MENU

15 de janeiro de 2018 - 23:00Rali Dakar

Dakar 2018: brasileiros seguem líderes nos SxS

varela-gugelmin_dk18_danielhalac_060684

No clique de Daniel Halac, os líderes da SxS: tá ficando bom para Reinaldo Varela e Gustavo Gugelmin, que venceram as duas etapas da perna maratona do Rali Dakar em território boliviano

RIO DE JANEIRO - A categoria SxS, em seu segundo ano de desmembramento da classificação geral dos carros vai apresentando um bom índice no Rali Dakar deste ano. Com apenas dois abandonos registrados, proporcionalmente é a que apresenta o melhor índice técnico, em que pese as múltiplas punições e os problemas que atrasaram vários competidores.

Mas os brasileiros Reinaldo Varela e Gustavo Gugelmin não estão nem aí: seguem liderando a classificação geral com o Can-Am #361 e venceram as duas especiais maratona, mostrando a insuspeita resistência da gaiolinha, cuja velocidade neste Rali está limitada até 130 km/h – o que é uma pena, mas por outro lado os acidentes graves vêm sendo evitados por conta dessa restrição.

Ontem, a especial entre Uyuni e Tupiza demorou mais de sete horas e meia para ser cumprida, o que evidencia a dificuldade do roteiro e também da própria competição por conta das dificuldades com o clima e a mudança de piso. E mesmo com uma penalização de 12 minutos aplicada pelo ASO, Reinaldo e Gustavo caminham para o segundo título consecutivo de duplas do país na categoria dos UTVs. A vantagem dos dois para os peruanos Juan Carlos Uribe Ramos e Juan Uribe Godoy já superou uma hora e meia.

José Jorge Sawaya/Marcelo Haseyama seguem adiante – mesmo em último na geral. Após as penalizações e os atrasos, a dupla estreante já se encontra com o incrível tempo de 118h01min46seg, mais de 77h (equivalente a três dias e mais cinco horas) atrás dos compatriotas na soma dos tempos.

Classificação geral extra-oficial:

1. Reinaldo Varela/Gustavo Gugelmin – 40h15min31seg (incluindo +12min de penalização)
2. Juan Carlos Uribe Ramos/Juan Uribe Godoy – a 1h34min31seg (incluindo + 5min30seg de penalização)
3. Patrice Garrouste/Steven Griener – a 2h32min27seg
4. Anibal Alliaga/Juan Pedro Cilloniz – a 7h25min08seg
5. Claude Fournier/Szymon Gospodarczyk – a 7h39min23seg
6. Jose Luis Pena Campo/Rafael Tornabell Cordoba – a 8h10min50seg
7. Camelia Liparoti/Angelo Montico – a 19h15min34seg (incluindo +1h40min de penalização)
8. Leo Larrauri/Fernando Imperatrice – a 47h13min43seg (incluindo +22h04min de penalização)
9. José Jorge Sawaya/Marcelo Haseyama – a 77h46min15seg (incluindo +38h20min de penalização)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>