Zande mostrar o que vale a bordo do carro #10, que ficou em quarto nos treinos do ROAR. Pelo menos em Daytona, o reforço do time será o antigo campeão da Indy, Ryan Hunter-Reay.

Os pilotos do carro #10:

Jordan Taylor (EUA)
Graduação: Platina
Data de nascimento: 10/05/1991 (26 anos)
Twitter: @jordan10taylor

Renger Van der Zande (Holanda)
Graduação: Ouro
Data de nascimento: 16/02/1986 (31 anos)
Twitter: @Rengervdz

Ryan Hunter-Reay (EUA)
Graduação: Platina
Data de nascimento: 17/12/1980 (37 anos)
Twitter: @RyanHunterReay

BAR1 MOTORSPORTS
Sede: Plain City, Ohio
Site oficial: www.bar1motorsports.com

Proprietário: Brian Alder
Chefe de equipe: Brian Alder
Engenheiro: John Travis

Carro: Multimatic Riley MK30 LMP2
Motor: Gibson GK428 4,2 litros V8
Peso mínimo: 930 kg

Uma das equipes oriundas da defunta Prototype Challenge, a BAR1 Motorsports vem para a temporada 2018 com a missão de alinhar o único protótipo (adquirido junto a Ben Keating) Multimatic Riley MK30 LMP2 em qualquer categoria de Endurance do planeta – desconsiderando o fato que os Mazda são construídos em sua plataforma. O que se tornará um desafio e tanto ao time chefiado e comandado por Brian Alder.

imsa-roar-2018-daytona-finish-order-20

A BAR1 deve ser figurante absoluta em toda a temporada da IMSA

E as dificuldades serão diversas: sem o referencial de outras equipes, a BAR1 já começa num nível mais baixo em relação aos adversários e some-se a isto a necessidade de trazer pilotos pagantes e completar o orçamento. Assim, a equipe será totalmente Pro-Am em Daytona, onde os destaques são o competente Eric Lux e o aguerrido – mas totalmente fora do peso – piloto da Nascar Brendan Gaughan. O resto, meus amigos, é o resto. E no ROAR a equipe já mostrou onde vai andar em 2018: na última posição entre os protótipos.

Os pilotos do carro #20:

Marc Drumwright (EUA)
Graduação: Bronze
Data de nascimento: 18/06/1961 (55 anos)
Twitter: @MarcDrumwright

Eric Lux (EUA)
Graduação: Prata
Data de nascimento: 22/03/1988 (29 anos)
Twitter: não tem

Tomy Drissi (EUA)
Graduação: Bronze
Data de nascimento: 09/12/1958 (59 anos)
Twitter: @TomyDrissi

Alex Popow (Venezuela)
Graduação: Prata
Data de nascimento: 09/11/1975 (42 anos)
Twitter: @AlexPopow

Brendan Gaughan (EUA)
Graduação: Prata
Data de nascimento: 10/07/1975 (42 anos)
Twitter: @Brendan62

UNITED AUTOSPORTS
Sede: Garforth, Leeds, West Yorkshire (Grã-Bretanha)
Site oficial: www.unitedautosports.com

Proprietários: Zak Brown e Richard Dean
Diretor esportivo: Richard Dean
Chefe de equipe: Trevor Foster
Engenheiro: Gautier Boutelier

Carro: Ligier JS P217 LMP2
Motor: Gibson GK428 4,2 litros V8
Peso mínimo: 930 kg

Fundada em 2009 por Richard Dean e Zak Brown – sim, esse mesmo, o CEO da McLaren – a United Autosports chega a uma década nas pistas em grande estilo. Após desfilar um bom cartel nas mais diversas categorias de Grã-Turismo e Esporte-Protótipo do planeta, a equipe de origem britânica chega à sua estreia nas 24h de Daytona. E com um nome de peso pra ninguém botar defeito: o bicampeão mundial Fernando Alonso, aos 35 anos, usa a prova da Flórida como cabeça de ponte para realizar o sonho de correr (ainda neste ano) em Le Mans.

imsa-roar-2018-daytona-finish-order-14

Maior atração das 24h de Daytona, Fernando Alonso estreia com a United Autosports em provas de longa duração: o sonho do bicampeão de Fórmula 1 é estar em Le Mans, brevemente

O espanhol é uma das grandes atrações da corrida, mas sabe que a prova da IMSA tem menos visibilidade que as 500 Milhas de Indianápolis, por exemplo. Alonso não mudou muito o seu jeito de ser: se incomodou com o pouco tempo de pista nos treinos e com a falta de ritmo do carro, que ficou em décimo-quarto no ROAR. Ele já descobriu que, pra conquistar um bom resultado no próximo fim de semana, nada poderá dar errado. Nem ao carro dele e muito menos ao do brasileiro Bruno Senna, atual campeão mundial do WEC na divisão LMP2.

imsa-roar-2018-daytona-finish-order-17

Campeão do WEC na LMP2, Bruno Senna será o líder do carro #32 em Daytona

A equipe trouxe outros pilotos de renome além de Alonso e Senna: Paul Di Resta foi confirmado há meses e outra aparição digna de registro é a de Lando Norris, britânico de somente 18 anos, mas que tem muita personalidade e já está no radar da McLaren para o futuro. Além dele, outro jovem britânico, Phil Hanson, estará no mesmo protótipo que Alonso irá conduzir. Os titulares do ELMS Will Owen e Hugo de Sadeleer também correrão, só que no #32 de Senna e Di Resta, que ficou em 17º no ROAR.

Os pilotos do carro #23:

Fernando Alonso (Espanha)
Graduação: Platina
Data de nascimento: 29/07/1981 (36 anos)
Twitter: @alo_oficial

Lando Norris (Grã-Bretanha)
Graduação: Ouro
Data de nascimento: 13/11/1999 (18 anos)
Twitter: @LandoNorris

Phil Hanson (Grã-Bretanha)
Graduação: Prata
Data de nascimento: 05/07/1999 (18 anos)
Twitter: @PhilHansonRace

Os pilotos do carro #32:

Will Owen (EUA)
Graduação: Prata
Data de nascimento: 23/03/1995 (22 anos)
Twitter: @Wowen23

Hugo De Sadeleer (Suíça)
Graduação: Prata
Data de nascimento: 16/07/1997 (20 anos)
Twitter: @hugodesadeleer

Paul Di Resta (Grã-Bretanha)
Graduação: Platina
Data de nascimento: 16/04/1986 (31 anos)
Twitter: @PaulDiResta

Bruno Senna (Brasil)
Graduação: Platina
Data de nascimento: 15/10/1983 (34 anos)
Twitter: @BSenna

JACKIE CHAN DCR JOTA
Sede: Frant, Kent (Grã-Bretanha)
Site oficial: jotasport.com

Jota Sport CEO: Simon Dolan
Cofundadores da Jackie Chan DCR: Jackie Chan e David Cheng
Diretor esportivo Jota Sport: Sam Highnett
Chefe de equipe: Rémy Brouard
Diretor técnico: Tim Holloway

Carro: Oreca 07 LMP2
Motor: Gibson GK428 4,2 litros V8
Peso mínimo: 930 kg

Além da United Autosports, a equipe do ator especialista em filmes de porradaria Jackie Chan e do também piloto David Cheng foi uma das únicas a vir de fora dos EUA para a disputa das 24h de Daytona. Campeã em Le Mans na classe LMP2 e vice do WEC, a equipe manterá a parceria com a britânica Jota Sport para 2018, trazendo dois carros para a primeira prova do campeonato da IMSA.

imsa-roar-2018-daytona-finish-order-09

A Jackie Chan DCR Jota é, além da United Autosports, a outra equipe que vem do exterior para disputar as 24h de Daytona neste ano

E com um lineup cheio de atrações, começando pela vinda de mais outro piloto titular da Fórmula 1: Alonso não estará sozinho, pois Jackie Chan e David Cheng contrataram Lance Stroll para participar de um carro com tripulação estelar e repleto de jovens feras. O sueco Felix Rosenqvist, sensação da Fórmula E, é uma dessas feras, junto ao campeão do Blancpain Sprint Series Robin Frijns e do espanhol Dani Juncadella, piloto Mercedes no DTM.

imsa-roar-2018-daytona-finish-order-16

Só atrações de peso no carro #37: de Lance Stroll a Dani Juncadella, passando por Robin Frijns e Felix Rosenqvist

Tem mais: Ho-Pin Tung e Alex Brundle, integrantes da ótima campanha do WEC ano passado, conduzem o outro Oreca 07 do time ao lado do velocíssimo português Antônio Félix da Costa e do austríaco Ferdinand Habsburg, que descende da família real austríaca e que foi protagonista de um acidente surreal no GP de Macau de Fórmula 3 ao lado de Sérgio Sette Câmara. No ROAR, o melhor dos dois carros da escuderia ficou com o nono tempo. O outro foi apenas o 16º colocado.

Os pilotos do carro #37:

Lance Stroll (Canadá)
Graduação: Platina
Data de nascimento: 29/10/1998 (19 anos)
Twitter: @lance_stroll

Felix Rosenqvist (Suécia)
Graduação: Ouro
Data de nascimento: 07/11/1991 (26 anos)
Twitter: @FRosenqvist

Robin Frijns (Holanda)
Graduação: Platina
Data de nascimento: 07/08/1991 (26 anos)
Twitter: @RFrijns

Daniel Juncadella (Espanha)
Graduação: Platina
Data de nascimento: 07/05/1991 (26 anos)
Twitter: @dani_juncadella

Os pilotos do carro #78:

Ho-Pin Tung (China)
Graduação: Ouro
Data de nascimento: 04/12/1982 (35 anos)
Twitter: @hopintung

Alex Brundle (Grã-Bretanha)
Graduação: Ouro
Data de nascimento: 07/08/1990 (27 anos)
Twitter: @AlexBrundle

Antônio Félix da Costa (Portugal)
Graduação: Platina
Data de nascimento: 31/08/1991 (26 anos)
Twitter: @afelixdacosta

Ferdinand Habsburg (Áustria)
Graduação: Prata
Data de nascimento: 21/06/1997 (20 anos)
Twitter: @Fhabsburg62

PERFORMANCE TECH MOTORSPORTS
Sede: Deerfield Beach, Flórida
Site oficial: www.performancetechmotorsports.com

Proprietário: Brent O’Neill
Chefe de equipe: Frank Parazych
Engenheiro chefe: Ryan McCarthy

Carro: Oreca 07 LMP2
Motor: Gibson GK428 4,2 litros V8
Peso mínimo: 930 kg

Campeã da última temporada da história da Prototype Challenge, com uma campanha invejável, a Performance Tech Motorsports sabe que o buraco será muito mais embaixo em seu primeiro ano entre as principais forças da divisão mais importante da IMSA. A equipe chefiada por Brent O’Neill tem como meta terminar o máximo possível de corridas com bons resultados, começando pelas 24h de Daytona.

imsa-roar-2018-daytona-finish-order-13

A Performance Tech estreia na divisão principal com um Oreca LMP2

E para iniciar o novo desafio, a equipe confia nos mesmos pilotos que disputaram a temporada passada pela equipe, com o reforço do experiente Joel Miller, ex-integrante do projeto Mazda DPi. James French e Pato O’Ward farão o campeonato todo e Kyle Masson deve integrar a tripulação do carro #38 nas provas do NAEC. A equipe optou pelo Oreca 07 após considerar o uso do Dallara P217 nos EUA, o que acabou ainda não acontecendo. Nos treinos de pré-temporada, ficaram com o 13º lugar.

Os pilotos do carro #38:

James French (EUA)
Graduação: Prata
Data de nascimento: 21/05/1992 (25 anos)
Twitter: @FrenchRacing38

Pato O’Ward (México)
Graduação: Prata
Data de nascimento: 06/05/1999 (18 anos)
Twitter: @patriciooward

Kyle Masson (EUA)
Graduação: Prata
Data de nascimento: 04/08/1997 (20 anos)
Twitter: @KyleMasson18

Joel Miller (EUA)
Graduação: Ouro
Data de nascimento: 10/05/1998 (29 anos)
Twitter: @joelmillerracing

AFS PR1/MATHIASEN MOTORSPORTS
Sede: Fresno, Califórnia (EUA)
Site oficial: www.pr1motorsports.com

Fundador: Ray Mathiasen e Bobby Oergel
Chefe de equipe: Bobby Oergel
Engenheiro: John Hayes

Carro: Ligier JS P217 LMP2
Motor: Gibson GK428 4,2 litros V8
Peso mínimo: 930 kg

A campanha da PR1/Mathiasen Motorsports em seu primeiro ano na Prototype foi bem difícil. O ano teve mais baixos do que altos, apesar da colaboração sempre positiva de Olivier Pla quando era escalado. A verdade é que faltava regularidade aos demais pilotos escalados para dividir com o francês o carro #52.

imsa-roar-2018-daytona-finish-order-19

Caras novas: Sebastián Saavedra e Gustavo Yacamán serão os titulares da AFS PR1/Mathiasen em 2018

Para este ano, a equipe costurou uma parceria com a Automatic Fire Sprinklers (AFS), antiga equipe de Indy Lights e Fórmula Indy, também parceira noutros anos da Andretti. E por isso mesmo, a equipe muda de nome, passando a se chamar AFS PR1/Mathiasen Motorsports. Além da mudança de nome, a escuderia tem uma dupla nova de pilotos, ambos sul-americanos: os colombianos Sebastián Saavedra e Gustavo Yacamán. A eles se juntam Nick Boulle e o mexicano Roberto Gonzalez para o primeiro evento do ano. No ROAR, acabaram com a penúltima marca. Terminar entre os 10 primeiros na abertura do campeonato já será vitória para a ‘nova’ equipe.

Os pilotos do carro #52:

Sebastián Saavedra (Colômbia)
Graduação: Ouro
Data de nascimento: 02/06/1990 (27 anos)
Twitter: @sebsaavedra

Gustavo Yacamán (Colômbia)
Graduação: Ouro
Data de nascimento: 25/02/1991 (26 anos)
Twitter: @GustavoYacaman

Nicholas Boulle (EUA)
Graduação: Prata
Data de nascimento: 28/03/1989 (28 anos)
Twitter: @NickBoulle

Roberto González (México)
Graduação: Prata
Data de nascimento: 31/03/1976 (41 anos)
Twitter: @RobGonzalezV

CORE AUTOSPORT
Sede: Rock Hill, Carolina do Sul (EUA)
Site oficial: www.coreautosport.com

CORE Autosport CEO: Jonathan Bennett
Diretor esportivo: Morgan Brady
Chefe de equipe: Eric Van Bibber

Carro: Oreca 07 LMP2
Motor: Gibson GK428 4,2 litros V8
Peso mínimo: 930 kg

A CORE Autosport volta aos protótipos após uma curta passagem na divisão GTD ano passado, com um Porsche 911 GT3-R. A antiga participante de primeira hora da extinta Prototype Challenge volta em grande estilo aos holofotes da categoria, trazendo um chassis Oreca 07 LMP2 para ser guiado pelo proprietário Jonathan Benett e seu fiel piloto Colin Braun.

imsa-roar-2018-daytona-finish-order-10

Melhor equipe da IMSA com os LMP2 no ROAR, a CORE Autosport terá os ótimos Romain Dumas e Loïc Duval reforçando o time em Daytona

E não só por eles: Romain Dumas e Loïc Duval, dois dos mais experientes pilotos franceses de Endurance, reforçam o time em Daytona, conferindo velocidade e qualidade ao carro #54, que foi muito bem no ROAR Before The Rolex 24. A equipe ficou com a 10ª colocação nos treinos de pré-temporada e foi a mais competitiva dentre as escuderias da IMSA com chassis LMP2.

Os pilotos do carro #54:

Jonathan Bennett (EUA)
Graduação: Prata
Data de nascimento: 04/05/1965 (52 anos)
Twitter: não tem

Colin Braun (EUA)
Graduação: Ouro
Data de nascimento: 22/09/1988 (29 anos)
Twitter: @colinbraun

Romain Dumas (França)
Graduação: Platina
Data de nascimento: 14/12/1977 (40 anos)
Twitter: @RomainDumas

Loïc Duval (França)
Graduação: Platina
Data de nascimento: 12/06/1982 (35 anos)
Twitter: @loicduval

MAZDA TEAM JOEST
Sede: Wald-Michelbach, Alemanha e Atlanta (EUA)
Site oficial: www.joest-racing.de

Mazda Motorsports President: John Doonan
Joest Racing CEO: Reinhold Joest
Diretor esportivo: Ralf Jüttner

Carro: Mazda RT24-P DPi (Multimatic Riley)
Motor: Mazda MZ-2.0T 2 litros 4L Turbo
Peso mínimo: 915 kg

Após o fim da longa parceria de mais de uma década e meia com a Audi, a equipe do lendário Reinhold Joest não ficou muito tempo ausente das pistas e, num anúncio surpreendente, a equipe sediada na Alemanha acabou por ocupar o lugar que era da SpeedSource – que encerrou suas atividades – como a representante da Mazda para o desenvolvimento do seu projeto DPi a partir de 2018. Mas os trabalhos começaram muito antes, já que a Mazda cancelou o resto do programa no ano passado e iniciou um extenso programa de treinos, já sob os cuidados do Team Joest.

imsa-roar-2018-daytona-finish-order-08

Histórica parceira da Audi, a Joest Racing agora cuida do programa DPi da Mazda

Muito embora ainda não tenhamos visto o real potencial do Mazda RT24-P DPi, houve evidente evolução e além de uma equipe experiente e com anos de know-how, Joest e seu braço direito Ralf Jüttner cercaram-se de cuidados na escolha dos pilotos. Se por um lado foram corretos em manter Jonathan Bomarito e Tristan Nunez como titulares, por outro trouxeram gente experiente e talentosa como Oliver Jarvis e Harry Tincknell, ambos britânicos. Para reforçar a equipe nas provas do NAEC, veio o atual campeão do DTM René Rast, além do piloto de Indy Spencer Pigot.

imsa-roar-2018-daytona-finish-order-18

O real potencial dos protótipos com motor turbo 2 litros ainda não foi explorado: a equipe teve acidentes nos testes e no ROAR faltaram peças de reposição

A equipe não conseguiu ainda muita quilometragem com o protótipo já equipado com as modificações autorizadas pelo ACO e pela FIA nos chassis LMP2 que servem de base para os protótipos DPi. Some-se a isso o fato de Tristan Nunez ter arrebentado um dos carros do time num teste privado e a falta de peças foi um entrave nos treinos do ROAR, onde ficaram com a oitava marca (carro #55) e também com a décima-oitava (carro #77) posição.

Os pilotos do carro #55:

Jonathan Bomarito (EUA)
Graduação: Platina
Data de nascimento: 23/01/1982 (35 anos)
Twitter: @JBomarito

Harry Tincknell (Grã-Bretanha)
Graduação: Platina
Data de nascimento: 29/10/1991 (26 anos)
Twitter: @HarryTincknell

Spencer Pigot (EUA)
Graduação: Ouro
Data de nascimento: 29/09/1993 (24 anos)
Twitter: @SpencerPigot

Os pilotos do carro #77:

Oliver Jarvis (Grã-Bretanha)
Graduação: Platina
Data de nascimento: 09/01/1984 (34 anos)
Twitter: @ollyjarvis

Tristan Nunez (EUA)
Graduação: Ouro
Data de nascimento: 31/10/1995 (22 anos)
Twitter: @tristannunez

René Rast (Alemanha)
Graduação: Platina
Data de nascimento: 26/10/1986 (31 anos)
Twitter: @ReneRastRacing

JDC-MILLER MOTORSPORTS
Sede: Savage, Minnesota (EUA)
Site oficial: www.jdcmotorsport.com

Proprietário: John Miller
CEO: John Church
Team Manager: Josh Kerrigan
Engenheiros: Walter Preston e Barry Mumm

Carro: Oreca 07
Motor: Gibson GK428 4,2 litros V8
Peso mínimo: 930 kg

Uma das grandes surpresas da última temporada, a JDC-Miller Motorsports teve um grande ano de estreia na classe Prototype da IMSA. Para uma equipe de desempenhos médios na extinta Prototype Challenge, o desempenho foi sensacional. Lideraram em várias corridas e conquistaram dois pódios, com dois segundos lugares em Watkins Glen e Mosport, no Canadá. Acabaram em 4º lugar ao fim do campeonato.

imsa-roar-2018-daytona-finish-order-11

Agora com Simon Trummer e Robert Alon a bordo do #85, a JDC-Miller Motorsports quer se firmar na classe Prototype

Tamanho desempenho motivou a equipe de John Miller e John Church a expandir os horizontes e até se sentir tentada a uma participação nas 24 Horas de Le Mans (inclusive receberam a entrada automática fornecida pela IMSA para Sarthe). Neste ano, não será apenas o “Banana Boat”, o simpático protótipo #85 de tão boas atuações, a defender o time. A grande novidade é a volta do “Red Dragon”, personificada no acordo com a Gainsco de Bob Stallings para o retorno do #99 às provas longas.

imsa-roar-2018-daytona-finish-order-12

A volta do “Red Dragon” foi a grande notícia da equipe para esta temporada, em que terão dois carros

Os novos recrutas são o suíço Simon Trummer e o estadunidense Robert Alon, que nas 24h de Daytona serão auxiliados por Austin Cindric e pelo novato canadense Devlin DeFrancesco. O #99 vai correr a temporada completa com Misha Goikhberg e Stephen Simpson, enquanto Chris Miller disputa as provas do NAEC e Gustavo Menezes colabora na prova da Flórida. Os carros ficaram em 11º e 12º, respectivamente, no ROAR.

Os pilotos do #85:

Simon Trummer (Suíça)
Graduação: Ouro
Data de nascimento: 08/06/1989 (28 anos)
Twitter: @s_trummer

Robert Alon (EUA)
Graduação: Prata
Data de nascimento: 10/07/1990 (27 anos)
Twitter: @AlonRacing

Devlin DeFrancesco (Canadá)
Graduação: Prata
Data de nascimento: 17/01/2000 (18 anos)
Twitter: @DevlinDeFran

Austin Cindric (EUA)
Graduação: Prata
Data de nascimento: 02/07/1998 (19 anos)
Twitter: @AustinCindric

Os pilotos do #99:

Chris Miller (EUA)
Graduação: Prata
Data de nascimento: 05/05/1989 (28 anos)
Twitter: não tem

Stephen Simpson (África do Sul)
Graduação: Prata
Data de nascimento: 08/11/1984 (34 anos)
Twitter: @stephensimpson1

Mikhail Goikhberg (Canadá)
Graduação: Prata
Data de nascimento: 24/11/1986 (31 anos)
Twitter: não tem

Gustavo Menezes (EUA)
Graduação: Ouro
Data de nascimento: 19/09/1994 (23 anos)
Twitter: @followgustavo

SPIRIT OF DAYTONA
Sede: Daytona Beach, Flórida (EUA)
Site oficial: www.sdr-motorsports.com

Proprietário: Troy Flis
Chefe de equipe: Gary Grossenbaucher
Engenheiro: Rick Cameron

Carro: Cadillac DPi-V.R (Dallara)
Motor: Cadillac 5,5 litros V8
Peso mínimo: 940 kg

A Spirit of Daytona teve um campeonato atribulado em 2017. Começaram com o Multimatic-Riley, que parecia promissor com o pódio alcançado em Daytona, mas depois a equipe percebeu que o carro não ia muito longe e o trocaram por outro LMP2, um Ligier JS P217. Com ele e uma pilotagem antológica de Renger Van der Zande em Laguna Seca, a equipe da Flórida foi a única a ganhar na IMSA com um protótipo de motor Gibson V8, batendo os favoritos Cadillac DPi.

imsa-roar-2018-daytona-finish-order-02

Velozes e furiosos: Tristan Vautier adaptou-se rápido à nova equipe e ao Cadillac DPi-V.R

E mesmo sem o apoio da Visit Florida e sem Van der Zande, que foi para a Wayne Taylor Racing, Troy Flis foi à luta e poucos dias antes do fim do ano passado, confirmou presença neste ano com um quarto Cadillac DPi-V.R e novos pilotos – Tristan Vautier e Matt McMurry. De cara, a equipe mostrou força e velocidade – e promete ser uma boa surpresa neste início de campeonato. Se o BoP da IMSA permitir, é claro… No ROAR, o carro #90 que terá ainda o filho de Eddie Cheever nas 24h de Daytona, saiu da pré-temporada com um ótimo 2º lugar.

Os pilotos do carro #90:

Tristan Vautier (França)
Graduação: Ouro
Data de nascimento: 22/08/1989 (28 anos)
Twitter: @TristanVautier

Matt McMurry (EUA)
Graduação: Prata
Data de nascimento: 24/11/1997 (20 anos)
Twitter: @mcmurrymatt

Eddie Cheever III (Itália)
Graduação: Prata
Data de nascimento: 05/06/1993 (24 anos)
Twitter: @EddieCheeverIII

10 comentários

  1. Geraldo disse:

    O grid está belíssimo, e a torcida é para que tenhamos mais uma grande corrida em Daytona!

    Rodrigo, a United Ausports já não teve uma participação entre o protótipos em Daytona, ainda nos tempos da Grand-Am, lá pelos idos de 2010 ou 2011, inclusive com participação da clássica dupla inglesa Martin Brudle e Mark Blundell (sendo que este estava, digamos assim, um “pouco” acima do peso…)?

    • Rodrigo Mattar disse:

      Teve sim, Geraldo. Mas a United Autosports correu com os auspícios da Michael Shank naquela oportunidade. Foi a equipe dos EUA que fez o “running” pra eles. Os britânicos só contribuíram com o nome na oportunidade.

  2. Luca disse:

    ” … único protótipo (adquirido junto a Ben Keating) Multimatic Riley MK30 LMP2 em qualquer categoria de Endurance do planeta.”

    Escolha da FIA.
    Parabéns aos envolvidos.

  3. Felipe disse:

    Vai pegar fogo!
    Mattar, após a “aposentadoria” da Stevenson Motorsports, nem uma equipe teve interesse em alinhar um Camaro GT4.R no Continental Tire SportsCar Challenge?

  4. Fernando Dezam Bersotti disse:

    Rodrigo, cara, muito obrigado MESMO por todo esse trabalho que você faz no blog. Deve ser uma trabalheira violenta e mesmo assim sempre está impecável.
    Sou seu fã cara. Tanto no blog quanto nas transmissões, sua expertise e bom humor fazem a diferença!

    Abração

    • Rodrigo Mattar disse:

      Oi Fernando, tudo bem?

      É tão difícil agradar todo mundo e um comentário como o seu me deixa muito contente, mesmo.

      Obrigado pelo reconhecimento. Realmente dá muito trabalho, mas eu adoro fazer. Não é apenas para mim e para meus companheiros do Fox Sports usarem como fonte. É para o telespectador entrar por dentro dos detalhes e os leitores curtirem as informações.

      Espero que continue vindo aqui no blog. Valeu!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>