MENU

3 de maio de 2018 - 09:25Mundial de Endurance

6h de Spa: Alonso abre trabalhos com o melhor tempo no FP1

5aeaf8ac54411

O óbvio aconteceu: Toyota liderou o primeiro treino em Spa em dobradinha. E Alonso foi o mais rápido em sua estreia no WEC (Foto: FIA WEC)

RIO DE JANEIRO - A lógica prevaleceu no primeiro treino livre para as 6h de Spa-Francorchamps, com duração de 1h30 neste começo da manhã no Brasil, início da tarde desta quinta-feira na Bélgica. A Toyota dominou a sessão e foi a mais rápida em dobradinha, num traçado ainda “verde” e sem muita aderência para os 37 bólidos inscritos na abertura da Super Season do Mundial de Endurance.

De mais a mais, com a restrição de sets de pneus (são quatro, para os três treinos livres), forçar o equipamento num primeiro momento não é bom negócio. Conscientes de sua superioridade, os japoneses orientaram seus pilotos a não ir com sede ao pote e o resultado do FP1 até que não deixa de ser surpreendente, considerando os fatores que separam os protótipos LMP1 não-híbridos da gigante oriental.

Em seu primeiro treino para valer como piloto do WEC, o bicampeão mundial de Fórmula 1 Fernando Alonso – que por incrível que pareça, jamais venceu uma corrida da categoria máxima naquele que é considerado o mais espetacular traçado do automobilismo mundial – foi o mais rápido. O espanhol completou um total de 16 voltas e na quinta passagem já marcou 1’58″392, estabelecendo o tempo de referência que ninguém bateria.

O companheiro de equipe Sébastien Buemi até que chegou próximo e ficou a menos de um décimo de Alonso, enquanto no carro #7 o britânico Mike Conway foi batido por 0″237, tendo completado 12 voltas e feito sua melhor marca na penúltima delas.

A Rebellion Racing começou como a melhor equipe independente nos treinos das 6h de Spa, graças ao jovem francês Thomas Laurent, que amanhã completa 20 anos de idade. De presente antecipado de aniversário, o piloto foi o 3º mais rápido do treino, a somente 0″457 do Toyota mais rápido.

É bem difícil que esta diferença se mantenha tão próxima nos treinos seguintes e mesmo em ritmo de corrida, mas pelo menos numa pista ainda longe do ideal para todo mundo, os anglo-suíços podem ter motivos para ficar contentes.

Ben Hanley levou o novo protótipo BR01 com motor Gibson V8 inscrito pela DragonSpeed ao quarto tempo, também dentro do mesmo segundo de Alonso, enquanto o brasileiro Bruno Senna foi o mais veloz no carro #1 da Rebellion, com a marca de 1’59″481, à frente do protótipo ENSO CLM P1/01 Nismo inscrito pela ByKolles.

Pietro Fittipaldi completou um total de 12 voltas com o #10 da DragonSpeed e a melhor delas foi 2’00″421. O outro piloto do time – o sueco Henrik Hedman, foi cinco segundos e meio mais lento que o jovem brasileiro, o que dá uma ideia do que Pietro e Hanley terão de fazer na disputa para manter a equipe em condições de alcançar uma boa performance.

A SMP Racing pouco andou com seus BR01 que têm motores AER biturbo, enquanto os novos Ginetta G60 Mecachrome da Manor deram apenas voltas de instalação. Os carros são aguardados para o segundo treino, mais para o fim da tarde lá na Europa.

5aeaf8b36dbe2

A melhor volta entre os LMP2 foi dele, Pastor Maldonado (Foto: FIA WEC)

Na LMP2, o venezuelano Pastor Maldonado cravou todo mundo e foi o mais veloz do primeiro treino com o #31 da DragonSpeed, em 2’03″494, completando um total de 15 voltas. André Negrão ficou a sete décimos do sul-americano e estabeleceu a 2ª melhor marca da divisão a bordo do Alpine A470 da Signatech – 2’04″134, apenas 0″054 à frente de Jean-Éric Vergne, o líder e virtual campeão da temporada 2017/18 da Fórmula E.

Nas posições seguintes, ficaram os dois carros da Jackie Chan DC Racing tripulados por Jazeman Jaafar e Ho-Pin Tung, seguidos pelo novo Dallara P217 do Racing Team Nederland, com Giedo Van der Garde na 6ª posição. Loïc Duval e Julien Canal fecharam o plantel dos oito carros da categoria.

Entre os LMGTE-PRO, o Ford GT EcoBoost que terá o brasileiro Tony Kanaan a bordo, ficou com o melhor tempo do primeiro treino. Andy Priaulx deu 12 voltas e estabeleceu 2’15″014, em dobradinha com o colega de equipe Olivier Pla.

Também em pares, os Porsche 911 GTE oficiais de fábrica vieram a seguir, trazendo Gianmaria Bruni em terceiro lugar, logo à frente de Michael Christensen. E dentre os novos carros, a BMW M8 GTE guiada pelo substituto de Augusto Farfus, o britânico Tom Blomqvist, fechou a primeira sessão em 6º lugar – 2’16″616.

Kanaan, que veio de Indianápolis direto para a Bélgica, chegou a tempo para o primeiro treino livre. Completou nove voltas para se readaptar a uma pista que andou há muito tempo atrás, na extinta Fórmula Opel europeia. Deu nove voltas e marcou 2’17″269. Não estranhem a diferença em relação a Priaulx nesse treino. Tony é experiente, rápido e com certeza vai virar bons tempos.

5aeaf8a552cb2

Nove décimos mais rápido: Matteo Cairoli ficou com a melhor marca da LMGTE-AM (Foto: FIA WEC)

Na LMGTE-AM, Matteo Cairoli conseguiu o melhor tempo, superando muito piloto de LMGTE-PRO com seu Porsche 911 GTE inscrito pela Dempsey Racing-Proton. O italiano cravou 2’16″601, tendo completado apenas onze voltas para enfiar nada menos que 0″951 noutro Porsche, guiado por Ben Barker para a Gulf Racing UK. Matt Campbell foi o terceiro e Jörg Bergmeister completou o quarteto dos carros da marca germânica ao fim da primeira sessão.

O melhor Aston Martin foi o #90 da TF Sport com o novato Charlie Eastwood a bordo, enquanto Matt Griffin foi o mais veloz entre os pilotos a bordo das Ferrari 488 GTE, com o #61 da Clearwater Racing.

A segunda sessão acontecerá a partir de 16h25 locais, 11h25 de Brasília.

8 comentários

  1. Mika disse:

    Buenas tchê!
    Augusto Farfus vai correr está prova? Tom Blomqvist foi seu substituto e estou meio perdido!
    Abraços e parabéns pelo excelente trabalho!

  2. Bruno Serafim disse:

    Acho meio “tosca” essa situação em que Toyota pertence no papel à mesma classe LMP1 que as outras equipes privadas, sendo que claramente há uma vantagem para a Toyota. Por definição, participantes da mesma classe deveriam ter uma certa equalização, mas mesmo após o balanço, a Toyota continua com escancarada vantagem na minha opinião.

    • Rodrigo Mattar disse:

      É, mas essas são as regras, as equipes sabiam que isso poderia acontecer e são sujeitas a elas. Faz parte do show.

      Mas, repito o que disse ontem, em Endurance não há vitória garantida antes do tempo.

  3. ernesto disse:

    bom dia, porfavor onde se pode olhar os entrenos?
    NET?
    obrigado
    e.
    ps. força Alonsooooooo!!!!

    • Rodrigo Mattar disse:

      Oi Ernesto! Não há transmissão de treinos livres. Qualy só no site oficial (www.fiawec.com), comprando o pacote full season ou prova a prova, pagando em cartão de crédito (em euros).

      Corrida no Fox Sports 2, sábado, 8h30 da manhã. Abraço!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>