MENU

17 de janeiro de 2018 - 00:04Rali Dakar

Dakar 2018: 33 segundos decidem para Van Genutgen nos Trucks

Iveco Dakar

Ton Van Genutgen frustrou o colega de equipe, o argentino Federico Villagra: na primeira etapa disputada no país do vice-líder geral, venceu nos Caminhões. E por apenas 33 segundos…

RIO DE JANEIRO - Trinta e três segundos: essa foi a diferença entre vencedor e 2º colocado na difícil especial entre Salta e Belén na categoria dos Caminhões. E deu Iveco em dobradinha, pois o holandês Ton Van Genutgen conseguiu ser o mais rápido do dia e o argentino Federico “Coyote” Villagra acabou em segundo, derrotado pelo parceiro de escuderia – ambos têm seus caminhões preparados pela equipe De Rooy.

Mas apesar do travo de azedume pela derrota na etapa, “Coyote” não pode se queixar muito. O sul-americano continua descontando a diferença para o russo Edouard Nikolaev, que não fez uma boa especial nesta terça-feira com seu Kamaz-Master. Foram quase 22 minutos perdidos para o rival e o quarto lugar ainda o mantém no comando geral da classificação entre os brutos. Mas a vantagem vem caindo. Já foi de aproximadamente uma hora e baixou agora para 24min44seg, faltando ainda mais quatro dias de provas cronometradas até Córdoba.

E a luta será mesmo entre o Kamaz #500 e o Iveco #501. O terceiro colocado na geral é Siarhei Viazovich, piloto de Belarus, com um MAZ. A desvantagem dele para os primeiros é de quase quatro horas. Chegar ao pódio já será bom demais para o representante de uma das antigas repúblicas da hoje extinta URSS. Van Genutgen é uma ameaça: está em quarto lugar a menos de 20 minutos de Viazovich e a vitória na etapa de hoje foi positiva para a aproximação. Outro russo, Ayrat Mardeev, completa o top 5 geral.

Classificação da etapa #10:
Salta-Belén
373 km cronometrados – 797 km de percurso

1. #509 Ton Van Genutgen/Bernard Der Kinderen/Peter Willemsen (Iveco) – 5h31min49seg
2. #501 Federico Villagra/Ricardo Torlaschi/Adrian Yacopini (Iveco) – a 33seg
3. #508 Siarhei Viazovich/Pavel Haranin/Andrey Zhyhuilin (MAZ) – a 11min09seg
4. #500 Edouard Nikolaev/Evgeny Yakovlev/Vladimir Rybakov (Kamaz) – a 22min14seg
5. #507 Ayrat Mardeev/Aydar Belyaev/Dmitry Svistunov (Kamaz) – a 24min34seg
6. #508 Arthur Ardavichius/Serge Bruynkens/Michael Huisman (Iveco) – a 27min16seg
7. #518 Aliaksei Vishneuski/Maksim Novikau/Andrei Neviarovich (MAZ) – a 29min23seg
8. #502 Dmitry Sotnikov/Ruslan Akhmadeev/Ilnur Mustafin (Kamaz) – a 32min02seg
9. #532 Martin Soltys/Josef Kalina/Tomas Sikola (Tatra) – a 47min46seg
10. #505 Martin Kolomy/Jiri Stross/Rostislav Plny (Tatra) – a 51min51seg

Classificação geral extra-oficial:

1. Nikolaev/Yakovlev/Rybakov – 34h09min09seg
2. Villagra/Torlaschi/Yacopini – a 24min44seg
3. Viazovich/Haranin/Zhyhulin – a 3h48min30seg (incluindo + 20min de penalização)
4. Van Genutgen/Der Kinderen/Willemsen – a 4h08min54seg
5. Mardeev/Belyaev/Svistunov – a 4h25min40seg
6. Macik/Tomasek/Mrkva – a 5h30min25seg
7. Ardavichius/Bruynkens/Huisman – a 5h33min18seg
8. Sugawara/Takahashi – a 5h55min19seg
9. Sotnikov/Akhmadeev/Mustafin – a 6h05min01seg
10. Huzink/Buursen/Roesink – a 7h20min04seg (incluindo + 1h de penalização)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>