MENU

30 de julho de 2018 - 19:51IMSA Weather Tech SportsCar Championship

IMSA: 35 carros na etapa de Road America

imsa_29266773-1068x798

A IMSA chega neste fim de semana ao espetacular circuito de Road America para a nona etapa do campeonato, com a volta dos Protótipos e mais de 30 carros no grid

RIO DE JANEIRO - Próximo domingo é dia de muita velocidade no circuito misto mais espetacular dos EUA: o tradicional traçado de Road America, em Elkhart Lake, será o palco da nona rodada do IMSA Weather Tech SportsCar Championship, com o retorno da classe Prototype após uma pausa em Lime Rock.

A Continental Tire Road Race Showcase terá duração de 2h40min, com a presença confirmada de 35 carros das três categorias. Lista de inscritos AQUI.

Na classe Prototype, a liderança é de Felipe Nasr e Eric Curran após a etapa de Mosport, em que conquistaram o primeiro lugar na tabela com um ponto de vantagem para Filipe Albuquerque (198 a 197). O português nunca correu em Elkhart Lake e fará sua estreia no seletivo circuito de 4 milhas de extensão tendo de volta o parceiro João Barbosa, ausente nas duas últimas provas e já recuperado de uma fratura num punho. Assim, Christian Fittipaldi volta ao papel de diretor esportivo da AX Racing, mas Hélio Castroneves e Pipo Derani lutarão também pela segunda vitória de cada um deles em 2018.

Para esta corrida, o BoP da IMSA contempla algumas mudanças importantes: o protótipo Mazda RT24-P DPi perde 10 kg de peso mínimo e ganha mais potência no turbo nas faixas úteis de 2000 a 9100 rpm, além de mais quatro litros no tanque de combustível.

Os motores dos protótipos Acura ARX-05 DPi não têm ajustes de pressão, mas os bólidos do Team Penske ganham mais dois litros de capacidade nos reservatórios. Também os Onroak Nissan DPi da equipe Tequila Patrón ESM recebem acréscimo de potência (entre 2000 e 7600 rpm) e mais combustível. O único DPi que não corre com motor turbo também tem novidades boas: os Cadillac DPi-V.R vão poder trabalhar menos estrangulados, com 31.6 mm nos dois restritores de ar dos propulsores 5.8 litros V8, conferindo um razoável ganho de potência. Mais cavalos também significam mais gasolina no tanque – serão quatro litros a mais (de 64 a 68 litros nesta etapa).

A classe GTLM seguirá para esta corrida com o mesmo BoP da prova de Lime Rock e os mesmos oito carros da etapa passada. Dirk Müller e Joey Hand lideram o campeonato com um ponto de vantagem para Antonio Garcia/Jan Magnussen e dois de frente para Richard Westbrook/Ryan Briscoe, o que torna aberta e imprevisível a batalha entre os Ford GT EcoBoost da Chip Ganassi Racing e os velhos de guerra Chevrolet Corvette C7-R da Corvette Racing. Com longos trechos de alta, é uma pista favorável aos carros com mais potência. Porsche e BMW terão que correr atrás do prejuízo…

Na GTD, algumas novidades em relação à última corrida: a Wright Motorsport pretende colocar de novo seu segundo Porsche 911 GT3-R e, por compromisso já assumido, Wolf Henzler não estará ao volante ao lado de Michael Schein no carro #16. O substituto do alemão deverá ser o norueguês Dennis Olsen.

A Park Place, que normalmente disputaria as provas do North American Endurance Cup, leva o carro #73 para Jörg Bergmeister e Patrick Lindsey disputarem a prova, como um “apronto” para as 6h de Silverstone, terceira etapa da Super Season do WEC. Outro carro da temporada de longa duração estaria na pista: a P1 Motorsports pretendeu inscrever a Mercedes-AMG para JC Perez/Loris Spinelli, mas retirou-se do evento.

Quem também retorna é a Ferrari #51 da Squadra Corse Garage Italia, com o brasileiro Oswaldo Negri a bordo ao lado de Francesco Piovanetti. Para esta etapa, a dupla Madison Snow/Bryan Sellers, da Paul Miller Racing, lidera o campeonato com 10 pontos de vantagem para Katherine Legge.

O Fox Sports deve exibir a etapa de Road America em VT inédito neste domingo, após a Nascar.

2 comentários

  1. rodrigo botana disse:

    fico besta nenhuma equipe quer o Stefan wILSON, o Sage Karan e o James Davidson que já correram na categoria no passado ,para correr nela de novo, os três correram a indy 500 esse ano e estão a pé depois dela, de mais nada correram , acho estranho isso mattar.

    • Rodrigo Mattar disse:

      O Sage Karam é batedor. Ninguém quer piloto batedor. Os outros dois não têm chance porque não têm ou convite pra correr ou não têm dinheiro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>