MENU

6 de setembro de 2018 - 16:54Túnel do Tempo

Direto do túnel do tempo (414)

1970-italy-rega-ferrari-2

RIO DE JANEIRO - Dia 6 de julho de 1970. Braço direito erguido, Gianclaudio “Clay” Regazzoni comemora o triunfo no GP da Itália. É a primeira vitória do ítalo-suíço na Fórmula 1.

Na véspera, o piloto da Ferrari, então campeão europeu de Fórmula 2, completara 31 anos de idade – num dia de nenhuma comemoração. Foi o dia em que Jochen Rindt sofreu seu acidente fatal a bordo da Lotus 72, na Curva Parabólica de Monza.

Rega conquistou ao todo apenas cinco vitórias em 132 GPs que disputou em uma década na categoria máxima. Tinha o apelido meio pejorativo de “Camionista”, porque era rápido, mas não era dos mais técnicos.

Notem o placar – que até hoje faz parte da paisagem de Monza – e a média horária da vitória após 68 voltas de disputa pelos 5,750 km da pista. A prova durou 1h39min06seg88 e Regazzoni completou-a em 236,696 km/h. Jackie Stewart chegou em segundo, na última corrida do escocês com o March 701 e Jean-Pierre Beltoise (Matra-Simca) ganhou, na última volta, o 3º lugar que era de Denny Hulme (McLaren).

Rolf Stommelen (Brabham) foi o quinto e François Cévert (March) fez seu primeiro ponto na Fórmula 1.

Há 48 anos, direto do túnel do tempo.

1 comentário

  1. Zé Maria disse:

    “Rega conquistou ao todo apenas 5 vitórias”. . .
    “Camionista”. . .
    Pode apostar que Sir Frank Williams até hoje reconhece o valor do caminhoneiro das parcas 5 vitórias, Silverstone/79 entrou para a história!
    Em tempo, a data correta é 6 de setembro.
    Abraço e bom feriado.
    Zé Maria

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>