MENU

10 de outubro de 2018 - 15:33Automobilismo Internacional, Memorabilia

Uma pena!

43664753_10212929635738623_3980287252814102528_n

RIO DE JANEIRO - Escreve o querido jornalista português João Carlos Costa que o Museu do circuito britânico de Donington Park será desativado após 45 anos, sem maiores explicações. O fechamento já tem data marcada: será no próximo dia 5 de novembro.

É uma pena: quem pôde ir, foi. Eu não tive a chance., já que infelizmente jamais cheguei perto da pista e muito menos em qualquer outro autódromo na Inglaterra. A história do automobilismo foi contada por todo esse tempo diante dos olhos de centenas de milhares de fãs dos carros de competição. E é uma pena que uma história destas tenha o seu final, confirmado pelo herdeiro do fundador Tom Wheatcroft, Kevin.

Mas há que se dizer que parte do acervo é cedida por equipes de Fórmula 1. Quem sabe esses carros espetaculares não encontram um novo lar para continuarem sendo admirados por nós para todo o sempre?

2 comentários

  1. Bruno Serafim disse:

    Que pena mesmo. O museu fechará, mas os carros continuarão existindo, então menos mal. Eu tive a oportunidade de assistir ao GP de Silverstone no ano passado, mas não achei tão legal. Se me permite a sugestão, eu recomendo que vá ver o GP de Monza, é muito mais legal que Silverstone na minha opinião. Monza tem um parque maravilhoso no entorno da entrada sul atrás da Parabólica e também após o GP dá até para caminhar no antigo banking e sentir os espíritos do passado que j[á se aventuraam por ali. Conheço pessoas que já estiveram nesse museu em Donington e gostaram muito. Pra quem é fã de ASS então é uma festa, mas não é bem o meu caso. Donington fica mais longe de Londres, então precisa ter um pouco mais de tempo para ir e também acaba saindo mais caro.

  2. Everaldo Dias de Junior disse:

    Eu tive o privilégio de ir três vezes à pista de Donington Park. Mas só na última, em maio passado, tive a chance de entrar no museu. Nas outras, fui ao Download Festival que acontece na pista e por isso fechavam o museu. A experiência foi fantástica pra qualquer apaixonado por Fórmula 1. A primeira Williams pilotada por Senna, a de 90, a de 93. E tantos outros carros. Realmente, dói no coração ler uma notícia dessas. Só quem é apaixonado pela coisa sentirá. O mundo vai ficando cada vez mais triste. Me considero uma pessoa fria, mas essa notícia me fez sentir vontade de chorar…

Deixe uma resposta para Bruno Serafim Cancelar resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>