MENU

23 de maio de 2018 - 17:16Fórmula Indy, Vídeos

Vídeos históricos – Bump Day em Indianápolis (1993 e 1995)

RIO DE JANEIRO - Nesta quarta-feira, a Schmidt Peterson Motorsports e o piloto canadense James Hinchliffe confirmaram que o carro #5 não estará mesmo no grid das 500 Milhas de Indianápolis, nem apelando para o recurso de compra de vagas. Hinch desculpou-se nas redes sociais e prometeu vir com tudo para a próxima. E é isso aí, vida que segue.

Vamos e venhamos: apesar de ser um cara simpático, pole da corrida em 2016 após um tremendo acidente sofrido em 2015, que quase encerrou com sua carreira, Hinchcliffe não tem nem de longe o peso que tiveram no passado as ausências de Bobby Rahal, Emerson Fittipaldi e Al Unser Júnior, em edições diferentes nos anos 1990.

Os três foram vítimas do mesmo problema. Falta de velocidade e performance em seus carros. No de Rahal, um crônico problema que já existia no projeto da Truesports, batizado como Rahal/Hogan ou RH 001, que não tinha tanta performance quanto os rivais nos circuitos ovais.

A Penske, que dominou a edição de 1994 com seu carro equipado com motor montado com varetas de válvulas, ao estilo dos Buick, simplesmente errou tudo com o chassis de 1995 e não houve jeito que segurasse Fittipaldi e Unser Jr. no grid. Nem mesmo bólidos cedidos por várias equipes (Rahal/Hogan, por conta da cessão dos Penske PC22 de 1993 para Bobby e Mike Groff se classificarem, e até mesmo a Pagan Racing) deram conta.

Afora que Emerson ficou bem chateado porque na véspera do Bump Day ele vinha numa volta razoável para assegurar sua vaga entre os 33 carros e o brasileiro acabou eliminado do grid pelo sueco Stefan Johansson – que também sofria com os Penske e recebeu um Reynard de 1994 para poder se qualificar.

No Bump Day de 1993, outro piloto que passou por um drama daqueles – antes de viver uma bonita história na pista de Indianápolis – foi Eddie Cheever Jr., que falhou em cinco tentativas de qualificação, primeiro com um carro da Turley Motorsports e depois com um Lola cedido por John Menard – carro com o qual o experiente piloto acabaria se qualificando, na bacia das almas.

Confira todo esse drama vivido por nomes consagrados do automobilismo mundial nos vídeos abaixo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>