MENU

8 de dezembro de 2018 - 10:00DTM, IMSA Weather Tech SportsCar Championship, Intercontinental GT Challenge

BMW anuncia programas para 2019

Daytona_jeudi_088-696x464

A BMW segue na IMSA com suas M8 GTE e associada à equipe de Bobby Rahal. Como novidades, Tom Blomqvist surge como titular e nomes como os de Colton Herta e Chaz Mostert ganham espaço

RIO DE JANEIRO - Primeira fabricante a fazer seu evento tradicional de fim de ano, a BMW confirmou nesta sexta-feira seus programas de motorsport para 2019. Quanto a isto, o envolvimento do fabricante da Baviera com a Fórmula E já não é mais um segredo – uma vez que investiram pesado na parceria com a Andretti – e no WEC a marca segue firme com seu M8 GTE.

O que se oficializou ontem, no evento que também marcou a despedida do chefão Charly Lamm, que aposentou-se após bons serviços prestados à BMW, foram os programas de Grã-Turismo, DTM e IMSA.

Na série estadunidense, continua a associação da BMW com a equipe de Bobby Rahal, David Letterman e Mike Lanigan. O BMW Team RLL terá pelo menos uma novidade entre os titulares: com Alexander Sims fixo na Fórmula E, a equipe recebe Tom Blomqvist, que já fez um “estágio” com a M8 GTE nas provas do WEC.

As formações titulares serão Jesse Krohn/John Edwards num carro e Connor De Philippi/Tom Blomqvist no outro. Pelo menos em Daytona, outros quatro pilotos serão inscritos – Philipp Eng, Colton Herta, Chaz Mostert e… Alessandro Zanardi!

Pois é… há vários meses o italiano está confirmado nas 24h de Daytona pelo menos. Será um prazer enorme tê-lo de volta numa prova de grande importância no automobilismo mundial.

Esses nomes novos – Herta, Mostert e principalmente Blomqvist – nas provas da IMSA, suprem a lacuna com a saída de Sims, a ausência do veterano Bill Auberlen e também a de Augusto Farfus.

Mas o brasileiro não ficou a pé, não: há um programa todinho de WEC e Grã-Turismo para ele.

Farfus fará parte não só da equipe do Mundial de Endurance como também das provas do Intercontinental GT Challenge (IGTC), composto por provas em Bathurst, Laguna Seca, Spa-Francorchamps, Suzuka e Kyalami. Martin Tomczyk é o outro piloto oficial indicado e os alemães vão disputar o campeonato da SRO em sua totalidade, com duas M6 GT3. Uma delas – confirmadíssima – é da Walkenhorst Motorsport. A outra será ainda designada.

A escuderia campeã das 24h de Spa neste ano também fará parte, assim como a ROWE Racing e o Team Falken, do elenco de escuderias que tomarão parte das 24h de Nürburgring, que serão realizadas desta vez em junho de 2019. A ROWE já tem seus nomes designados, entre eles Nick Yelloly, Marco Wittmann e Nicky Catsburg.

É bem possível que Augusto, assim como Tomczyk e Timo Scheider, esteja na Walkenhorst também no Nordscheleife.

No DTM, dos seis pilotos fixos deste ano, apenas Farfus deixou a categoria. Os demais são os mesmos: Bruno Spengler, Joël Eriksson, Timo Glock, Marco Wittmann e Phillipp Eng. A marca já iniciou testes com vistas ao desenvolvimento do carro equipado com motor turbo 2 litros, como preconiza o novo regulamento técnico, alinhado com o Super GT japonês.

Outras novidades são a confirmação do dinamarquês Mikkel Jensen – que ainda será alocado em algum programa de motorsport da marca – como piloto oficial de fábrica a partir de 2019, bem como a holandesa Beitske Visser atuando no programa júnior e também como piloto de testes e reserva da escuderia alemã na Fórmula E.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>