MENU

30 de junho de 2018 - 22:28IMSA Weather Tech SportsCar Championship

6h de Watkins Glen: primeira pole da CORE Autosport

O resultado dos treinos livres de sexta-feira foi um pequeno presságio do que poderia acontecer na definição do grid para as 6h de Watkins Glen, que serão disputadas amanhã a partir das 10h45 da manhã pelo horário de Brasília. A CORE Autosport surpreendeu todo mundo e colocou o Oreca #54 LMP2 na pole position do grid de 42 carros que partirão em busca da vitória nas três categorias da competição.

Colin Braun, que dividirá a pilotagem com Romain Dumas e o patrão Jonathan Bennett foi o escalado para a qualificação e o piloto de 29 anos foi muito feliz em sua volta rápida, superando por apenas seis milésimos de segundo o tempo do britânico Paul Di Resta, companheiro de Bruno Senna e do também britânico Phil Hanson, em ótima performance com outro protótipo LMP2 – o Ligier #32 da United Autosports.

Foi a primeira pole de um carro com este regulamento na IMSA neste ano e a primeira da CORE após a mudança para os protótipos depois de uma passagem na GTD. E, consequentemente, a primeira de Braun na categoria.

O tempo de 1’32″350 para os 5,435 km do circuito novaiorquino representam 211,867 km/h de média horária e também o novo recorde da pista para a categoria estadunidense de Endurance.

A Penske monopoliza a segunda fila com seus Acura ARX-05 DPi, tendo o #7 de Hélio Castroneves/Ricky Taylor à frente do #6 de Dane Cameron/Juan Pablo Montoya. Em quinto ficou o suíço Simon Trummer, outro destaque do qualifying com o “Banana Boat” #85 da JDC-Miller Motorsports, à frente do Nissan Onroak DPi guiado pelo brasileiro Pipo Derani. Porém, o #22 da equipe Tequila Patrón ESM terá que largar do fim do grid entre os 16 inscritos de sua categoria, pois processou a troca de motor após a qualificação, o que não é permitido pelo regulamento.

Desse modo, o #52 da AFS/PR1 Mathiasen Motorsports herda a posição na terceira fila, o que significa que quatro LMP2 estarão na linha de frente do grid. O melhor dos sempre potentes e competitivos Cadillac DPi-V.R ficou em 7º com a punição ao carro #22 e os bólidos dos brasileiros decepcionaram

Felipe Nasr ficou a 1″366 da pole position e terá que largar da décima colocação, enquanto o #5 da trinca de Christian Fittipaldi, cuja classificação foi feita pelo português Filipe Albuquerque, foi inapelavelmente batido por 1″621.

No terceiro treino livre, um dos Mazda RT24-P DPi da equipe Mazda Team Joest sofreu um sério acidente: o #77 guiado por René Rast se enroscou com um Porsche da GTD e acabou capotando. Trabalho extra para os mecânicos – mas a equipe garante que o carro estará alinhado no grid para a largada.

A classificação da GTLM mostra os oito carros dos quatro construtores envolvidos juntinhos, em pares. Que coisa meiga…

O #67 da Chip Ganassi Racing conduzido por Richard Westbrook foi o mais veloz e ficou com a pole da principal classe de Grã-Turismo – 1’41″948, 0″111 à frente do #66 tripulado por Joey Hand. O melhor Corvette foi o #4 com Tommy Milner, quatro décimos atrás de Westbrook. A Porsche ficou a mais de meio segundo com Earl Bamber a bordo de seu carro mais rápido e a BMW foi de novo uma decepção, com o #24 de Tom Blomqvist levando um “fumo” de 1″377 em relação ao melhor tempo da sessão.

Já na GTD, destaque para os Lexus RC-F GT3 da 3GT Racing, que só não emplacaram o 1-2 na categoria porque a equipe alemã Montaplast by Land Motorsport não deixou: Jack Hawksworth conseguiu uma ótima volta em 1’44″499 e foi um décimo de segundo melhor que Christopher Mies, enquanto Kyle Marcelli ficou com a 3ª posição.

O Acura da dupla Katherine Legge/Álvaro Parente larga em quarto, num grid onde os oito mais velozes ficaram dentro do mesmo segundo, com seis construtores diferentes na briga – incluindo o Lamborghini Huracán da dupla Madison Snow/Bryan Sellers, que lidera o campeonato. A melhor das três Mercedes-AMG GT3 inscritas veio logo a seguir, mas o carro #71 da P1 Motorsports vai largar de último porque trocou de piloto para a largada – Daniel Morad foi quem classificou o bólido, mas quem parte a bordo é JC Perez.

Com isso, os brasileiros Oswaldo Negri e Daniel Serra, mais Francesco Piovanetti, que classificou a Ferrari 488 GT3 #51 da Squadra Corse Garage Italia, largam da 15ª posição entre os 18 carros inscritos na GTD.

A corrida terá transmissão na íntegra pelo site da IMSA, neste endereço aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>