MENU

3 de agosto de 2018 - 12:30Fórmula 1

R de Ricciardo… R de Renault

ric-hulk-1

Os dois da foto vão dividir equipe em 2019: Hulkenberg terá Daniel Ricciardo como seu novo colega de Renault. Surpresa das surpresas, não?

RIO DE JANEIRO - Surpresa na entressafra de corridas da Fórmula 1 até o GP da Bélgica: a Red Bull e Daniel Ricciardo confirmaram o fim do vínculo entre equipe e piloto ao fim deste campeonato. Será o fim de uma relação de cinco temporadas e de outras tantas do australiano com a marca de bebidas energéticas, que o pôs na categoria em 2011 na terrível HRT, encaixando-o depois na Toro Rosso, onde mostrou predicados antes de conquistar sete vitórias em 141 GPs – a mais recente, na China.

Fracassada a tentativa de renovação, surpreendeu ainda mais para onde vai o risadinha: Carlos Sainz Jr. recebe o aviso prévio da Renault e está fora, a despeito de uma boa temporada neste ano. É para seu lugar que Ricciardo irá, formando dupla com Nico Hülkenberg.

Definitivamente, é algo com que ninguém esperava. Daniel sai de sua zona de conforto e vai para uma equipe hoje inferior às três principais forças da categoria, mas que não investiria num piloto do calibre do australiano para ficar como a líder do resto. Os planos da Renault parecem ambiciosos o suficiente para poder contratar um dos mais carismáticos e talentosos pilotos do mercado. Apesar de que o contrato é de dois anos, antevendo talvez uma outra movimentação futura – a de Ricciardo numa outra equipe (Ferrari ou Mercedes).

E também, não mais que de repente, abre-se uma vaga que é cobiçada: a de companheiro de Max Verstappen na Red Bull.

Ricciardo na Renault é só a primeira peça do tabuleiro a ser mexida. Creiam, muitas outras virão.

18 comentários

  1. rodrigo botana disse:

    meu deus que a renault vê nesse hulkenberg, sainz é mais piloto que ele, hulkenberg tem mais de 120 gps e nenhum pódio ,aff e o correto seria sainz e ricciardo a dupla, não entendo a diretoria da renault,

  2. Rodrigo disse:

    Também considero as duas opções xará, ele não tomou a decisão sozinho e com certeza os planos da Renault foram bem analisadas pelo próprio Ricciardo e o pessoal de confiança dele, então como você disse, os planos ambiciosos da Renault podem trazer frutos como os de 2005 e 2006 com Alonso. Um caso parecido foi quando o Hamilton trocou a Mclaren pela Mercedes eu achei na época uma péssima escolha, vendo o próprio resultado da Mercedes de 2010 a 2012, e acabou sendo a escolha perfeita, e talvez seja isso que o Ricciardo esteja vendo.
    Ou é a segunda opção que você disse Mattar, que essa mudança é visando a troca pra Ferrari ou Mercedes, mas dizem que em 2021 a F1 vai passar por uma grande mudança, talvez seja arriscado pensar nessa segunda opção, vai que a Redbull da o pulo do gato e consiga coisa melhor que as rivais, é viver pra ver.

  3. OZZMAIR disse:

    O Sainz ainda é vinculado à Red Bull , se não me engano. Será que numa dessas ele não possa ocupar a vaga que se abriu???

    • Rodrigo Mattar disse:

      É, mas o Sainz também pode ir para a vaga do Vandoorne na McLaren. O belga pelo visto não vai durar muito por lá.

      • rodrigo botana disse:

        mattar falaram que o norris vai para o lugar do belga na mc laren .

      • Rodrigo Mattar disse:

        Falar, todo mundo fala. O Sainz pode ir por influência do Alonso. Ou até mesmo para a vaga do próprio espanhol. Vai que ele sai fora né…

  4. Cristiano disse:

    Ano passado o Sainz foi para Renault justamente por falta de espaço na equipe principal, poderia sim voltar. Mas trazer o Gasly para a equipe principal aparentemente seria uma boa também, só não pode a promoção antecipada ter o mesmo fim de Kvyat. Seria no mínimo curioso o fim da vaga aberta na Toro Rosso, já que tanto se especula de saída do Hartley, mas não tem ninguém mais na fila do programa das latinhas. Os líderes da F2 Norris e Russel já tem outros vínculos. E se o Sergio Sette Câmara conseguir a Super Licença? Hartley teve segunda chance…

  5. Francisco Cruz disse:

    R de Rulkeberguer também vale né… rsrsrs

  6. Zé Maria disse:

    A maior das novidades propiciadas por esse movimento do “risadinha” foi a seguinte:
    “Herr Doktor” Helmut Marko foi useiro e vezeiro em dar um portentoso pé na bunda de seus outrora protegidos, vide Kvyat, Speed e Bourdais, com o Hartley já na mira para o final do ano. . .ou até antes.
    Pois agora, quem virou o jogo e lhe deu um estratosférico pé na bunda foi o “shoey boy”!
    Nada como um dia depois do outro. . .
    Em tempo, Ricciardo não topou pagar prá ver qual seria o resultado da parceria com a Honda, preferiu acreditar no projeto dos franceses, ainda mais no works team.
    E percebam que, mesmo nas contínuas quebras dos Renault, o australiano jamais cuspiu marimbondos como Verstappen o fez na Hungria, talvez isso seja também um claro sinal do jogo que estava sendo jogado nos bastidores.

  7. Claudio disse:

    É uma aposta arriscada, mas sem vagas abertas para ele nem na Ferrari ou Mercedes, fez o que era possível para sair da sombra do companheiro de equipe…sacumé, vai que a Honda se acerta na RBR, Verstappen começaria a destruir o companheiro de equipe, e a moral do Risadinha ficaria no nível de Webber companheiro de Vettel. Fez bem, no meu ver, pode demorar mas é possível a Renault voltar a ser vencedora

    • Igor Fonseca disse:

      “Fez o que era possível para sair da sombra do companheiro de equipe; Verstappen começara a destruir” Oi? Que? C tá zoando né? Hahahahaha
      caso contário, em que mundo que c vive? Ricciardo se encontra em quinto, uma posição a frente no campeonato, com duas vitórias na temporada, contra uma do Verstappen, tendo uma pole na temporada enquanto Max não fez nenhuma até agora, e vc vem com uma dessas, dizendo que o Max é supostamente muito superior com base.. em hipótese (destruiria)? É pra rir mesmo.

  8. caio murilo disse:

    na minha opiniao decisao acertada,, mostrou ter atitude e personalidade,,além de ser um pilotaço,,, porque aceitar ganhar menos com retrospecto melhor,,,na red bull por mais que a escuderia nega se max é o primeiro piloto,,,,sem brasileiros na formula 01 torço por ricciardo,,,agora o baralho ta montado,,,vetell comanda ferrari,,hamilton mercedes,,,max red bull e ricciardo renault,,, cada equipe de fabrica com um top,,,,n acredito q honda e red bul aceitará alonso,nem a mercedes cederia ocon ha uma concorrente direta,,,devido red bull n ter anunciado o meia boca sainz acredito que tem boi na linha,,,gasly é uma aposta ousada combina com helmut makro,,,mas n podemos descartar perez e ate mesmo raikkonen que se daria super bem com max aceitando passivamente a posicao de coadjuvante.

  9. Vinicius disse:

    Acho que o cenário para 2019 vai terminar assim:

    - Tudo igual na Mercedes.
    - Tudo igual na Ferrari – salvo se a cabeça maluca do Raikkonen resolver que é hora de parar – aí é bem provável que Magnussen ou Leclerc apareçam na Ferrari ano que vem.
    - Gasly assume o lugar do Ricciardo na Red Bull e, com isso, o caminho fica livre para Max Verstappen assumir o posto de nº 1 do time.
    - Não seria surpresa Sette Câmara assumindo o lugar do Gasly na Toro Rosso. Hartley deve ficar por falta de gente melhor na fila da Red Bull.
    - Sainz vai para a McLaren no lugar do Vandoorne.
    - Na Haas, se Magnussen sair, Leclerc é o favorito. E se esse movimento acontecer, Giovinazzi pode ganhar uma nova chance na Sauber – não descartando a possibilidade louca de ressurgir das cinzas Daniil Kyviat.
    - A depender do desfecho da crise na Force India, Ocon e Stroll podem trocar de cadeiras. A permanência de Sergio Perez também depende da conclusão dessa história. Sirotkin pode ficar na Williams “se segurando pelo cheque” – ano que vem acaba o contrato com a Martini, e o time vai precisar muito da grana do russo.

  10. Pdr Rms disse:

    Na minha opinião as duplas de 2019 vão ficar assim:

    Mercedes: Hamilton e Bottas
    Ferrari: Vettel e Raikkonen
    Red Bull: Verstappen e Gasly
    Renault: Riccardo e Hulk
    Força Filhão (antiga Force India): Ocon e Stroll
    Haas: Perez e Magnussen
    Mclaren: Alonso e Sainz
    Toro Rosso: Norris ou Vandoorme (emprestado pela Mclaren em troca do Sainz) e algum japones aleatorio indicado pela Honda
    Sauber: Leclerc e Ericsson
    Williams: quem pagar mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>