MENU

1 de maio de 2018 - 09:44WTCR

Para quem não viu: WTCR, etapa do Hungaroring

RIO DE JANEIRO - O FIA WTCR World Cup teve no fim de semana a 2ª rodada tripla do campeonato, disputada no circuito do Hungaroring, em Budapeste. E para nenhuma surpresa, equipes e pilotos já começaram as críticas quanto ao Balance of Performance (BoP) adotado para o fim de semana magiar. Equipes como a Comtoyou e pilotos feito Mehdi Bennani foram ferozes opositores do critério adotado pela organização da categoria nesta etapa.

É um negócio que vai dar o que falar e, se não for bem equacionado, pode tirar muita gente do campeonato antes mesmo de seu término.

Mesmo com tanta controvérsia, o grid contou com 27 carros e as vitórias do fim de semana foram divididas: no sábado, o francês Yann Ehrlacher (Honda) deu à equipe de René Münnich sua primeira dobradinha no WTCR, junto ao argentino Estebán Guerrieri. Domingo, foi a vez de Rob Huff ganhar a prova #2 da rodada com o Volkswagen da equipe de Sébastien Loeb e Gabriele Tarquini, numa prova interrompida pela chuva, venceu pela terceira vez no campeonato com seu Hyundai da escuderia BRC, em 1-2 com o ídolo local Nobby Michelisz.

As três corridas tiveram também um festival de penalizações, em algumas delas modificando o top 10 e a pontuação do campeonato. Que conta com Tarquini na liderança: o veteranaço italiano de 56 anos comanda a classificação com 118 pontos somados, contra 82 de Yann Ehrlacher e 77 de Yvan Muller, tio do piloto da equipe de René Münnich.

A próxima rodada tripla da temporada será no fim de semana das 24h de Nürburgring, entre 10 e 12 de maio.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>