MENU

5 de março de 2018 - 15:24Mundial de Endurance

Pietro no WEC

Pietro_Fittipaldi_WEC_Bahrain_2017_Rookie_Test

No fim do ano passado, Pietro treinou com o Porsche 919 Hybrid. E neste ano, vai poder conduzir o protótipo BR01 Gibson da DragonSpeed em duas etapas do Mundial de Endurance, substituindo Renger Van der Zande em Spa e Fuji

RIO DE JANEIRO (atualizado às 22h50) - A equipe DragonSpeed, de Elton Julian, já definiu quem substituirá o holandês Renger Van der Zande nas duas provas do WEC que casam com o IMSA Weather Tech SportsCar Championship: o brasileiro Pietro Fittipaldi, que testou no Bahrein o Porsche 919 Hybrid como prêmio pelo título da extinta World Series Fórmula V8, foi o escolhido.

Aos 21 anos, o neto do bicampeão de Fórmula 1 e das 500 Milhas de Indianápolis, Emerson Fittipaldi, fará companhia a Bruno Senna como piloto da classe LMP1 nesses eventos em que Van der Zande não poderá competir. Pietro, que também estará em temporada parcial na Fórmula Indy, defendendo a Dale Coyne, será o companheiro do britânico Ben Hanley e do sueco-estadunidense Henrik Hedman.

Contudo, Fittipaldi não estará no Prólogo do WEC em Paul Ricard, já que no mesmo fim de semana fará sua estreia na Indy em Phoenix (ou melhor, no ISM Raceway). A DragonSpeed, que alinhará um protótipo BR01 construído com base no chassi Dallara LMP2, dotado de motor Gibson V8, não informou ainda quando e onde Pietro tomará contato com o protótipo em treinos de preparação para ‘domar’ a nova máquina.

“No fim das contas, decidimos por alguém da nova geração”, avaliou o Team Principal Elton Julian. Você não consegue encontrar alguém com sangue jovem melhor que o Pietro. Ele vai mandar bem”, garante. “Avaliamos diversas opções, o que incluiu vencedores de Le Mans e campeões do WEC, em busca do piloto certo”, finalizou Elton.

“Fico feliz e animado por essa oportunidade”, exulta Pietro Fittipaldi. “É uma equipe que já conquistou títulos e tem experiência no Endurance”, disse o piloto.

Então, em pelo menos três dos cinco eventos de 2018 do Mundial de Endurance, teremos cinco brasileiros – já que Pietro estará nessas provas supracitadas e Tony Kanaan foi recém-confirmado pela Ganassi nas 24h de Le Mans num dos Ford GT EcoBoost do WEC.

3 comentários

  1. Fernando Silva disse:

    Pietro ainda não me convence pelas oscilações ano passado e se sagrou campão na V8 World Series mais pelo (aparente) baixo nível técnico dos oponentes do que por seu talento…mas de qualquer forma, se mostra bom garoto e tem mais uma porta aberta – e numa senhora categoria – para mostrar suas habilidades. Que aproveite!!

  2. Renato Contin disse:

    Nao existe plano de alguma TV brasileira se dignar a passar o Supercars australiano???

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>