MENU

15 de maio de 2018 - 13:09Fórmula E

Massa elétrico

 2018515124802_DdPx3u5WAAAwuqr_II

RIO DE JANEIRO - Já era esperado, portanto não foi tão surpreendente assim: Felipe Massa é o novo piloto da ABB FIA Fórmula E para a temporada 2018/19, a primeira com os novos carros da categoria.

O brasileiro é assim o primeiro grande nome de relevância da Fórmula 1 – descontando o campeão mundial de 1997 Jacques Villeneuve, que não fez grande coisa por lá – a enveredar nesse novo desafio.

Felipe assinou um contrato de longa duração. Serão três temporadas junto à equipe Venturi, que a partir da temporada #5 da categoria dos carros elétricos, terá um acordo com a Mercedes, via HWA (sigla para Hans-Werner Aufrecht). E ao que tudo indica, a marca da estrela de três pontas vai encampar a escuderia num futuro muito próximo.

Foi o melhor dos mundos para o piloto de 37 anos, já que ele vai correr numa escuderia sediada em Mônaco – o dono do time é o empresário Gildo Pastor, ou seja, praticamente no quintal de casa do piloto – e que estreita os laços com a marca alemã que impulsionou com seus motores as últimas temporadas de Massa na categoria máxima.

O namoro entre Felipe e a ABB FIA Fórmula E não vem de agora. Quando ele foi dispensado da Williams para dar lugar a Lance Stroll no fim de 2016 – lembram-se que ele chegou a anunciar sua aposentadoria da F-1? – Massa negociou para entrar na categoria pela então estreante Jaguar. Mas como Nico Rosberg surpreendeu e decidiu sair da categoria após conquistar o título mundial, a Mercedes contratou Valtteri Bottas e Felipe voltou – para de novo sair da categoria máxima.

Mais detalhes no Grande Prêmio.

7 comentários

  1. ags disse:

    nossa………………..

  2. fernando disse:

    Venturi é de média pra fraca, a ver.

  3. Luciano disse:

    O Massa finalmente se ajeitou… Não é novidade visto que já flertava com a F-E desde a primeira “aposentadoria” em fins de 2016…
    E a equipe que ele vai defender, se hoje está no pelotão intermediário, na próxima temporada já sob os cuidados da Mercedes, não nos assustemos se ela for frequentadora assídua de pódios nas corridas… Mercedes é Mercedes, amigo!!! Eles não entram só para fazer número, figuração de luxo em qualquer competição que entram…

  4. Wesley Andrade disse:

    Muito boa a mudança de Massa para a F-E (Fórmula E).

    Eu já esperava que ele fizesse isso desde fins de 2016.

    E com os cuidados da Mercedes, então… certamente sairá melhor do que a encomenda.

  5. Fernando disse:

    Equipe Mercedes até onde sei vai ser a HWA Rodrigo.
    A Venturi vai fornecer o Trem de força nessa temporada pra eles, antes da Mercedes entrar, mas até ai é só isso até onde sei claro.

  6. Antonio Vidal disse:

    Olha gente…da maneira como o automobilismo mundial anda, só acreditarei quando a tal fusão Venturi+Mercedes-Benz acontecer….pessimismo não…realista…só isso.

Deixe uma resposta para ags Cancelar resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>