MENU

17 de setembro de 2018 - 17:08Endurance, Motovelocidade

Honda France triunfa no Bol d’Or

Bol18_FinishW-800x364

Chegada triunfal para a Honda France no Bol d’Or: a equipe da moto #1 guiada por Freddy Foray/Josh Hook/Mike di Meglio abre a temporada 2018/19 do FIM EWC no topo do pódio (Foto: Site Oficial EWC)

RIO DE JANEIRO - A 82ª edição do Bol d’Or, uma das mais tradicionais competições de Endurance em duas rodas do mundo, coroou os esforços da equipe Honda France. O time campeão mundial da última temporada, que foi encerrada não tem muito tempo com as 8h de Suzua, tornou a vencer no FIM Endurance World Championship, que abriu sua temporada de cinco provas com quase 60 motos no traçado de 5,673 km de extensão do circuito de Paul Ricard, em Le Castellet.

Um ótimo público (69 mil espectadores, segundo o site oficial da categoria) acompanhou a largada para uma disputa que se antevia acirrada entre as principais equipes da categoria, com a Kawasaki France trazendo o antigo piloto de MotoGP Randy de Puniet como atração ao lado de Jéremy Guarnoni e do veterano David Checa. A trinca da moto #11 partiu da pole position, seguida pela moto #1 da Honda France e pela YART-Yamaha, com sua moto de numeral #7.

A Suzuki também esteve no comando da longa prova, mas diversas falhas técnicas, principalmente de embreagem, jogaram por terra os esforços de Vincent Philippe/Etienne Masson/Greg Black, que perderam sete voltas e terminaram exatamente onde largaram – em quinto lugar. Nas primeiras cinco horas, a intensidade da disputa pôde ser medida pelo fato de que havia três equipes duelando nas cinco primeiras horas, separadas por meros 10 segundos. E após 21 horas de prova, faltando portanto três para a quadriculada, 30 segundos separavam as máquinas que lutavam pelo pódio.

Mas uma delas resolveu falhar quando não devia: líder da prova, a Kawasaki #11 teve que recorrer aos boxes para a troca da caixa elétrica. O conserto foi mais demorado que o necessário, uma vez que a equipe perdeu onze voltas e qualquer outra possibilidade de vencer a lendária corrida. O trio acabou mesmo em 7º lugar, com lágrimas no box dos verdes enquanto a chance escorria pelos dedos.

A trinca formada por Freddy Foray, Josh Hook e pelo novo recruta Mike di Meglio soube administrar a situação, após passarem grande parte da prova brigando com a moto #13 da escuderia Wepol, do trio Daniel Webb/Matthieu Lagrive/Sheridan Morais. Mas esta máquina ficaria para trás, terminando em terceiro e com somente uma volta de diferença em relação aos vencedores. A YART-Yamaha foi a única que chegou perto: a moto #7 de Broc Parkes/Niccolò Canepa/Martin Fritz finalizou a prova a 54″244 na quadriculada, após um total de 698 voltas completadas.

Em quarto lugar, vindo de um modesto 12º posto no grid, veio o Bollinger Team Switzerland, na melhor Kawasaki vista na classificação final, com a trinca Roman Stamm/Sébastien Souchet/Jonathan Hugot. A grande surpresa do Bol d’Or foi o sexto lugar de uma máquina da subclasse Superstock, da equipe Gert56 – German Endurance Racing Team. Julian Puffe/Stefan Kerschbaumer/Filip Altendofer fizeram o segundo tempo na categoria nos treinos classificatórios (10º no grid geral), vencendo na divisão com 688 voltas – duas de diferença para o segundo colocado da classe, a equipe Webike Tati Team Trickstar, que finalizou a prova em oitavo na geral.

Um total de 58 máquinas deu a largada, com 39 recebendo a bandeirada e 37 classificadas, de acordo com a distância mínima de 75% (516 voltas percorridas) em relação ao vencedor na classificação geral.

A próxima etapa do FIM EWC será no próximo ano – as 24h de Le Mans, no Circuit Bugatti, em 20 e 21 de abril.

10 comentários

  1. Zé Maria disse:

    Boas lembranças dos brasileiros Walter Tucano Barchi e Denisio Casarini (ou foi o Edmar Ferreira?), também vencedores dessa prova, acho que em 78?

  2. Gabriel Medina, O outro disse:

    As 8 Horas de Suzuka foram no final de julho e fizeram parte de uma temporada, um mês e meio depois temos o Bol d´Or que faz parte de outra temporada, que vai ter a segunda corrida em abril, ou seja, daqui a 7 meses.

    Taí, esse é o calendário mais bisonho de todos os tempos.

  3. ags disse:

    Mattar….
    Quer um puta depoimento…. liga pro Edmar Ferreira….e com certeza vce vai adorar saber…como é dirigir na madrugada.. chovendo.. e vendo os caras atolar a mão mesmo na placa dos 50metros…
    Pergunte a ele.. ou ao Tucano.. ai vce tem matéria. bonita..e os fans pedem bis..
    Edmar Ferrreira e Walter ” Tucano ” Barchi… ,,

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>