MENU

8 de janeiro de 2018 - 18:33Rali Dakar

Dakar 2018: Al-Attiyah derrota o Dream Team da Peugeot e Peterhansel lidera na geral

2018181257884_P-20180108-00912_news_II

Mostrando força: Nasser Al-Attiyah bateu o exército Peugeot e venceu a 3ª etapa com sua Toyota de tração integral

RIO DE JANEIRO (atualizado terça-feira, 1h05) - Em três etapas nos Carros, duas vitórias da Toyota e uma da Peugeot: o Rali Dakar começa com uma disputa quente entre os construtores e as picapes com tração total buscam recuperar a hegemonia nas dunas peruanas, contra os incríveis buggies da Peugeot com tração em apenas duas rodas. Hoje, o Dream Team francês sofreu uma dura derrota na etapa de Pisco a San Juan de Marcona. Em meio ao trajeto de 296 km no distrito de Ica, Nasser Al-Attiyah arrebentou a bordo do seu Hilux #301 e fez o melhor tempo da 3ª etapa.

Com o navegador Matthieu Baumel refeito de uma intoxicação alimentar, o piloto do Catar fez a marca de 3h09min18seg e superou Stéphane Peterhansel na especial de hoje por pouco mais de quatro minutos. Al-Attiyah também se intromete – junto ao companheiro Giniel De Villiers – entre os pilotos da Peugeot e sobe para a 3ª posição da classificação geral.

Peterhansel ficou também 3min38seg à frente de Despres, que terminou a etapa de hoje em quarto lugar – e com isso, o “Monsieur Dakar” assume a liderança extra-oficialmente pela primeira vez, com vantagem de 3min11seg sobre o companheiro de equipe.

O veterano Carlos Sainz teve seu melhor dia neste início de Rali Dakar, completando a especial na terceira posição, enquanto o multicampeão do WRC Sébastien Loeb figurou em quinto. A sexta posição da 3ª etapa foi do sul-africano De Villiers, seguido por Bernhard Ten Brinke, Martin Prokop, Kuba Przygonski e pelo argentino Lucio Álvarez, que ontem ficou de ponta-cabeça com seu Toyota.

Uma das ótimas surpresas deste Rali Dakar até aqui tem sido a participação do italiano Eugenio Amos, que já disputou o Blancpain Endurance Series. Com um buggy de tração 4×2, o piloto conquistou um excelente 13º lugar nesta segunda-feira – 12º colocado na classificação geral, a 47min12seg da liderança.

Em contrapartida, a equipe X-Raid tem tido um começo a se esquecer. Além do acidente que tirou a dupla Bryce Menzies/Peter Mortensen da disputa, outros dois Mini All4Racing se acharam no meio da especial de domingo e hoje as performances foram medianas: Boris Garafulic, cujo carro foi recuperado, conseguiu a 14ª colocação. Nani Roma (graças a uma capotagem a apenas um quilômetro do término da etapa) e o argentino Orlando Terranova voltaram a perder terreno – mas não pior do que Mikko Hirvonen, que hoje se atrasou duas horas no meio da especial.

O acidente de Roma trouxe consequências mais sérias para o espanhol: com suspeita de trauma na cabeça, embora em nenhum momento tenha perdido a consciência, o piloto da Mini foi retirado da competição por precaução. Após exames preliminares, Nani será transportado para Lima, capital do Peru, para ser melhor avaliado.

O português André Villas-Boas, outra atração do Rali Dakar, segue em frente na sua prova de estreia. Na especial de hoje, foi o 43º colocado e o quinto melhor estreante na categoria. Na geral, o antigo técnico do Tottenham, do Chelsea e do FC do Porto, está em quadragésimo-primeiro, junto ao compatriota Ruben Faria.

E mais um incidente engrossou a lista de abandonos nos carros: a argentina Alicia Reina teve seu veículo destruído por um incêndio. O fogo pegou do nada e o Toyota Hilux da piloto de 44 anos, que disputava seu quinto Rali Dakar, foi totalmente consumido pelas chamas no meio do deserto e da etapa entre Pisco e San Juan de Marcona.

Classificação da etapa #3:
Pisco-San Juan de Marcona
296 km cronometrados – 504 km de percurso

1. #301 Nasser Al-Attiyah/Matthieu Baumel (Toyota) – 3h09min08seg
2. #300 Stéphane Peterhansel/Jean-Paul Cottret (Peugeot) – a 4min05seg
3. #303 Carlos Sainz/Lucas Cruz Senra (Peugeot) – a 6min07seg
4. #308 Cyril Despres/David Castera (Peugeot) – a 7min43seg
5. #306 Sébastien Loeb/Daniel Elena (Peugeot) – a 8min34seg
6. #304 Giniel De Villiers/Dirk Von Zitzewitz (Toyota) – a 10min11seg
7. #309 Bernhard Ten Brinke/Michel Périn (Toyota) – a 18min07seg
8. #311 Martin Prokop/Jan Tomanek (Ford) – a 18min56seg
9. #312 Kuba Przygonski/Tom Colsoul (Mini) – a 22min42seg
10. #318 Lucio Álvarez/Robert Howie (Ford) – a 23min01seg

Classificação geral extra-oficial:

1. Stéphane Peterhansel/Jean-Paul Cottret – 6h34min58seg
2. Cyril Despres/David Castera – a 3min11seg
3. Nasser Al-Attiyah/Matthieu Baumel – a 7min43seg
4. Sébastien Loeb/Daniel Elena – a 10min11seg
5. Giniel De Villiers/Dirk Von Zitzewitz – a 11min23seg
6. Carlos Sainz/Lucas Cruz Senra – a 14min47seg
7. Bernhard Ten Brinke/Michel Périn – a 31min18seg
8. Orlando Terranova/Bernardo Graue – a 35min19seg
9. Martin Prokop/Jan Tomanek – a 38min56seg (incluindo +10min de penalização)
10. Khalid Al Qassimi/Xavier Panseri – a 43min56seg

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>