MENU

20 de janeiro de 2018 - 01:54Rali Dakar

Dakar 2018: Varela e Gugelmin a 120 km da taça

pdt_img_163289

Na lente do monstro José Mário Dias, o UTV Can-Am de Reinaldo Varela e Gustavo Gugelmin, a poucos quilômetros do título no Rali Dakar 2018

RIO DE JANEIRO - O grande dia está pra chegar: depois de duas semanas, valeu a espera de Reinaldo Varela e Gustavo Gugelmin. É só a dupla brasileira levar na maciota a última especial de 120 km cronometrados neste sábado, que o país conquista mais um título no Rali Dakar – e logo um bicampeonato, na recém-criada categoria dos UTVs, agora rebatizada de Side by Side (SxS). Cem por cento de aproveitamento… é mole?

Difícil acreditar no improvável, mas o francês Patrice Garrouste e seu navegador, o suíço Simon Griener, seguem lutando contra as possibilidades que apontam para o título da dupla do Can-Am #356. O Polaris #361 venceu sua quinta especial neste Rali Dakar, desta vez com o tempo de 6h29min40seg.

Mas Varela e Gugelmin não deixaram os rivais abrir muita diferença. No primeiro trecho da especial de 369 km, apenas 36 segundos separavam os dois veículos. Na parte final, Garrouste conseguiu ampliar a vantagem e chegou 9min59seg à frente. O que faz a vantagem dos líderes na geral cair para 53min28seg.

E ainda há luta na categoria, pelo último lugar no pódio. Os “sobreviventes” Claude Fournier/Szymon Gospodarczyk ainda terão trabalho com os espanhóis Jose Luis Pena Campo/Rafael Tornabell Cordoba: a diferença entre as duplas é de apenas 3min49seg e os novatos tudo farão para reverter a situação.

Na dianteira, esperamos que amanhã seja o dia da consagração de Varela e Gugelmin.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>