MENU

17 de abril de 2018 - 10:34Pirelli World Challenge

PWC: retorno vitorioso de Mancinelli

TR3-Ferrari-Mancinelli-2018-PWC-Long-Beach

RIO DE JANEIRO - Após não participar da rodada dupla de St. Pete em protesto contra a equalização de performance para a primeira prova, além da ausência na etapa do SprintX em Austin, Daniel Mancinelli regressou com a TR3 Racing ao Pirelli World Challenge no último fim de semana, em Long Beach, numa das preliminares da Fórmula Indy. E o italiano voltou à competição com estilo.

Numa disputa eletrizante a poucos minutos do final, depois que a Mercedes-AMG de Daniel Morad, segundo no grid, enfrentou problemas mecânicos que o tiraram de esquadro, Mancinelli conseguiu a tão desejada ultrapassagem, após perseguir outra Ferrari 488 GT3 EVO, guiada pelo finlandês Toni Vilander, pole position da disputa, que contou com a participação de 21 carros.

A corrida de Long Beach foi repleta de alternativas e incidentes. No mais sério deles, Alec Udell, no Porsche 911 GT3-R da GMG Racing, cometeu um erro de julgamento ao tentar ultrapassar um dos carros GT4 que disputavam a prova como hors-concours, sem direito a pontos. O resultado foi que Mike Sullivan acabou colidindo com violência no muro interno da reta do Seaside Way, após a curva oito, felizmente sem ferimentos para o piloto.

Udell foi penalizado com um stop & hold de um minuto, mas não foi o único: na luta pelo 4º lugar entre o líder do campeonato Scott Hargrove e o dinamarquês Michael Christensen, sobrou para este último. O piloto da Alegra Motorsports acabou também punido e terminaria em 11º lugar.

O pódio foi completado pelo português Álvaro Parente, que finalmente fez uma corrida à altura do que sempre se esperava dele e da K-PAX Racing nesta temporada.

Na divisão GTA, um final sensacional entre o japonês Yuki Harata e o mexicano Martín Fuentes deu ao piloto da Dream Racing Motorsport sua primeira vitória na temporada. O piloto da Scuderia Corsa chegou a mandar o adversário para a barreira de pneus, ao forçar uma ultrapassagem nos Esses da Pine Avenue, mas Harata não desistiu. Voltou à pista e teve a sorte de, no contato, o carro #07 do latino-americano ter sofrido uma falha de suspensão, determinante para Harata terminar em 5º na geral a 0″163 do adversário.

O brasileiro Rodrigo Baptista fez a melhor volta da prova em sua classe com o tempo de 1’19″386, mas o seu Bentley Continental não teve muitas chances no circuito urbano da Califórnia. Acabou em 10º lugar na geral, sexto na GTA.

Entre os pilotos que disputaram a prova de Long Beach sem direito a pontos, Paul Holton dominou a disputa com o McLaren 570S GT4 da Compass Racing, completando em 14º lugar à frente do SIN R1 de Harry Gottsacker e do Porsche Cayman de Spencer Pumpelly.

Quem regressou neste fim de semana às pistas foi Jeff Ward, lenda do Supercross e Motocross, e que competiu por anos na Fórmula Indy. O escocês radicado há anos nos EUA está agora com 56 anos e aceitou o convite para guiar um Porsche Cayman da Black Swan Racing. Acabou a corrida em 18º lugar.

O próximo evento do Pirelli World Challenge é a 2ª etapa da série SprintX no Virginia International Raceway (VIR), no último fim de semana de abril.

1 comentário

  1. revere disse:

    Duas corridas e Verstappen só fez m até agora. E tem gente que defende o cara quando ele disputa ultrapassagens. Não basta ser rápido se não tem maturidade. Pode até ganhar uma ou outra mas vai perder muito mais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>