MENU

6 de dezembro de 2018 - 15:52Mundial de Endurance

1000 Milhas de Sebring: sai primeira lista provisória

RIO DE JANEIRO - Eu sei: é só no ano que vem que Sebring volta ao calendário do Mundial de Endurance (FIA WEC), mais precisamente no dia 15 de março – uma sexta-feira.

Sete anos depois da primeira prova da história da competição, realizada em conjunto com o hoje extinto American Le Mans Series, a categoria vai dividir o mítico circuito da Flórida com a IMSA, em duas corridas – as 1000 Milhas (ou oito horas) do WEC e as 12h de Sebring do certame estadunidense, com menos de 24h de intervalo de realização entre uma e outra.

E a primeira lista provisória já saiu: 34 carros estão confirmados, já que pelo visto a CEFC TRSM e os dois Ginetta G60 não serão mais vistos pelo resto do campeonato.

Claro, trata-se de uma relação prévia, sujeita a alterações. Na LMP1, a ByKolles é a única equipe sem nenhum piloto confirmado. A DragonSpeed, que veio sem Henrik Hedman nos eventos disputados no Japão e China, tem o sueco na lista a bordo do carro #10.

De resto, os outros nomes são aqueles que já conhecemos de cor e o espanhol Fernando Alonso terá sua primeira experiência naquele circuito, chegando à Flórida como líder do campeonato junto a Kazuki Nakajima e Sébastien Buemi, mas com apenas cinco pontos de vantagem para José María López, Mike Conway e Kamui Kobayashi. O brasileiro Bruno Senna, que subiu ao pódio pela primeira vez na temporada durante a disputa das 6h de Fuji, está em 5º lugar na classificação, com 45 pontos.

Na classe LMP2, onde a liderança do campeonato é do trio Ho-Pin Tung/Gabriel Aubry/Stéphane Richelmi, por 10 pontos de vantagem sobre André Negrão/Pierre Thiriet/Nico Lapierre, o único nome novo em relação à etapa de Xangai é o de mais um francês que deve estrear no FIA WEC: Jean-Baptiste Simmenauer, indicado para guiar o carro #50 da Larbre Competition, junto a Romano Ricci e Erwin Creed.

A LMGTE-PRO é a subclasse que mais novidades apresenta. Além do retorno de Augusto Farfus a bordo da BMW M8 GTE #82 ao lado do português Antônio Félix da Costa, a AF Corse tem intenção de inscrever três pilotos em suas duas Ferrari 488 GTE EVO, indicando o brasileiro Daniel Serra para o carro #51 dos campeões mundiais James Calado e Ale Pier Guidi, além de Miguel Molina no carro #71, junto a Sam Bird e Davide Rigon.

A Aston Martin, em franca evolução no campeonato, também confirmou que terá três pilotos a bordo, com Jonathan Adam e Darren Turner se juntando aos titulares Nicki Thiim, Marco Sørensen, Alex Lynn e Maxime Martin. A Ford Chip Ganassi Racing tem planos de incrementar suas tripulações – sem no entanto confirmar ninguém até o momento. Além da BMW, a Porsche vai com apenas dois pilotos para as 1000 Milhas de Sebring.

E nem precisa mudar o que está ganhando: Kévin Estre/Michael Christensen lideram o Mundial com 111 pontos contra 68 de Olivier Pla/Stefan Mücke e Richard Lietz/Gimmi Bruni. Daniel Serra, que deve disputar sua segunda prova na Super Season, é o 15º colocado na tabela com 18 pontos.

Já na LMGTE-AM, duas novidades confirmadas: a primeira é o regresso do argentino Luis Pérez-Companc ao Mundial de Endurance, como substituto de Mok Weng Sun na Ferrari 488 GTE #61 da Clearwater Racing. No mesmo carro, Matteo Cressoni deve disputar a prova no lugar do japonês Keita Sawa.

A Dempsey Racing-Proton tem três nomes em aberto – dois para o #88 e o outro para o #77. E a TF Sport, que não terá Jonathan Adam – servindo à equipe LMGTE-PRO, terá que se socorrer de outro piloto ouro e/ou platina para o evento.

Com a punição sofrida pela Dempsey Racing-Proton, que perdeu todos os pontos de Spa-Francorchamps até Fuji por conta de irregularidades, a trinca formada por Patrick Lindsey/Jörg Bergmeister/Egidio Perfetti lidera a classificação do campeonato com vinte pontos de vantagem para os atuais campeões Mathias Lauda/Paul Dalla Lana/Pedro Lamy.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>