MENU

2 de agosto de 2018 - 18:26Mundial de Endurance

Novidades e estreias programadas para as 6h de Silverstone

ByKolles test major upgrade at Spa

A ByKolles terá novo kit aerodinâmico testado em Spa nesta semana e novo piloto em Silverstone: o austríaco René Binder entra na vaga de Tom Dillmann

RIO DE JANEIRO - A pouco mais de duas semanas para o início das atividades de pista em Silverstone para a 3ª etapa do Campeonato Mundial de Endurance (FIA WEC), algumas novidades e estreias estão programadas para o evento britânico – o último em território europeu antes que a trupe de Gérard Neveu siga para o Oriente e realize as corridas de Fuji e Xangai, antes do fim deste ano.

Além da mudança do boletim de Equivalência de Tecnologia, já comentada aqui no blog, as escuderias têm mudanças previstas para a etapa. A ByKolles Racing, de uma só tacada, promove a estreia de um novo piloto e alterações em seu protótipo ENSO CLM P1/01 de motor Nissan biturbo.

O austríaco René Binder, que disputou a última temporada pela extinta World Series Fórmula V8 e fez algumas etapas de Fórmula Indy neste ano, será o terceiro piloto do carro #4 em substituição a Tom Dillmann, impedido de correr na Inglaterra por conta de seu compromisso com o Team LeMans na quarta etapa da Super Formula japonesa. No próximo dia 8, antes de embarcar os equipamentos para Silverstone, a equipe fará testes de aerodinâmica na pista belga de Spa-Francorchamps.

Será testado um pacote aerodinâmico de alto downforce, que será avaliado por Binder e pelo francês Enzo Guibbert, que estava na Graff Racing até a última edição das 24h de Le Mans.

Na classe LMP2, três pilotos farão suas estreias na Super Season: o holandês Nyck de Vries é a nova aquisição do Racing Team Nederland, sucedendo o veterano Jan Lammers. Com somente 23 anos, ele defende a Prema na Fórmula 2, onde é adversário do brasileiro Sérgio Sette Câmara.

Aproveitando o “fator casa”, Anthony Davidson vai colaborar com a DragonSpeed nas próximas provas da temporada. O experiente piloto de 39 anos não rompeu os laços com a Toyota, mas agora se junta a Roberto González e Pastor Maldonado no cockpit de um dos carros mais rápidos do plantel.

E na Larbre Competition, o posto de terceiro piloto do Ligier #50 é ocupado pelo terceiro piloto diferente em três provas: após Julien Canal, que disputou a abertura em Spa e Thomas Dagoneau, escalado em La Sarthe, quem estará em Silverstone é o japonês Yoshiharu Mori, que é executivo da Easy Buy Public Company Limited em seu país.

A experiência do nipônico se resume a um número limitado e irregular de corridas em diferentes categorias, desde o Lamborghini Super Trofeo Asia, passando pelo Blancpain GT Series e desaguando no Asian Le Mans Series. Sua presença não deve agregar muito em termos de performance, apenas em dinheiro para o time de Jack Lecomte.

le-mans-test-2018-finish-order-50

Apenas dois pilotos vão se revezar nos Aston Martin Vantage AMR nas próximas etapas; Darren Turner e Euan Alers-Hankey ficam fora e Jonathan Adam segue para a LMGTE-AM

Na LMGTE-PRO, a Aston Martin decidiu fazer um “reshuffle” em seus lineups de pilotos, igualando o construtor de Gatwick às outras equipes nas próximas três provas, atuando com dois pilotos apenas. Isso significa que Darren Turner deixa de ser o recordista de provas no WEC junto a Christian Ried e Andre Lotterer, com 52 participações.

Há muito tempo engajado com a equipe, Turner terá um papel de embaixador da marca, enquanto pilota no British GT e aguarda por março do ano que vem, quando voltará ao cockpit do Aston Martin Vantage AMR para as provas finais da Super Season – Sebring, Spa e Le Mans. O carro #95 terá Nicki Thiim e Marco Sørensen até Xangai e o #97 será inscrito com Alex Lynn e o belga Maxime Martin.

Jonathan Adam não ficará de fora: o piloto foi realocado na TF Sport, voltando à LMGTE-AM a partir das 6h de Silverstone. O piloto será o substituto do compatriota Euan Alers-Hankey nas próximas etapas, dividindo o carro #90 com Salih Yoluç e Charlie Eastwood. Adam volta ao time oficial da LMGTE-PRO para as etapas finais, assim como Darren Turner. O carro #98 da equipe “cliente” oficial de fábrica segue com sua tripulação intacta.

1 comentário

  1. Rodrigo botana disse:

    Rene binder é ruim demais aff,preferia ver outro piloto no lugar dele

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>