MENU

1 de outubro de 2018 - 00:24Blancpain Endurance Series

Black Falcon ganha, não leva… e Marciello é campeão sub-judice do Blancpain GT

timthumb

Com a desclassificação da Black Falcon, a temporada 2019 do Blancpain GT está sub-judice e por enquanto Raffaele Marciello tem os títulos de pilotos em TODAS as séries da SRO

RIO DE JANEIRO - Climão em Barcelona na final do Blancpain GT Series, com a última etapa da série Endurance realizada na Catalunha. A Black Falcon Racing conquistou na pista a vitória com o trio do carro #4 guiado por Yelmer Buurman/Maro Engel/Luca Stolz, que seria também o campeão da série de Endurance do certame organizado por Stéphane Ratel.

Mas a vistoria técnica pós-prova mudou tudo. Os comissários detectaram o uso de uma fita adesiva na entrada de ar do motor da Mercedes-AMG GT3, o que violou dois artigos do regulamento técnico da categoria. Embora isso não representasse um ganho de performance, os oficiais confirmaram que tal uso é fora das regras. A Black Falcon vai recorrer da decisão dos comissários.

Uma pena que o título será decidido no tapetão, pois com a eliminação de Buurman/Engel/Stolz, o italiano Raffaele Marciello simplesmente se consagraria campeão de tudo no Blancpain GT. O piloto da equipe AKKA-ASP já fora o vitorioso na série Sprint e herdaria também o título da série Endurance – além de ser oficialmente o campeão geral da competição.

A última e movimentada prova de encerramento da temporada 2018 foi disputada por 52 carros e acabou dominada em quase sua totalidade pela Mercedes pole position, que à exceção do início da terceira hora, se manteve à frente dos adversários, mesmo com os diversos períodos de Safety Car que a direção de prova lançou mão. Marciello, junto a Tristan Vautier e Dani Juncadella, encerrou a prova a 1″733 do carro que seria excluído na vistoria. A Ferrari de Davide Rigon/Mikhail Aleshin/Miguel Molina, inscrita pela SMP Racing, fechou o pódio e herdou o segundo lugar.

Com grande performance, o trio Adrian Zaugg/Alex Fontana/Mikaël Grenier promoveu uma despedida de sonho do modelo Jaguar G3 da Emil Frey Racing, que se aposentou oficialmente das pistas após quase uma década de serviços prestados. O trio do carro #54 venceu na Silver Cup, conquistou o título da categoria e terminou em quarto na pista – 3º lugar na geral.

O brasileiro Felipe Fraga conquistou seu melhor resultado com a Mercedes-AMG #44 da Strakka Racing. Quarto no grid após os treinos classificatórios, o piloto da Stock Car baixou duas posições, caiu para sexto e depois na parada de box, Christian Vietoris desceu para décimo. O carro voltou a melhorar na disputa com a pilotagem de Oliver Rowland e fechou a disputa em 7º na geral – sexto provisório com a desclassificação do #4 da Black Falcon.

A Daiko Lazarus Racing venceu na classe Pro-Am com Giuseppe Cipriani/Miguel Ramos/Fabrizio Crestani e seu Lamborghini Huracán, mas o título da série Endurance ficou com Lewis Williamson/Nick Leventis/Chris Buncombe, que fecharam a disputa em oitavo. Adrian Amstutz e Leo Machitski, que dividiram a pilotagem do carro da Barwell Motorsport com Richard Abra, levaram a vitória na divisão e o título de 2018.

Na soma dos pontos das duas séries, “Lello” chegara a Barcelona com 18,5 pontos de vantagem para Christopher Mies e Alex Riberas – os dois e mais Dries Vanthoor acabaram num esquálido 15º posto após serem abalroados pelo Aston Martin V12 Vantage da R-Motorsport do trio Nicki Thiim/Jake Dennis/Matthieu Vaxivière. O italiano ganharia o título geral de qualquer jeito com o 2º posto – levou os 25 pontos (por enquanto) e é o novo campeão geral do Blancpain GT Series.

Jack Manchester e Nico Bastian, já campeões da série Sprint, levaram o título geral na divisão Silver Cup, enquanto Nyls Stievenart e Markus Winkelhock são os vitoriosos da Pro-Am no Blancpain GT, enquanto Amstutz e Machitski são os novos campeões da Am Cup.

As 3h de Barcelona marcaram, além do Emil Frey Jaguar G3, a despedida de outros carros, como o Aston Martin V12 Vantage GT3, do Lamborghini Gallardo R-EX e da versão antiga do Bentley Continental GT3. E para 2019, foram definidas algumas regras, como mudanças nos pit stops e o banimento de testes privados como forma de conter custos. A SRO definiu cinco dias de testes intertemporada – incluindo o Test Day das 24h de Spa-Francorchamps – como substituto desses treinos de desenvolvimento.

SRODiag

O portfólio da SRO tem mudanças para 2019, comparado com este ano. Mais provas do IGTC, uma nova nomenclatura para as séries Sprint e mais campeonatos GT4

Outra novidade é a nova nomenclatura das séries Sprint asiática, europeia e estadunidense, que passam a se chamar Blancpain GT World Challenge, com as marcas envolvidas na competição disputando o título geral da série e com 12 pilotos sendo eleitos para disputar um total de 18 etapas englobando as três séries.

Em cada continente, um construtor terá pelo menos um piloto de cada graduação FIA – Platina, Ouro, Prata e Bronze – nas corridas, disputando o título geral.

3 comentários

  1. Rodrigo disse:

    Sera que a Jaguar terá uma novo modelo GT3 pra 2019? Aston Martin vem com um novo carro GT3 e Mclaren também, Audi parece que vai mudar pra versão 2019 do R8 com ligeiras mudanças no visual.
    Finalmente Endurance Series vai acaba em Nürburgring ano que vem, não fico legal as 3hrs em Barcelona, pista difícil de ultrapassar não que seja fácil em Nürburgring.

    • Rodrigo Mattar disse:

      Jaguar não terá carro novo, Rodrigo. Com relação às demais que você mencionou, sim. Teremos carros novos. A versão atualizada do R8 LMS Ultra será apresentada em breve.

      • Rodrigo disse:

        Uma pena mesmo xará, a Jaguar sair de cena, agora é esperar o longo período ate o início da próxima temporada e ver esses novos carros revestido com a pele de cada equipe.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>