MENU

6 de julho de 2018 - 23:55IMSA Weather Tech SportsCar Championship

IMSA: CORE domina sexta-feira de acidentes no Canadá

IMSA WeatherTech SportsCar Championship

No clique de Jake Galstad, o carro #54 da CORE Autosport foi o mais rápido na pista do Canadian Tire Motorsport Park nesta sexta-feira. A corrida da IMSA será transmitida ao vivo neste domingo às 15h no Fox Sports 2

RIO DE JANEIRO - Sexta-feira de treinos livres e de domínio da CORE Autosport no Canadian Tire Motorsports Park, para a 7ª etapa do IMSA Weather Tech SportsCar Championship. Colin Braun foi o piloto a ser batido em ambas as sessões, fechando o dia como o mais rápido – o tempo de 1’06″902 do piloto de 29 anos foi 0″037 mais veloz que o Acura ARX-05 DPi guiado por Dane Cameron e que também terá o colombiano Juan Pablo Montoya.

Hélio Castroneves foi o 3º mais veloz com 1’07″881 – mas o experiente piloto brasileiro conheceu os perigos do veloz e técnico circuito canadense, sofrendo um violento acidente na curva 5 e danificando a parte traseira do lado direito de seu protótipo. Não foi o único a se acidentar: de manhã, Kyle Masson bateu com o Oreca #38 da Performance Tech Motorsports. Os danos foram tão extensos que a equipe de Brent O’Neill decidiu se retirar da competição e se empenhar na preparação para a categoria Mazda Prototype Challenge, que também está no Canadá neste fim de semana.

“Gastamos muito tempo reconstruindo o carro após o acidente em Watkins Glen”, disse O’Neill. “Odiamos terminar o fim de semana dessa forma, mas depois de um acidente forte como esse é a melhor decisão para todos”, lamenta.

Voltando ao resultado dos treinos, o Cadillac #5 da AX Racing que será guiado por Filipe Albuquerque/Christian Fittipaldi alcançou o quarto lugar na soma das duas sessões, a 1″186 do tempo de Colin Braun. O #31 de Felipe Nasr ficou em sexto, com o piloto brasileiro marcando 1’08″254, catorze milésimos abaixo do único Nissan Onroak DPi inscrito pela Tequila Patrón, desta vez com Ryan Dalziel e Pipo Derani.

Na GTLM, a Porsche fez 1-2 com seus 911 RSR GTE: Nick Tandy marcou 1’14″357 e superou por 0″181 o companheiro de equipe Earl Bamber. Antonio Garcia ficou a quatro décimos com seu Chevrolet Corvette C7-R, superando o parceiro Tommy Milner. A seguir vieram os dois Ford GT da Ganassi, já virando na casa de 1’15″ assim como as BMW M8 GTE da equipe de Bobby Rahal.

A GTD chegou a Mosport com menos um dos prometidos 12 carros: a equipe SunEnergy1 do australiano Kenny Habul decidiu romper de forma unilateral com a Riley Motorsports, que cuidava do running do carro. Assim, a Mercedes-AMG #75 não será vista nessa corrida e Habul já se prepara para a estreia nas 24h de Spa-Francorchamps, no fim do mês. Por enquanto, não se fala em retorno do piloto e de sua equipe na próxima prova, que será em Lime Rock Park, apenas com os GTLM/GTD.

O melhor tempo do dia foi do português Álvaro Parente, que marcou 1’16″574 no Acura NSX-GT3 da Meyer Shank Racing que divide com Katherine Legge. Kyle Marcelli foi o 2º com o Lexus da 3GT Racing, seguido do Porsche de Wolf Henzler, do Lamborghini guiado por Bryan Seller e pelo Audi de Andy Lally. As oito marcas presentes ficaram nas oito primeiras posições, já que a Mercedes-Benz que sobrou ficou em sexto, com a BMW M6 da Turner Motorsport em sétimo e a Ferrari 488 da Scuderia Corsa em oitavo.

Neste sábado, a partir de 9h30 de Brasília, as equipes têm mais um treino livre preparatório para os últimos ajustes, visando a definição do grid. O qualifying começa a partir de 13h10 (12h10, pela hora local), com transmissão ao vivo via streaming no site da IMSA.

O Fox Sports 2 transmite o GP de Mosport ao vivo neste domingo a partir de 15h, com Thiago Alves, Rodrigo Mattar e Edgard Mello Filho.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>