MENU

21 de maio de 2018 - 16:26Blancpain Endurance Series

Vitória sub-judice da Aston Martin em Silverstone

timthumb (1)

A R-Motorsport dominou e venceu em Silverstone com seu Aston Martin V12 Vantage GT3. Mas pode não levar: a equipe apelou de uma desclassificação técnica para largar da pole e se o recurso for negado, serão penalizados

RIO DE JANEIRO - Polêmica em Silverstone, na 2ª etapa do Blancpain Endurance Series, quarto evento do Blancpain GT em 2018: a equipe R-Motorsport, que compete na categoria com o suporte da Aston Martin St. Gallen, da Suíça, triunfou brilhantemente na prova de três horas de duração disputada neste domingo, com a trinca formada por Matthieu Vaxivière/Jake Dennis/Nicki Thiim. Mas, no que dependesse dos comissários, isso jamais teria acontecido.

É que, após o treino classificatório em que o Aston Martin V12 Vantage #76 apareceu no topo da folha de tempos entre os 50 carros que disputaram a corrida, a vistoria técnica verificou uma discrepância no data logger do carro, o que levaria a trinca detentora da pole position para o fundo do grid, na última fila. Mediante um apelo, a equipe de Florian Kamelger conseguiu manter o primeiro lugar no grid e assim os carros do construtor britânico voltaram ao topo do pódio em cinco anos – lá mesmo em Silverstone, Darren Turner, Stefan Mücke e Fred Makowiecki ganharam pela última vez para a marca de Gatwick na categoria antes deste domingo.

O domínio na disputa que se completou com 89 voltas foi do primeiro ao último minuto, começando com Matthieu Vaxivière a bordo, passando depois por Dennis e por Thiim, com cada piloto guiando cerca de uma hora e a estratégia de apenas dois pit stops foi seguida à risca. A Mercedes-AMG de Adam Christodoulou/Raffaele Marciello/Tristan Vautier, que pode herdar a vitória se o apelo da R-Motorsport for rejeitado, chegou quase onze segundos atrás num pódio com três construtores diferentes – uma vez que o Lexus RC-F da equipe Emil Frey fez uma ótima presença em Silverstone e se garantiu em terceiro graças aos préstimos do veterano Stéphane Ortelli junto ao austríaco Norbert Siedler e ao finlandês Markus Palttala.

Campeã da prova anterior em Monza válida pela série de Endurance, a trinca Dries Vanthoor/Christopher Mies/Alex Riberas levou o Audi R8 LMS #1 ao quarto lugar da classificação, seguido pelo outro Aston Martin da R-Motorsport conduzido por Marvin Kirchofer/Alex Brundle/Maxime Martin. Mais dois construtores terminaram no top 10 geral, com a melhor Ferrari em 7º lugar e o Lambo mais bem colocado em décimo, somente.

A Black Falcon ganhou na subclasse Silver: o carro #6 de Abdulaziz Turki Al Faisal/Gabriele Piana/Hubert Haupt chegou em 16º lugar geral, quatro posições adiante do trio formado por Euan-Alers Hankey/Salih Yoluç/Darren Burke, vitorioso entre as tripulações Pro-Am. Na subclasse Am, a vitória foi de Chris Harris/Alexander West/Chris Goodwin, que conduziram a McLaren 650S da Garage 59 à vigésima-quinta posição final.

A próxima etapa de longa duração será os 1000 km de Paul Ricard, no próximo dia 2 de junho, com presença brasileira mais de um ano após a saída de Sérgio Jimenez e Rodrigo Baptista da competição: Felipe Fraga vai competir na etapa francesa com uma Mercedes-AMG GT3 da Strakka Racing.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>