MENU

4 de julho de 2018 - 17:15Automobilismo Internacional, Vídeos

Para quem não viu: VdeV Endurance Challenge, etapa de Dijon-Prénois

RIO DE JANEIRO - Quarta etapa do VdeV Endurance Challenge disputada no último fim de semana no circuito de Dijon-Prénois, num domingo especialmente calorento na França (temperatura ao redor de 34º C fora do carro, outro tanto dentro dele e quentíssima no asfalto). A antiga pista-sede de provas de Fórmula 1 nos anos 1970 e 1980 viu o colorido dos inscritos na prova de 4h de duração que reuniu as classes GT/Turismo/LMP3/PFV, sendo que dentro do regulamento Turismo não tinha ninguém e o grid era diminuto nas classes GT/PFV – dois carros em cada.

Os LMP3 foram de novo maioria absoluta do plantel de 20 carros inscritos. Dos 16 presentes, havia seis Norma M30 e os demais eram os Ligier JS P3. A trinca formada por Daniel Bassora/Mathias Beche/Jean-Yves Perissel largou da pole position com o tempo de 1’12″353, mas o carro #21 da DB Autosport acabou por desistir após 28 voltas. A vitória foi da TFT, que largou da 12ª posição e após 170 voltas percorridas, chegou na frente de todo mundo com a trinca formada por Philippe Paillot, Arnold e Maxime Robin.

Em 2º ficou a Inter Europol Competition, com Kuba Smiechowski/Pontus Fredriksson recebendo a quadriculada a 3″908 dos vencedores. O Team Virage conquistou o último lugar do pódio com Jakeson Caouette/Philippe Valenza/Joonas Lappalainen. A Visiom Racing venceu sem problemas na GTV1 com sua Ferrari 488 GT3, cinco voltas à frente da AB Sport Auto e seu Lamborghini. O Renault RS01 da dupla Max Mugelli/Patrick Sarralih derrotou o único Foenix inscrito na divisão PFV.

E de novo tivemos a presença do Ligier JS P3 #84 da equipe de Fréderic Sausset, que ficou toda orgulhosa por ser citada (merecidamente, por sinal) aqui no blog – manifestando seu agrado no Twitter. Mais uma vez presente com a trinca Snoussi Ben Moussa/Takuma Aoki/Nigel Bailly, eles finalizaram a disputa em 17º lugar. Sempre bom lembrar que trata-se de um carro para pilotos com problemas de mobilidade e que classificou a 3.2 segundos da pole position, conseguindo em ritmo de corrida a melhor volta em 1’17″917, enquanto o carro mais rápido da etapa virou em 1’14″392.

Acompanhe a corrida de Dijon a partir das 3h23min do vídeo abaixo.

1 comentário

  1. Danilo Coelho disse:

    Parabens por citar está categoria, chover no molhado, mas você é o que melhor cobre as categorias pra nós carentes brasileiros, sempre assito a VdeV o vivo no youtube, o destaque nela são os LMP3, prototipos invocadinhos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>