MENU

27 de junho de 2018 - 20:00Pirelli World Challenge

PWC: Parente e Christensen vencem em Elkhart Lake

RIO DE JANEIRO - O Pirelli World Challenge disputou mais uma rodada no circuito Road America, em Elkhart Lake, lançando mão de uma corrida conjunta entre as principais categorias da competição. O que foi absolutamente necessário, uma vez que as subclasses GT/GTA/GT Cup, juntas, não têm mais de 15 carros – foram 13 os inscritos, para ser mais exato.

Daí a decisão de incluir nas duas corridas do fim de semana as subclasses GTS/GTSA, num fim de semana que reuniu 38 bólidos no circuito de 6,4 km de extensão. A pole position na sessão de classificação ficou com a Ferrari #31 de Daniel Mancinelli, com o tempo de 2’04″960, menos de um décimo de segundo mais rápido que Michael Christensen e Álvaro Parente, que ocuparam assim as posições seguintes do grid. Rodrigo Baptista, que subiu de graduação com os bons desempenhos na temporada, ficou com a 5ª posição, a 0″339 da pole.

Na primeira prova, Álvaro Parente foi dominante e assumiu a ponta desde o início, não sendo incomodado em nenhum dos três períodos de Safety Car. Venceu com 1″313 para Toni Vilander, com Scott Hargrove vindo a seguir em 3º lugar. O pole Mancinelli ficou em quarto e Christensen fechou o top 5. Rodrigo Baptista foi o sétimo colocado.

O mexicano Martin Fuentes levou a melhor no duelo com Parker Chase e ganhou entre os pilotos da GTSA. Anthony Imperato estreou com um bom 3º posto na classe, na corrida que marcou o retorno da Wright Motorsports à categoria. Ryan Hardwick correu e chegou sozinho com o único GTC inscrito.

Pole da GTS/GTSA com seu Panoz Avezzano, o britânico Ian James levou a vitória na prova #1 da rodada, completando em 15º na geral e à frente de James Sofronas (Audi) e Harry Gottsacker (SIN R1). Mark Klenin levou a melhor na GTSA, com um McLaren 570S.

Autor da melhor volta na primeira corrida, Parente ficou com a pole e tinha tudo para “varrer” em Road America. Só que o português da K-PAX Racing não contava com a astúcia de Michael Christensen que, embalado pela vitória na semana anterior em La Sarthe, acabou ganhando a prova #2 com o Porsche da Alegra Motorsports. Daniel Mancinelli fechou o pódio e Rodrigo Baptista completou a disputa em sexto.

Na GTA, Parker Chase deu o troco em Martín Fuentes e venceu a corrida de domingo em sua categoria num final cinematográfico: a diferença entre eles foi de apenas oito milésimos de segundo (!), com o mexicano Yuki Harata completando o pódio da subdivisão. Ryan Hardwick mais uma vez cumpriu tabela e Ian James fez o que Parente não conseguiu na classe principal, vencendo as duas da GTS em Elkhart Lake com seu Panoz Avezzano.

Aliás, o pódio foi exatamente o mesmo, com James Sofronas em 2º a bordo de seu Audi da GMG e Harry Gottsacker na terceira posição. Na GTSA, Jeff Courtney levou o Maserati Grand Turismo MC GT4 à vitória, seguido por Mike Hedlund e Drew Staveley.

A próxima etapa será em Portland, na volta do tradicional circuito do Oregon às provas do PWC. Será válida pelo certame SprintX, com troca de pilotos, tanto nas classes GT/GTA/GTC quanto na GTS/GTSA. Ausentes em Road America, as classes TCR/TC/TCA cumprirão mais uma rodada.

2 comentários

  1. Rodrigo botana disse:

    O australiano James Davidson e o xandinho Negrão não correm.mais nessa categoria?

  2. Gustavo disse:

    Como diria Edgard Mello Filho: só torpedo !!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>