MENU

14 de abril de 2018 - 10:02European Le Mans Series

Chatin surpreende e fatura primeira pole do ELMS

Chatin-Pole

Belo trabalho de Paul-Loup Chatin no treino oficial, premiado com a pole position para as 4h de Le Castellet. O blog terá o streaming da disputa a partir das 7h da manhã de domingo

RIO DE JANEIRO - Festa francesa em Paul Ricard. Uma equipe da casa e um piloto idem conquistaram a pole position para as 4h de Le Castellet, etapa de abertura da temporada 2018 do European Le Mans Series. E nos boxes da IDEC Sport Racing, a celebração foi ainda maior.

É que Paul-Loup Chatin, a bordo do carro #28 da equipe coordenada por Nicolas Minassian, foi o mais veloz nos 10 minutos de classificação – que na verdade foram menos do que isso, porque houve uma bandeira vermelha em razão de problemas no Ligier de Bruno Senna, que está escalado para esta corrida pela United Autosports.

Mesmo com a interferência da direção de prova, comandada por Eduardo Freitas, Chatin fez muito bem o seu trabalho. Sentou a bota e foi 0″444 mais rápido que o segundo colocado. Fez 1’41″194 e assegurou a posição de honra, deixando o compatriota Matthieu Vaxivière em segundo, com o #33 da TDS Racing, equipe do WEC.

Com pouco tempo de pista disponível – afora o tráfego de 19 carros da classe, alguns pilotos não conseguiram encaixar boas voltas. Outros deram sorte: Ben Hanley foi um deles, conquistando a 3ª posição, seguido por Norman Nato, pela estreante Racing Engineering. A Duqueine também conseguiu um resultado expressivo em seu primeiro treino oficial como equipe LMP2, graças a Nelson Panciatici.

Harrison Newey ficou com o sexto lugar a bordo do Oreca da APR-Rebellion Racing, seguido por Will Stevens no melhor dos Ligier, pelo brasileiro André Negrão e por Egor Orudzhev e Henrique Chaves, ambos a bordo do modelo Dallara. Já Bruno Senna ficou muito lento na pista com seu carro e, além da bandeira vermelha, ainda teve que voltar aos boxes para tentar sanar a falha. Pelo visto, não conseguiram, pois o carro #22 ficou apenas em 17º lugar.

Na LMP3, o treino foi muito disputado e em algum momento pelo menos quatro carros diferentes estiveram na posição de honra da categoria, que tem 18 inscritos. Após a bandeira quadriculada, a liderança mudou três vezes de mãos e acabou mesmo com a equipe M.Racing-YMR, com David Droux fazendo as honras para o time do veterano Yvan Muller.

O piloto suíço superou o segundo colocado Matthieu Lahaye por 0″061 – e a diferença seria até menor, se o holandês Job Van Uitert, autor do segundo tempo, não tivesse perdido sua melhor volta por exceder o limite do traçado. O piloto da RLR MSport acabou mesmo com o quarto posto do grid na divisão, já que o terceiro lugar foi herdado por Alexander Toril, da DKR Engineering.

Entre os LMGTE, Matteo Cairoli superou uma infecção daquelas bem brabas para classificar o Porsche 911 RSR GTE da Proton Competition na pole dos Grã-Turismo, com a marca de 1’53″377, superando o #86 do britânico Ben Barker. Miguel Molina classificou a melhor Ferrari em terceiro na classe e o aniversariante do dia, Dennis Olsen, ainda fez um esforço para pôr o segundo Porsche da Proton entre os quatro mais rápidos.

Amanhã o blog terá o vídeo ao vivo com as 4h de Le Castellet, a partir de 7h da manhã, pelo horário de Brasília.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>