MENU

26 de janeiro de 2018 - 00:41IMSA Weather Tech SportsCar Championship, Sem categoria

24h de Daytona: Vautier lidera treino noturno

Vautier-Night-Practice

O francês Tristan Vautier liderou nesta quinta-feira o treino noturno em Daytona (Foto: Jake Galstad/IMSA)

RIO DE JANEIRO - A quinta-feira de atividades de pista em Daytona se encerrou como de praxe: o último treino do dia foi noturno, com duração de 1h30. Uma sessão mais longa que os demais treinos livres e importante – principalmente para os pilotos de graduação bronze e prata.

Um total de 36 entre os mais de 100 participantes inscritos para a prova de 24 Horas tiveram que compulsoriamente cumprir voltas no circuito para serem avaliados e aprovados para guiar no período noturno da corrida.

Diferentemente das 24 Horas de Le Mans, disputadas no início do verão do Hemisfério Norte, na prova da Flórida ainda é inverno e há mais horas com luz artificial do que natural. Daí a preocupação da IMSA em saber quem pode guiar à noite ou não. Todos eles treinaram e estão aptos a participar da “sessão coruja”.

Alheio a esse fato, o francês Tristan Vautier foi o mais rápido do treino ao final dos 90 minutos de pista, marcando 1’37″215 em seu Cadillac DPi-V.R. Ele foi 0″198 mais veloz que Hélio Castroneves, super competitivo com o Acura ARX-05 DPi do Team Penske. Com o carro consertado após a batida de Lapierre no treino oficial, Pipo Derani mostrou que velocidade ainda é o seu forte e ficou em terceiro com o Nissan Onroak DPi.

Dos 20 protótipos inscritos, o #77 da equipe Mazda Team Joest – que inclusive não fez tempo de classificação e foi o mais rápido na primeira sessão diurna – voltou a não entrar na pista. O motivo é uma anomalia de dados que comprometeria o desempenho do bólido. Os técnicos da Mazda e da equipe de Reinhold Joest trabalham para pôr o protótipo em ordem para a quarta e última sessão de treinos livres, amanhã pela manhã.

Outro francês, Sébastien Bourdais, foi o mais rápido do treino noturno entre os GTLM – aliás, nada como crescer tendo Le Mans como quintal de casa. Ele marcou 1’43″675 e liderou a dobradinha dos Ford da Chip Ganassi Racing junto a Richard Westbrook, outra águia em se tratando de guiar à noite. A Ferrari da Risi Competizione fechou os três mais velozes, com James Calado ao volante.

Augusto Farfus completou 14 voltas com a problemática BMW #24 da equipe de Bobby Rahal. Deu 14 voltas, a melhor delas em 1’45″952.  “Meu ano começou bem intenso e isso é ótimo. É uma honra muito grande correr novamente em Daytona, ainda mais na estreia de um carro novo. Gosto muito dessa prova, já bati na trave para vencer, com o 2º lugar em 2015, então é sempre bom voltar. A expectativa em cima da nova BMW M8 GTE é muito grande, fizemos uma boa quilometragem, mas treinos são diferentes de provas, e essa será a primeira corrida do carro. Terminar com um bom resultado na estreia seria uma ótima recompensa pelo trabalho de todos envolvidos no desenvolvimento de um novo modelo, mas estamos com os pés no chão, confiantes e motivados. Sabemos que o desafio aqui grande, então o objetivo é completar bem a prova”, frisa o curitibano.

Na GTD, o melhor tempo foi do Lamborghini #11 com Mirko Bortolotti – carro que foi inclusive desclassificado após falhar o “stall test” na vistoria pós-qualificação. Todos os tempos do italiano foram excluídos e ele terá que largar da última colocação entre os 21 inscritos. Neste último treino de hoje, Bortolotti superou Townsend Bell (Scuderia Corsa) por 0″061, enquanto Andy Lally fez o terceiro tempo com o Audi R8 LMS da Magnus Racing.

O único treino livre da sexta-feira também será o último antes da corrida de sábado. A pista ficará aberta por uma hora e o treino começa às 9h40 locais, 12h40 de Brasília. Após o almoço, teremos corrida: a prova inaugural do Continental Tire SportsCar Challenge larga às 13h locais (16h de Brasília), para uma disputa com 4h de duração. Transmissão no streaming da IMSA.

1 comentário

  1. Gustavo disse:

    Não sei porque a Tequila Patron não escolheu o Pipo para classificação mas talvez seja melhor ,para deixá -lo para a dirigir na noite do sábado para o domingo onde há previsão de chuva e a prova promete ser equilibrada principalmente na Prototype e GT Daytona senti falta de carros na GTLM com as BMW andando mal vão ser 7 carros com chances mais reais de vitória.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>