MENU

11 de janeiro de 2018 - 16:55Rali Dakar

Dakar 2018: em especial encurtada, Meo vence e Benavides assume liderança geral

1192376

Seis etapas disputadas, quatro pilotos diferentes no comando entre os motociclistas: agora a liderança é do argentino Kevin Benavides, da Honda. Mas a disputa está muito longe de estar terminada…

RIO DE JANEIRO - A primeira semana do Rali Dakar praticamente chega ao fim – amanhã é o Rest Day em La Paz – e a quinta-feira teve uma especial encurtada para os motociclistas. O primeiro trecho foi suprimido e a etapa começou a partir do quarto waypoint, por volta de 12h30 locais (15h30 de Brasília). Com isso, os competidores em duas rodas – e também de quadriciclos – tiveram apenas 194 km para percorrer ao invés dos 313 km anteriormente previstos entre Arequipa e a capital boliviana, num total de 760 km ao longo do dia.

Foi uma etapa com surpresas. A começar por Xavier De Soultrait liderando desde o início com os melhores tempos com sua Yamaha Super Production. Mas foi outro francês que se sobressaiu ao final da especial. Antoine Meo (KTM) foi o melhor do dia com o tempo de 1h54min10seg.

As diferenças foram pequenas e qualquer tipo de erro poderia ser fatal para os competidores. Como mostraram Adrien Van Beveren, da Yamaha, e o vencedor de ontem, Joan Barreda Bort. O espanhol da Honda ficou para trás logo no início da etapa. Chegou a cair para a 20ª colocação e se recuperou para chegar em décimo-primeiro. Van Beveren, que largou hoje como o líder da classificação geral, também perdeu terreno. Ficou a 3min27seg do compatriota Meo e foi apenas o décimo hoje.

Assim, o argentino Kevin Benavides (Honda), que não cometeu nenhum erro e perdeu apenas 30 segundos para o vencedor do dia, fez história: em 40 edições, ele se torna o primeiro piloto argentino a liderar o Rali Dakar na classificação geral entre os motociclistas. Um presente atrasado em 48 horas para o piloto que completou 29 anos na última terça-feira. Mas a vantagem está longe de ser tranquila: menos de dois minutos o separam de Adrien Van Beveren, enquanto o austríaco Matthias Walkner (KTM) segue em 3º lugar a apenas dois minutinhos da ponta.

Essa foi uma etapa repleta de outsiders no top 10, a começar pelo argentino Diego Duplessis (Honda), que vinha em 25º na classificação geral. Com o quarto lugar de hoje, ele subiu duas posições na soma dos tempos. O espanhol Daniel Oliveras Carreras (KTM) chegou pela segunda vez entre os dez melhores numa etapa – agora em 19º na geral, o piloto foi quinto na 6ª etapa. E o boliviano Daniel Nosiglia Jager (KTM), que vem um pouco mais à frente na classificação, com o 14º posto, completou hoje em sétimo.

Classificação da etapa #6:
Arequipa-La Paz
194 km cronometrados (modificada) – 760 km de percurso

1. #19 Antoine Meo (KTM) – 1h54min10seg
2. #47 Kevin Benavides (Honda) – a 30seg
3. #8 Toby Price (KTM) – a 30seg
4. #27 Diego Martin Duplessis (Honda) – a 1min13seg
5. #29 Daniel Oliveras Carreras (KTM) – a 1min55seg
6. #10 Pablo Quintanilla (Husqvarna) – a 2min
7. #33 Daniel Nosiglia Jager (KTM) – a 2min13seg
8. #2 Matthias Walkner (KTM) – a 3min06seg
9. #23 Xavier De Soultrait (Yamaha) – a 3min12seg
10. #4 Adrien Van Beveren (Yamaha) – a 3min27seg

Classificação geral extra-oficial:

1. Kevin Benavides – 16h33min20seg
2. Adrien Van Beveren – a 1min57seg
3. Matthias Walkner – a 2min50seg
4. Xavier De Soultrait – a 9min24seg
5. Joan Barreda Bort – a 9min33seg
6. Toby Price – a 9min39seg
7. Antoine Meo – a 10min42seg
8. Pablo Quintanilla – a 16min42seg
9. Gerard Farres Guell – a 18min08seg
10. Stefan Svitko – a 29min11seg

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>