MENU

15 de fevereiro de 2018 - 18:16IMSA Weather Tech SportsCar Championship

IMSA, Winter Test: 35 carros em Sebring

VSA_IMSA_SEB17_SP1_2116-696x464

RIO DE JANEIRO - A partir da próxima semana, a IMSA promove um ensaio oficial para as 12h de Sebring, segunda etapa do Weather Tech SportsCar Championship. O Winter Test promovido no Sebring International Raceway é uma herança dos treinos por lá realizados na época do extinto American Le Mans Series. E desta vez, os organizadores conseguiram reunir um plantel bem expressivo para os ensaios visando a corrida de 17 de março próximo.

Serão trinta e cinco os bólidos inscritos nas três categorias do Endurance estadunidense. Nove equipes, num total de 13 carros, vão trabalhar na classe Prototype – entre elas a United Autosport, que confirmou presença em todas as provas do Tequila Patrón North American Endurance Cup. O brasileiro Bruno Senna vai disputar a clássica prova com o carro #32, o mesmo de Daytona, que terá ainda Paul Di Resta – confirmado hoje pela equipe – e o jovem Phil Hanson.

A expectativa inicial é de que dos 20 carros que disputaram a prova inaugural em Daytona estejam dezessete deles na 2ª etapa do campeonato. Nenhum sinal da D3 + Transformers, que anunciara seus planos na Petit Le Mans e até agora não deu as caras. Vencedora da primeira prova em dobradinha, a Action Express leva seus dois Cadillac para o teste. Christian Fittipaldi e Felipe Nasr estão escalados. Pipo Derani também, no #22 da equipe Tequila Patrón, assim como Hélio Castroneves, que defende a Penske.

De acordo com o novo BoP da classe, uma das mudanças prevista para o Winter Test é na capacidade do tanque de combustível dos protótipos Acura ARX-05 DPi, que sofre uma redução e baixa de 80 para 77 litros. Outras modificações deverão ser introduzidas visando as 12h de Sebring com a coleta dos dados e a análise da performance das equipes nesse treino oficial.

Na parte de aerodinâmica, foram autorizadas mudanças na altura da cauda traseira do Acura, do Nissan Onroak DPi e do Mazda RT24-P DPi, bem como no ângulo máximo das asas traseiras e suas respectivas Gurney Flaps, inclusive dos Cadillac DPi-V.R.

A GTLM terá oito dos nove carros que disputaram a corrida inaugural – a única exceção é o Corvette #3, que não será visto em Sebring. Apenas Oliver Gavin, Tommy Milner e Marcel Fässler vão trabalhar com os bólidos amarelos. A BMW escalou Colton Herta nos dois M8 GTE, enquanto Toni Vilander vai trabalhar sozinho na Risi Competizione. Campeã em Daytona, a Ford vai com força total e três pilotos em cada um de seus Ford EcoBoost GT. Já a Porsche trabalhará com seus dois carros e apenas quatro pilotos.

A nova Bimmer e o Porsche 911 RSR GTE terão aumento do tanque de gasolina em 2 litros, passando para 95 e 94 litros, respectivamente. Em contrapartida, o Ford GT terá um decréscimo de 2 litros, baixando para 89 a capacidade limite dos seus reservatórios a partir do Winter Test. Também foram promovidas mudanças no boost do turbo da M8 GTE nas seguintes faixas: 2500 a 3000 rpm, 4000 rpm e 5000 a 7500 rpm.

Dez escuderias e 13 carros vão compor o plantel da divisão GTD no Winter Test, com muitas mudanças no BoP dos carros da categoria. Começando pelo peso das Mercedes-AMG GT3, que finalmente sofre um decréscimo: serão cinco quilos a menos no peso mínimo do conjunto, o que ajuda no desgaste dos pneus, que sofrerão menos. O carro também perde 1mm no restritor do motor, que funcionará menos estrangulado, assim como a altura mínima em relação ao solo sofre um acréscimo de 5mm. A Mercedes perde também 2 litros no reservatório de combustível, baixando para 99 litros.

Outros carros com reservatórios reduzidos para o Winter Test serão o Lexus (98 litros) e a Ferrari (90 litros), ambos com diminuição de 2 litros. Os demais ganham litros a mais de gasolina: Acura vai para 107 litros (dois a mais), Audi para 94 litros (três a mais), BMW para 108 litros (três a mais) e Lamborghini para 95 litros (três a mais). Dos carros presentes em Daytona, só o Porsche 911 GT3-R vai sem alterações para os treinos em Sebring.

Entre as caras novas, o italiano Alessio Picariello vai treinar com a Montaplast by Land Motorsport, junto a Sheldon Van der Linde e Christopher Mies. A Mercedes da SunEnergy1 Racing contará com a colaboração de Jeroen Bleekemolen, já que Ben Keating não participa dos testes com a #33. Tim Pappas vai dividir o Porsche da Park Place com Patrick Lindsey e Jörg Bergmeister, que disputarão juntos o WEC pela equipe Project 1 Racing na LMGTE-AM.

A lista para o Winter Test está aqui.

1 comentário

  1. Levi disse:

    Não entendi esse BoP na DPi. A Cadillac dominou a prova mas a Acura foi bastante prejudicada com essa redução do tanque de combustível.

    Eu teria colocado no motor GM do Cadillac um restritor do tamanho de um outdoor e uns 100 kg a mais de peso hahaha

    O ajuste da curva de torque do M8 é uma faca de dois gumes para a BMW… Em Daytona era nítido que faltava velocidade em reta, mas tem que ver se o motor aguenta. Essa unidade (S63B44) é um bom motor, resistente, já ganhou Spa inclusive, mas é inegável que maior pressão gera maior risco de quebra, muito embora na GTLM esses motores sejam restritos em comparação com os motores de rua. O M8 se não me engano será vendido ao público com mais de 600 cv só que na GTLM ele é restrito a uns 500, eu acho. De todo modo, será possível andar mais forte por mais tempo com o tanque maior.

    O Ford GT teve o seu tanque reduzido de forma mais do que justa. O domínio deles em Daytona foi absurdo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>