MENU

28 de outubro de 2018 - 06:00European Le Mans Series

ELMS: pole da Duqueine Engineering para a última etapa do ano

5bd4788406650

Strike a pose: Nico Jamin comemora a última pole do ano no ELMS. A Duqueine Engineering sai na frente no grid das 4h de Portimão, neste domingo (Foto: Jakob Ebrey Photography)

RIO DE JANEIRO - A Duqueine Engineering riu por último num movimentado treino classificatório para a disputa das 4h de Portimão, sexta e última etapa do European Le Mans Series (ELMS) deste ano. Com o francês Nico Jamin a bordo, o carro #29 bateu por somente 0″060 o rival mais próximo, o Ligier da Panis-Barthez Competition tripulado pelo antigo piloto de Fórmula 1 Will Stevens, para conquistar o ponto extra e tentar fechar a temporada com um resultado importante.

A terceira posição do grid ficou com a United Autosports e o carro #22 guiado pelo ídolo local Filipe Albuquerque, superado por pouco mais de um décimo de segundo. Paul-Loup Chatin qualificou o Oreca da IDEC Sport Racing – escuderia que está na batalha pelo vice-campeonato – em quarto, à frente da já campeã G-Drive Racing. Nicolas Lapierre, que fará sua última apresentação pela DragonSpeed no certame europeu, já que assinou com a Cool Racing (que sobe de categoria) para 2019, forma o grupo dos seis mais rápidos.

Felipe Nasr registrou a marca de 1’34″457, classificando o Dallara P217 da Cetilar Villorba Corse com o nono melhor tempo entre os 15 protótipos inscritos na classe LMP2. O brasileiro e os parceiros italianos Giorgio Sernagiotto e Roberto Lacorte esperam ter melhor sorte neste domingo do que nas demais provas do campeonato.

Na LMP3, o jovem Lucas Légeret surpreendeu e comprovou o bom momento dos chassis Norma M30, que começam a mostrar sinais de competitividade contra os Ligier JS P3. Com o tempo de 1’40″715, o representante da M.Racing-YMR superou o favoritismo de Matthieu Lahaye a bordo do carro da Ultimate, fechando a classificação apenas 0″061 à frente do adversário. A terceira posição ficou com a AT Racing, que teve Mikkel Jensen a bordo durante uma sessão interrompida por bandeira vermelha – o #11 de Giorgio Mondini/Kay Van Berlo foi para a brita e não conseguiu registrar tempo.

Líderes do campeonato, Job Van Uitert/Rob Garofall/John Farano largam em sétimo com o carro da RLR MSport. Ross Kaiser/Terrence Woodward, que também têm chances matemáticas de título, partem de 10º lugar na categoria. A pior situação é de Matt Bell/Tony Wells/Garrett Grist, que precisam da vitória e de uma combinação de resultados para sair com o título – a trinca ficou somente com o décimo-quarto tempo.

A Ferrari da JMW Motorsport levou a pole no último minuto entre os seis LMGTE inscritos: o espanhol Miguel Molina desbancou os Porsches da Proton Competition e cravou 1’42″765, cerca de três décimos abaixo do tempo de Dennis Olsen no carro #77. Matteo Cairoli chegou a ter a pole e também a baixar de 1’43″ no #88, porém a volta rápida do italiano foi excluída por abuso do limite da pista. O piloto acabou mesmo com o terceiro lugar da classe, seguido por Matt Griffin no carro da Spirit of Race, vindo a seguir o Porsche da Ebimotors com Riccardo Pera e a Ferrari da Krohn Racing, com Andrea Bertolini.

As 4h de Portimão têm largada neste domingo às 9h30 de Brasília. Com o fim do horário de verão europeu, o fuso horário entre Brasil e Portugal volta a ser de três horas por alguns dias. O blog vai trazer o vídeo da corrida ao vivo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>