MENU

2 de julho de 2018 - 19:22Super GT

Dupla Koba e Kova funciona e Lexus domina pódio do Super GT em Buriram

Super-GT-Buriram-Chang-Race-2018-11

Deu Koba e Kova na Tailândia, comandando a quadrifeta dos Lexus na quarta etapa do Super GT em Buriram. A vitória deixou Kövalainen na liderança isolada do campeonato, destronando outro ex-Fórmula 1, Jenson Button

RIO DE JANEIRO - Dois antigos pilotos da Fórmula 1 riram por último ao fim da 4ª etapa do Super GT, disputada domingo na Tailândia, em Buriram. Num dia de muito calor, como é comum na Tailândia durante o verão, Heikki Kövalainen e Kamui Kobayashi foram os grandes vencedores com o Lexus #39 da equipe Denso Kobelco SARD, numa prova em que a marca da Toyota foi absolutamente dominante na pista, ocupando as quatro primeiras posições na quadriculada.

E poderia ser pior: na última volta, o carro da equipe Au Team Tom’s guiado por Kazuki Nakajima/Yuhi Sekiguchi acabou fora da disputa por falta de combustível, relegado ao 10º lugar na classificação. Até então, o carro #36 protagonizava uma luta espetacular pelo segundo lugar com o carro #6 da Wako’s Le Mans, de Felix Rosenqvist/Kazuya Oshima, que acabaria em segundo.

A dupla Kenta Yamashita/Yuji Kunimoto conquistou assim o 3º lugar com o #19 da WedsSport Team Bandoh, pondo fim a um jejum de 13 corridas longe do pódio – o último antes deste foi no Golden Week do ano passado, durante os 500 km de Fuji. E a ZENT Cerumo, campeã de 2016, acabou com o quarto posto graças a Yuji Tachikawa/Hiroaki Ishiura.

Pole position nos treinos, o Honda NSX Concept do Team Mugen acabou relegado à quinta posição, com Hideki Mutoh/Daisuke Nakajima completando a disputa a mais de 40 segundos dos vencedores, com Daiki Sasaki/Jann Mardenborough muito próximos a bordo do melhor Nissan na disputa. Os campeões Ryo Hirakawa/Nick Cassidy terminaram apenas em oitavo e os então líderes Naoki Yamamoto/Jenson Button não conseguiram nada melhor que a 11ª posição, ficando fora da zona de pontos pela primeira vez no campeonato.

Como Kobayashi não disputou os 500 km de Fuji, onde foi substituído por Sho Tsuboi, pela coincidência de datas com o WEC e as 6h de Spa-Francorchamps em maio último, Kövalainen é o novo líder do campeonato. O finlandês chegou a 35 pontos, contra 32 de Button/Yamamoto e 31 de Tsugio Matsuda/Ronnie Quintarelli, que também não pontuaram na Tailândia. O brasileiro João Paulo de Oliveira e seu parceiro Mitsunori Takaboshi abandonaram após 22 voltas em Buriram e seguem com sete pontos na classificação, em 17º lugar, empatados com Kazuki Nakajima.

Super-GT-Buriram-Chang-Race-2018-4

Impecáveis: Katsuyuki Hiranaka e Hironobu Yasuda venceram na GT300 para assumir a liderança do campeonato com o Nissan da Gainer Tanax

Na classe GT300, o Nissan GT-R Nismo GT3 da equipe Gainer Tanax fez uma grande apresentação nas mãos dos experientes Hironobu Yasuda/Katsuyuki Hiranaka, dando à dupla não só a primeira vitória em 2018 como também a liderança do campeonato, com 37 pontos. Eles triunfaram com apenas 3″569 de vantagem para o Toyota Prius Hybrid de Kohei Hirate/Koki Saga, com o Lexus de Hiroki Yoshimoto/Ritomo Miyata chegando ao primeiro pódio na temporada.

O único carro a completar na mesma volta além dos três primeiros foi o Mercedes-AMG de Haruki Kurosawa/Naoya Gamou, numa – quase – sempre equilibrada disputa entre os construtores e times da categoria. A JLOC conseguiu as posições seguintes com seus Lamborghini Huracán, seguida pela Goodsmile Hatsunemiku Ukyo (do ex-piloto de Fórmula 1 Ukyo Katayama). A D’Station ficou em oitavo com seu Porsche, antecedendo o Honda NSX da Drago Modulo e o Lexus da K-Tunes para completar o top 10 do dia.

Até então líderes do campeonato, Shinichi Takagi/Sean Walkinshaw não pontuaram pela segunda corrida consecutiva a bordo da BMW M6 GT3 da ARTA, caindo portanto para o quarto posto da classificação com os mesmos 26 pontos de Takamitsu Matsui/Sho Tsuboi, que ficaram no zero em Buriram após terminar em 19º, a 12 voltas dos vencedores.

A quinta etapa do campeonato será as 500 Milhas de Fuji, prova substituta dos 1000 km de Suzuka, que deixaram de existir. A etapa será em 5 de agosto e, no intervalo entre esse evento e a 6ª etapa marcada para Sugo, em setembro, os times com carros GT300 estão autorizados a disputar a prova de 10 Horas válida pelo Intercontinental GT Challenge, em 26 de agosto. As escuderias Cars Tokai Dream 28, D’Station Racing, Gainer, Goodsmile Hatsunemiku Ukyo, JLOC, Rn-Sports, Modulo Drago Corse e Team Upgarage fazem parte da lista provisória de inscritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>