MENU

10 de junho de 2018 - 23:41International GT Open

GT Open: Luzich Racing e Teo Martín repartem vitórias em Spa

1718 27 62

A dupla Mikkel Mac/Ale Pier Guidi venceu pela 3ª vez no ano – resultado importante para deixar o dinamarquês na liderança do campeonato após Spa (Foto: Fotospeedy)

RIO DE JANEIRO - A terceira rodada do International GT Open disputada neste fim de semana em Spa-Francorchamps foi de vitórias divididas entre as equipes Luzich Racing e Teo Martín Motorsport. A primeira venceu no sábado, ofertando a Mikkel Mac/Ale Pier Guidi o terceiro triunfo da dupla em 2018. Fran Rueda e Andrés Saravia ganharam a segunda na temporada e continuam lutando pela liderança do campeonato.

Na prova #1, com pole da Ferrari de David Perel/Vadim Kogay, a liderança só foi parar nas mãos da dupla do carro #51 do time de Peter Luzich após o rodízio de pilotos e a janela de paradas. Mesmo com o handicap jogando contra, já que tinham que cumprir um mínimo de 1min30seg de pit stop contra 1min15seg da grande maioria dos adversários, Pier Guidi fez um belo trabalho no seu turno de pilotagem e levou o carro à vitória com vantagem de cerca de quatro segundos e meio sobre o Lamborghini Huracán de Jeroen Mul/Giovanni Venturini.

O festival de penalidades por diferentes infrações ao longo dos 70 minutos de disputa não alterou o pódio e nem a classificação dos cinco primeiros colocados. A única inversão no top 10 ocorreu com o pênalti de cinco segundos da dupla Kang Ling/Edoardo Liberati, da Vincenzo Sospiri Racing, por não cumprir o tempo do handicap. Acabaram trocando com Tim Verbergt/Wolfgang Reip, da equipe Autoclub Excelsior/Brussels.

Na Pro-Am, o 9º lugar bastou para Valentin Pierburg/Tom Onslow-Cole conquistarem a pontuação máxima da subdivisão, seguidos por Fabrizio Crestani/Miguel Ramos e Bradley Ellis/Oliver Wilkinson.

O sábado não foi de grande performance dos pilotos brasileiros, não. Fernando Rees colidiu com a Ferrari de Andrea Montermini logo após a largada e o carro #12 da Ombra Racing não ficou legal. Damiano Fioravanti até assumiu o cockpit, mas o melhor foi desistir para deixar tudo em ordem para a corrida de domingo.

Marcelo Hahn também não teve muita felicidade: também se enroscou com um adversário – Alexander West – e foi penalizado em 10 segundos. Acabou em 17º lugar na geral e sexto na Pro-Am junto a Allam Khodair, logo atrás de Márcio Basso/Thiago Marques, que fecharam a disputa em segundo na Am, atrás do carro de Giulio Borlenghi/Andrzej Lewandowski. Beneficiados pela desistência dos líderes Martin Konrad/Alexander Hrachowina, que tiveram a Mercedes-AMG retirada após problemas no treino classificatório, a dupla do #66 assumiu a liderança do campeonato.

1718 37 364

Passeio de Fran Rueda/Andrés Saravia neste domingo deu à dupla da Teo Martín a segunda vitória na temporada (Foto: Fotospeedy)

Nesse domingo, Fran Rueda/Andrés Saravia passearam pelo circuito de 7 km de extensão. A dupla da Teo Martín Motorsport dominou a prova sem ser incomodada por ninguém ao longo dos 60 minutos de disputa, fechando as 26 voltas percorridas com 7″232 de vantagem para Richard Gonda/Joël Eriksson, que conquistaram um belo pódio com o carro #17 da Senkyr Motorsport.

E por pouco – muito pouco mesmo – a BMW não fez 1-2-3 em Spa na segunda prova, pois os comissários consideraram que o português Lourenço Beirão da Veiga, que fazia dupla com o argentino Juan Cruz Álvarez, cortou caminho no afã de se defender da Ferrari de Daniele Di Amato/Andrea Montermini. Foram penalizados com acréscimo de tempo de 5 segundos e caíram de terceiro para sétimo, ofertando um presente à dupla da RS Racing. Vencedores da véspera, Mac/Pier Guidi terminaram hoje apenas em sexto.

Khodair/Hahn andaram bem e o carro #16 teve destaque na prova graças a Khodair, que ocupou o segundo lugar antes da janela de pit stop. Hahn, que é piloto bronze, não conseguiu manter o ritmo, mas bem que lutou para terminar melhor colocado. Acabaram em 10º na geral e segundo na Pro-Am, atrás do Audi de Bradley Ellis/Oliver Wilkinson, no primeiro sucesso da dupla da Optimum Motorsport em 2018. Onslow-Cole/Pierburg completaram o pódio.

Na Am, Rinat Salikhov dominou a prova com a Ferrari da Rinaldi Racing e mesmo tendo que correr sozinho, levou os 10 pontos do primeiro lugar, enquanto Borlenghi/Lewandowski faturaram o 2º posto, à frente de Konstantins Calko/Miro Konôpka. Thiago Marques deu um show com a BMW #7 da Teo Martín Motorsport e chegou a liderar a prova na categoria, mas uma rodada de Márcio Basso na penúltima volta atolou o carro na brita e a dupla não chegou ao final. Acabaram com os pontinhos do 5º lugar. Já Fernando Rees teve outro revés e não terminou a segunda prova a exemplo da primeira.

Após seis corridas, Mikkel Mac lidera o campeonato com 66 pontos, enquanto Fran Rueda/Andrés Saravia somam 54 e Ale Pier Guidi tem 50. Fernando Rees/Damiano Fioravanti baixaram para oitavo, somando 29. Nicolas Costa – que não correu em Spa – é o 11º na geral com 21, enquanto Marcelo Hahn tem dez e está em décimo-sexto. Allam Khodair e Alan Hellmeister somam, cada um, cinco pontos.

Na Pro-Am, Fabrizio Crestani/Miguel Ramos lideram com 41 pontos, três à frente de Valentin Pierburg/Tom Onslow-Cole. Marcelo Hahn passou a 32 e está em 3º na tabela. Khodair é o sexto com 20, enquanto Hellmeister tem 12 e vem em nono.

A divisão Am tem liderança de Giulio Borlenghi/Andrzej Lewandowski, somando agora 41 pontos, enquanto Konstantins Calko/Miro Konôpka somam 35 e a terceira posição é partilhada entre Luis Silva/Antonio Coimbra e Márcio Basso/Thiago Marques, com 32. Os antigos líderes Martin Konrad/Alexander Hrachowina baixaram para quinto.

O campeonato segue em aberto em todas as classes e volta em 9 e 10 de julho com a rodada marcada para a Hungria, no circuito do Hungaroring.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>