MENU

3 de agosto de 2018 - 18:49Automobilismo Nacional, Memorabilia

Gold Classic: preliminar luxuosa da Cascavel de Ouro

4736878893722fe26baa394e0850bd38

O “Fuca” que ilustra este post deverá estar no grid da Gold Classic, uma preliminar pra lá de luxuosa da Cascavel de Ouro. Essa prova será organizada pelo narrador e jornalista Luc Monteiro (Foto: Cristiano Dalçoquio/Divulgação)

RIO DE JANEIRO - Por falar no Luc Monteiro, o anão mais atrevido do automobilismo nacional manda avisar lá de Cascavel que a edição 2018 da Cascavel de Ouro aponta para ser um tremendo sucesso.

A prova principal já será um espetáculo. Em maio, o Luc já confirmara no blog dele a participação de mais de 30 carros. Mas a preliminar, com carros clássicos, será um absurdo.

Até agora, a Gold Classic – com organização do próprio Luc Monteiro – tem quase setenta (isso mesmo!) carros fechados para participar do evento – pra ser mais exato, 68. São 80 as vagas disponíveis e o plantel já está dividido em duas subclasses, que correrão duas provas de 30 minutos cada.

As classes Turismo Light e Speed Fusca formarão um desses grids e o outro vai ser composto pelos carros das classes Fusca Cup, Força Livre, GTS, TS e TL. “O sucesso da Gold Classic tem sido uma surpresa desde as primeiras semanas de contato com pilotos e equipes, em abril”, diz o jornalista e narrador.

“Mesmo sem que exista a categoria Classic Cup em Cascavel, o formato do torneio obteve a pronta aprovação das equipes de outros centros de automobilismo. A expectativa dos participantes é enorme e bem positiva, o astral do evento está alto”, avalia.

Por falar em “outros centros de automobilismo”, gaúchos, mineiros, paulistas e catarinenses – sem contar, é claro, os filhos da terra, os paranaenses – mostraram entusiasmo pela competição e adesão imediata à Gold Classic, que até o último dia 31 de julho oferecia um bom desconto de 35% na taxa de inscrição. Caso haja interessados suficientes para fechar as 80 vagas disponíveis para a preliminar da Cascavel de Ouro, a taxa é um pouquinho mais cara.

Mas vale a pena. Até o Passat Canhão do bróder Niltão Amaral vai dar o ar da graça e andar num dos circuitos mais legais do país. Sem contar o lendário protótipo Avallone com motor Chevrolet inscrito pelo Miguel Beux.

4 comentários

  1. Gustavo disse:

    A Gold Classic, além de acalentar a turma que passou dos 40, usa carros que marcaram toda uma geração e que por não terem muita sofisticação tecnológica fazem a alegria dos pilotos.

  2. rodrigo botana disse:

    rodrigo mattar quando veremos você um dia testar um carro de corrida?o luc corre , o flavio gomes já correu,. o thiago alves já correu as 12 horas de kart do speedland, gostaria muito como fã seu como jornalista, ver você um dia treinando no fusca do luc ou num carro de turismo, poderemos um dia ver isso?seria legal e você poderia por no fox nitro isso, ficaria feliz se um dia isso aconteçer falo sério, abração

  3. rodrigo botana disse:

    e ai rodrigo mattar se testaria o fusca, daria umas voltas pilotando o fusca do luc monteiro?

  4. Marcelo Pacheco #49 disse:

    Fui a inscrição numero 2 com o Uno #49, perdi pro Lacombe por 1 dia. O Passat canhão do Niltão virou prego na Gerdau ano passado, agora ele tem o prata, apelidado de Flecha.
    Aqui de SC oriundos das pistas de terra (3 com experiencia em asfalto, eu de Uno, Alexandre Martins de Gol e Ike Nodari de Uno), vamos em 8 carros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>