MENU

21 de maio de 2018 - 16:01Super GT

Super GT: dobradinha Honda no ‘quintal’ de casa e Button na liderança

10-MK1_5570

A equipe ARTA, do ex-piloto de Fórmula 1 Aguri Suzuki, venceu a primeira prova do Super GT por lá realizada que não seja no formato de 1000 km. E Jenson Button é o novo líder do campeonato

RIO DE JANEIRO - Pela primeira vez em décadas, uma corrida do Super GT em Suzuka não foi realizada no formato de 1000 km – a corrida de Endurance na pista de propriedade da Honda passou a ser da SRO de Stéphane Ratel e válida pelo Intercontinental GT Challenge. Mas no ‘quintal’ de casa, o construtor reinou soberano. Vitória dominante e com dobradinha, que deixa um dos grandes nomes da competição na liderança da classificação após a 3ª etapa.

Com mais um pódio – o segundo do ano – numa pista que conhecia muito bem da Fórmula 1, o britânico Jenson Button e seu parceiro Naoki Yamamoto saíram de Suzuka com 32 pontos na tabela, um à frente de Tsugio Matsuda/Ronnie Quintarelli, vencedores dos 500 km de Fuji, a etapa anterior. Com um carro lastreado em 34 kg por conta dos resultados nas etapas anteriores, a dupla do Team Kunimitsu só não conseguiu deter o Honda NSX GT Concept da ARTA, equipe do ex-piloto de Fórmula 1 Aguri Suzuki.

Pole position, a dupla Tomoki Nojiri/Takuya Izawa venceu a disputa com 52 voltas percorridas e pouco mais de 300 km, apesar de uma entrada do Safety Car que jogou por terra a vantagem do carro #8 para seus mais diretos perseguidores, então aferida em cerca de 10 segundos. Com a pontuação máxima da etapa, a dupla sobe para o quarto posto, com 24 pontos.

Atual campeã da categoria, a dupla formada por Nick Cassidy/Ryo Hirakawa salvou pontos importantes com o Lexus RC500 do KeePer Team Tom’s, à frente do melhor Nissan, desta vez o #12 da Impul com Daiki Sasaki/Jann Mardenborough. O brasileiro João Paulo de Oliveira e seu parceiro Mitsunori Takaboshi somaram mais dois pontinhos com a nona colocação obtida neste domingo. A dupla da escuderia Kondo Racing está em 13º lugar na classificação após três etapas, com sete pontos.

Na GT300, a K-Tunes tirou vantagem de seu Lexus RC-F não carregar o lastro adicional – também pudera, não marcaram pontos nas corridas anteriores – o que favoreceu a dupla Morio Nitta/Yuichi Nakayama, que completaram 49 voltas e receberam a quadriculada com mais de 15 segundos para o Toyota Mother Chassis de Takamitsu Matsui/Sho Tsuboi, com Takuto Iguchi/Hideki Yamauchi fechando o pódio.

Curiosidade: três carros com regulamentos diferentes, pois o vencedor atende ao regulamento FIA GT3 (com as restrições impostas pelo boletim de performance da GTA); o segundo colocado é um carro “Mother Chassis”, construído pela Dome com motor e câmbio padrão; e o 3º colocado é um modelo exclusivamente homologado pela JAF, a Confederação Japonesa de Automobilismo.

Apesar de zerarem em Suzuka e não conseguirem repetir o sucesso da ARTA na sua categoria, Shinichi Takagi/Sean Walkinshaw seguem no topo da classificação da categoria, com os mesmos 26 pontos de Matsui/Tsuboi, enquanto Yukhi Nakayama/Takashi Kobayashi, vencedores da primeira etapa em Okayama, estão logo atrás com 25.

A quarta etapa do campeonato será em 1º de julho, na Tailândia, no circuito Buriram International.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>