MENU

23 de março de 2018 - 11:0624 Horas de Le Mans

Mais dois brasileiros a caminho de Le Mans 2018

2016 - IMSA - Roar Before the Rolex 24

Daniel Serra: da Aston Martin para a Ferrari em Sarthe. E no carro dos atuais campeões mundiais de Grã-Turismo no WEC. Que responsa…

RIO DE JANEIRO (Feras!) - Indiscrição do Italiaracing.net aponta que dois brasileiros de altíssimo gabarito devem ser recrutados para a disputa da 86ª edição das 24h de Le Mans, em junho deste ano, pela equipe AF Corse – representante oficial da Ferrari no FIA WEC entre os modelos LMGTE-PRO.

Campeão da prova ano passado pela Aston Martin na principal categoria de Grã-Turismo (em sua estreia, é sempre bom lembrar) e atual número #1 da Stock Car, Daniel Serra deve ser confirmado a bordo para sua segunda aparição em Sarthe.

E logo no carro #51, dos atuais donos do título no WEC em sua categoria: Ale Pier Guidi e James Calado.

foto

O talentoso Pipo Derani deve ser uma das escolhas para o carro extra da equipe AF Corse em Le Mans, informa o site Italiaracing.net

Derani está a caminho de sua quarta participação nas 24 Horas de Le Mans – quarta com equipes diferentes, após defender a G-Drive Racing em seu ano de estreia na prova, a Tequila Patrón ESM em 2016 e a Ford Chip Ganassi Racing ano passado, deixando inclusive uma impressão monstruosa na equipe, contudo incapaz de fazê-lo ser mantido para este ano.

Tem nada não: a AF Corse tem tudo para chamar Pipo e o bicampeão recente das 12h de Sebring deve compor uma trinca no carro #52, a inscrição extra do time italiano, junto a Toni Vilander e ao estreante Antonio Giovinazzi.

No #71, que também competirá na Super Season do WEC, estarão Sam Bird e Davide Rigon, ao lado do espanhol Miguel Molina.

Com essa situação encaminhada, o plantel de brasileiros aumentará para sete na edição deste ano em Le Mans, quase igualando os oito do ano passado. A saber: Bruno Senna (LMP1); André Negrão e Fernando Rees (LMP2); Pipo Derani, Daniel Serra, Augusto Farfus e Tony Kanaan (LMGTE-PRO).

Que time, meus amigos. Que time!

3 comentários

  1. Luis Felipe Bezerra disse:

    Rodrigo,

    O Serrinha, mesmo este carro sendo GTLM, sempre teve uma mão com estes carros da Ferrari. Me lembro quando corria contra nos na Ferrari do Chico Longo, que ele sentava e colocava um segundo no resto do grid (certo que o BOP era favorável pra Ferrari naquela época) e sem contar que as duas poles que ele fez este ano no IMSA. Pelo menos em Le Mans ele não vai ter braços duros como companheiros.

  2. Fernando Silva disse:

    Nunca entendi porque a Chip Ganassi não manteve o Pipo Derani no programa do WEC…com ele no #67, venceram Silverstone, chegaram em segundo em Sarthe com uma atuação monstruosa dele, disparado o melhor piloto do carro…depois ele deixou a equipe, em que posição o #67 terminou o campeonato mesmo??
    Digo mais: Quero ver a cara do Mr Chip Ganassi caso ele vença na classe com o carro que é o grande arqui rival de seus Ford GT…
    E se a AF Corse está recrutando mesmo numa paulada só o Serrinha (sempre foi monstro guiando Ferrari) e o Derani, fica claro que eles vem para engolir o resto e vencer Le Mans…podem apostar.

  3. Celso Gomes disse:

    Apesar de ser um excelente carro e poder ganhar em sua classe, a GTLM PRO, preferia ver o Pipo, no mínimo em um LMP2 de ponta, de uma Jackie Chan DC Racing por exemplo. Ou até num dos novos LMP1 não híbrido. Quanto mais perto dos protótipos, melhor para ele. Ele dá show de velocidade e consistência. Esse precisa virar Platinum o mais rápido possível.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>