MENU

4 de julho de 2018 - 11:16International GT Open

GT Open: nove brasileiros e 27 carros na Hungria

prev-web_1

Após o belo grid em Spa-Francorchamps, o GT Open repete a dose no Hungaroring: previsão é de 27 carros no fim de semana, com nove brasileiros confirmados e três estreias na temporada

RIO DE JANEIRO - Numa pista que tem história para o Brasil no automobilismo, o International GT Open chega à sua quarta rodada: o circuito do Hungaroring, em Budapeste, palco da primeira corrida de Fórmula 1 na então “Cortina de Ferro” em 1986, verá grid cheio mais uma vez na categoria que sempre tem duas corridas disputadas a cada fim de semana e já disputou seis de suas 14 provas previstas.

E não faltam novidades, com a já anunciada estreia de Cacá Bueno/Ricardo Baptista (ao que tudo indica, juntos até o fim do campeonato) e o retorno de Daniel Serra – que já esteve na categoria em aparições esporádicas nos anos de 2007/2008, e que guiará a terceira Ferrari da Luzich Racing com Marco Cioci.

Isso deixa o total de pilotos brasileiros neste fim de semana em nove – sendo que onze disputaram pelo menos uma corrida. Alan Hellmeister vira e mexe aparece como regra três de Allam Khodair por conta dos compromissos deste com a Stock Car. O carioca Nicolas Costa começou a temporada pela Vincenzo Sospiri Racing, mas participou apenas das primeiras rodadas. Já em Spa, foi substituído pelo italiano Edoardo Liberati.

Entre os 27 carros prometidos, nove deles são da divisão Pro, onze da Pro-Am e os demais da subclasse Am. Uma nova equipe participa da categoria na rodada magiar: a polonesa Olimp Racing poderá comparecer com dois Audi R8 LMS – um deles confirmado para a dupla polaca Marcin Jedlinski/Mateusz Lisowski. Stanislaw Jedlinski consta da lista como um dos pilotos do carro #5, mas sem segundo piloto definido.

A Rinaldi Racing, que inscreveu três carros na etapa de Spa-Francorchamps, terá dois desta vez: o carro confiado a Vadim Kogay/David Perel não está disponível e a #333 será guiada por Perel e Rinat Salikhov. Outras novidades são a participação de Zdeno Mikulasko ao lado do compatriota Miro Konôpka no Lamborghini Huracán da ARC Bratislava, em substituição a Konstantins Calko e também a confirmação de Andrea Bertolini em substituição ao xará Montermini na Ferrari #11 da RS Racing, junto a Daniele Di Amato.

A classificação geral aponta o dinamarquês Mikkel Mac Jensen como líder da classificação com 66 pontos, doze a mais que a dupla Andrés Saravia/Fran Rueda. Alessandro Pier Guidi é o 3º colocado com 50 e após o italiano vêm Giovanni Venturini/Jeroen Mul (42) e Andrea Montermini/Daniele Di Amato (41).

Na Pro-Am, Fabrizio Crestani/Miguel Ramos comandam o campeonato com 41 pontos, três à frente de Tom Onslow-Cole/Valentin Pierburg. Marcelo Hahn é o melhor brasileiro: está em terceiro com 32, seguido por Michele Rugolo/Alexander West (25) e Bradley Ellis/Oliver Wilkinson (20).

E na subclasse Am, a dupla formada por Giulio Borlenghi/Andrzej Lewandowski está em primeiro com 41 pontos, contra 35 de Miro Konôpka/Konstantins Calko e 32 de Luis Coimbra/Antônio Silva e Márcio Basso/Thiago Marques. Alexander Hrachowina/Martin Konrad estão em quinto, com 29.

De acordo com o cronograma divulgado no site oficial da categoria, as provas do International GT Open obedecerão aos seguintes horários: sábado às 10h45 (horário de Brasília), larga a corrida #1 com 70 minutos de duração e no domingo, acontece a corrida #2 a partir de 9h15 (também pelo horário de Brasília), com duração de 60 minutos. O blog terá os vídeos ao vivo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>