MENU

25 de abril de 2018 - 02:02Automobilismo Nacional, Endurance

Endurance Brasil: finalmente os trabalhos começam em Curitiba

19956035_1511311135557235_2565225138360581580_o

Expectativa é de um grid numeroso na primeira prova do Endurance Brasil válida pelo Campeonato Brasileiro, neste sábado, em Curitiba

RIO DE JANEIRO - Após o adiamento da etapa de abertura do Endurance Brasil e a posterior mudança do local de abertura de Tarumã para Curitiba, a primeira etapa do Campeonato Brasileiro de Resistência finalmente vai começar. Neste sábado, a partir de 14h, teremos uma prova com duração de quatro horas e 500 km de percurso, abrindo uma temporada que traz muitas novidades.

A começar pela vinda de diversos novos carros vindos do exterior. Destaco a vinda de um Lamborghini Huracán através da Via Itália, importadora dos modelos da marca de Sant’Agata para o país, que terá a bordo do novo bólido do Endurance Brasil a dupla formada por Chico Longo e pelo atual campeão das 24h de Le Mans e da Stock Car Daniel Serra. Os testes em Interlagos foram muito positivos e a equipe vai para a primeira prova entre as naturais favoritas.

Xandy e Xandinho Negrão também voltam a correr juntos por aqui após um longo período. Eles trazem dos EUA a Mercedes-AMG GT3 com que competiram em algumas corridas do SprintX ano passado no Pirelli World Challenge. O running do carro alemão será feito pela Scuderia 111, equipe que disputou a Stock Car brasileira por vários anos e tem o comando de Carlos Chiarelli, que há um ano e meio trabalha para os Negrão.

Outra novidade é a chegada do Audi RS3 LMS TCR importado por Henry Visconde para a disputa do campeonato de 2018. O bólido obedece ao regulamento da categoria, com motores 2 litros turbo, potência de 350 cavalos e rodas aro 18, mas aqui poderá andar sem muita restrição.

Tanto o Lambo quanto a Mercedes andarão na subclasse GT3, agora exclusiva dos carros Grã-Turismo construídos a partir de 2008, bem como os Stock Car com livre preparação. O Audi está enquadrado na classe GT4 e tomara que venham outros TCR, já que esse tipo de carro é bem aceito em várias categorias como o Continental Tire SportsCar Challenge, a 24h Series e o Pirelli World Challenge.

Campeão do Endurance Brasil em 2017, o Porsche da Stuttgart Sportcar estará mais uma vez presente com Marcel Visconde e, muito provavelmente, Ricardo Maurício. O carro do construtor alemão também estará na subclasse GT3, brigando também pela vitória na classificação geral.

A estimativa é que o grid para a abertura da temporada seja superior a 30 carros, divididos nas cinco subcategorias pré-determinadas. A divisão P1 é a mais numerosa de acordo com as previsões, com 12 possíveis inscritos e a estreia de dois novos protótipos AJR, construídos por Juliano Moro para a equipe CKR de Carlos Kray e também para Emílio Padron – o primeiro carro, aquele do ano passado, foi entregue à família Scheer.

O bólido começou com motor Honda Turbo, quebrando muito e depois, quando foi montado nele um motor de Stock Car, simplesmente barbarizou. Quebrou com Juliano Moro o recorde da pista de Tarumã e venceu a última etapa da temporada.

Quem por enquanto está fora é o Sigma: o inovador protótipo construído por Pedro Fetter e Evandro Flesch na cidade de Araricá, na região gaúcha conhecida como Vale dos Sinos, ainda está em desenvolvimento. Fez um treino de luxo em dezembro nas 12h de Tarumã, mas o carro com motor Audi V8 4,2 litros Turbo – que não tem câmbio (isso mesmo!) – não vai à Curitiba, podendo aparecer para a 2ª etapa em Interlagos, no mês de junho.

Nos protótipos de menor cilindrada, a novidade é a possível estreia de um Radical com motor Suzuki Hayabusa  1.340cc para Matheus e Renato Stumpf, que terão boa concorrência pela vitória na subclasse P2. Além de Mercedes-AMG, Lamborghini Huracán e Porsche, está confirmada a presença da Ferrari de Peter Ferter/Ricardo Mendes, que estrearam com o carro em Guaporé, no Regional Gaúcho.

Os irmãos Wagner e Fábio Ebrahim vão levar seu Audi R8 LMS e  há a possibilidade também de mais um Lamborghini, só que do modelo antigo, o Gallardo. O Aston Martin Vantage V’12 GT3 do Arthur Caleffi era dado como ausente, mas foi embarcado para Curitiba. Cláudio Ricci é quem estará a bordo do carro inscrito com o numeral #53.

Previsão de inscritos para a 1ª etapa (sujeita a atualizações):

Classe P1

#5 Tiel Andrade/Júlio Martini
Protótipo MC Tubarão IX Ford Duratec Turbo

#18 Fernando Poeta/Beto Giacomello/Cláudio Ricci
MCR Grand-Am Lamborghini V10

#25 Ney Faustini/Neyzinho Faustini
Protótipo GeeBee R1 Chevrolet V8

#26 Oswaldo Scheer/Juliano Moro/Eduardo Scheer
Protótipo AJR Chevrolet V8

#35 Jair Bana/Duda Bana
Protótipo Predador Audi Turbo

#37 Stuart Turvey/Thiago Riberi
Protótipo Scorpion Suzuki Hayabusa Turbo

#65 Nílson Cintra Ribeiro/José Roberto Ribeiro
Protótipo MRX Ford Duratec

#71 Ian Jepsen Ely/Daniel Claudino
Protótipo MCR Volkswagen AP 8V Turbo

#80 Alexandre Finardi/Marcelo Campagnolo
Protótipo MRX Nissan V6

#88 Carlos Kray/David Muffato/Vicente Orige
Protótipo AJR Chevrolet V8

#117 Henrique Assunção/Emílio Padron/Fernando Ohashi/Fernando Fortes
Protótipo AJR Chevrolet V8

#146 Marcelo Karam/José Córdova/Robbi Perez
Protótipo MCR Audi Turbo

Classe P2

#3 Cali Crestani/Fernando Stédile
Protótipo Tornado Suzuki Hayabusa

#32 Mauro Kern/Paulo Souza
Protótipo MRX Tubarão Ford Duratec 16V

#44 Machão Cardoso/Rubem Ghisleni
Protótipo MRX Ford Duratec 16V

#72 Carlos Antunes/Yuri Antunes/Roberto Dal Pont
Protótipo MRX Opel 16V

#75 Henrique Assunção/Fernando Ohashi/Fernando Fortes/Emílio Padron
Protótipo MRX Cosworth 16V

#89 Matheus Stumpf/Renato Stumpf
Protótipo Radical Suzuki Hayabusa 16V

Classe P3

#40 Diego Pardo/Admir Pardo
Aldee RTT Volkswagen 2.0 8V

#43 Gustavo Tomazini/Gustavo Frey
Protótipo MRX Volkswagen 8V

#56 Gustavo Simon/Rafael Simon
Protótipo MRX Volkswagen 8V

#74 José Tinoco Soares/E. Colamarino/Vander Penques
Protótipo Spyder Volkswagen 8V

#76 Ricardo Furquim/J. Magalhães/J.P. Magalhães
Protótipo Spyder Volkswagen 8V

#77 Alejandro Cignetti/a definir
Protótipo MCR Volkswagen 8V

#131 Rodrigo Bonora/Carlos Brockveld/Ricardo Holtiman
Protótipo Spyder Volkswagen 8V

#151 Sérgio Pistilli/Walter Pinheiro
Protótipo Spyder Volkswagen 8V

Classe GT3

#9 Xandy Negrão/Xandinho Negrão
Mercedes-AMG GT3

#19 Chico Longo/Daniel Serra
Lamborghini Huracán GT3

#20 Fábio Ebrahim/Wagner Ebrahim
Audi R8 LMS

#53 Arthur Caleffi/Cláudio Ricci
Aston Martin Vantage V12 GT3

#70 Marcel Visconde/Ricardo Maurício
Porsche 911 GT3-R

#155 Peter Ferter/Ricardo Mendes
Ferrari 458 GTE

Classe GT4

#10 Pierre Ventura/Telmo Tecchio/Amorim Jr.
Lamborghini Gallardo LP520

#64 Guilherme Ribas/Sérgio Ribas/Henry Visconde
BMW M3 GTR

11 comentários

  1. Gustavo disse:

    E teremos transmissão ao vivo pelo Youtube, correto?!
    = – )

  2. sergio Pacheco disse:

    Excelente categoria mas tenho receio que a chegada de muitos carros de fora e com o poderio econômico de algumas equipes do centro do país se apague o esforço do pessoal do sul que produz seus próprios carros e que originaram o campeonato como ocorreu ano passado com o porche que dominou a competição.Espero estar errado e sigo torcendo pelo sucesso da categoria.Abraços.

    • Rodrigo Mattar disse:

      Realmente isso é uma faca de dois gumes. Tanto pode consagrar o campeonato como atrapalhar. Saberemos ao longo do ano.

    • Seb disse:

      Temos os AJR como o carro a manter as origens do campeonato vivas e possibilitar ao pessoal do sul e todo o Brasil andar na frente de qualquer GT3 com 1/4 do orçamento.
      Um protótipo moderno da volta em GT3 e o AJR ta aí pra fazer justiça a classe, o desempenho na última prova em Tarumã prova isso.

  3. Felipe Fugazi disse:

    1) Carro de corrida sem câmbio?
    Como esse negócio funciona?
    Deve ser a sensação mais próxima de ser lançado de um porta aviões…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>