MENU

3 de fevereiro de 2018 - 11:29Asian Le Mans Series

Eurasia surpreende e leva a pole na última do AsLMS

MOTORSPORT : ASIAN LE MANS SERIES - SEPANG (MAL) ROUND 4 02/2-4/2018

Positivo: Scott Andrews (esquerda), Nabil Jeffri e Marko Asmer comemoram a pole da Eurasia em Sepang (Foto: Vision Sport Agency)

RIO DE JANEIRO - O fim de semana não está restrito apenas e tão somente à Fórmula E em Santiago do Chile ou às 12h de Bathurst, na Austrália. A temporada 2017/18 do Asian Le Mans Series termina neste domingo com a disputa das 4h de Sepang, na Malásia. E assim serão definidos os últimos competidores com entradas automáticas para as 24h de Le Mans em junho próximo.

São três vagas em jogo, para os times campeões da LMP2, LMP3 e Grã-Turismo. Estes últimos têm opções de ir para LMP2 ou LMGTE-PRO (LMP3) e LMGTE-PRO ou LMGTE-AM (GT). Dependendo de quem ganhe os convites, a quase certeza é que as escolhas devem ser LMP2 e LMGTE-AM, respectivamente.

Praticamente fora da jogada, a Eurasia – ausente da etapa anterior em Buriram – surpreendeu e levou a última pole do ano, com o antigo piloto de GP2 Series e Fórmula 2 Nabil Jeffri cravando a melhor volta do carro #33, que dividirá com Marko Asmer e Scott Andrews. Com 1’55″424, ele superou por 0″457 o brasileiro Pipo Derani, mais uma vez muito rápido com o Ligier #37 da BBT – equipe que, independentemente da vaga automática, deve tentar uma participação em Sarthe neste ano.

A Jackie Chan DCR Jota, favorita ao título, já que lidera a competição, monopoliza a segunda fila do grid – mais uma vez com apenas 15 carros inscritos. Harrison Newey/Stéphane Richelmi/Thomas Laurent têm 70 pontos na classificação, dezoito a mais que Derani e seus parceiros Anthony Liu Xu e Davide Rizzo. Só um desastre completo evita a conquista da trinca do carro #7. O time do ator Jackie Chan e do piloto David Cheng já tem direito a uma vaga em Sarthe por conta da vitória na LMP2, ano passado.

Na LMP3, Josh Burdon liderou o treino classificatório para levar o #18 da KCMG à terceira pole em quatro provas. O piloto que corre com bandeira de Taiwan marcou o tempo de 1’58″552, seis décimos mais rápido que o #65 da Viper Niza Racing.

Mas a disputa ainda está em aberto, porque o #6 da Jackie Chan DCR Jota larga em 3º e pode ainda ser campeão. Patrick Byrne e Guy Cosmo têm 52 pontos, enquanto Burdon e seus parceiros Neric Wei e Louis Prette somam 54, já somado o ponto extra da pole na Malásia.

Entre os Grã-Turismo, Jesse Krohn levou a BMW do FIST Team AAI ao melhor tempo do grid – 2’02″601, 0″229 mais veloz que o Audi da TianShi, que tem neste fim de semana o reforço de Mitchell Gilbert, um dos destaques da última temporada do Blancpain GT Series Asia. Krohn, ao lado de Chaz Mostert (ausente neste fim de semana, pois está em Bathurst) e Jun San Chen, lidera o campeonato com 69 pontos.

Mas tudo indica que se o FIST Team AAI conquistar a vaga direta para as 24h de Le Mans, certamente irão alinhar uma Ferrari 488.

O calendário da temporada 2018/19 foi divulgado também neste fim de semana, com uma novidade: a pista de Xangai substitui Zhuhai como palco da prova de abertura, marcada para 25 de novembro. Depois, Fuji (9 de dezembro) será novamente a 2ª etapa, seguida por Buriram (12 de janeiro de 2019) e Sepang (24 de fevereiro).

A categoria seguirá oferecendo vagas diretas para as 24h de Le Mans, na mesma proporção que nesta temporada. Os campeões das divisões LMP2, LMP3 e GT terão direito a convites de acordo com os critérios pré-estabelecidos pelo ACO. O contrato com a Michelin para o fornecimento de pneus também foi renovado para as próximas três temporadas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>