MENU

2 de dezembro de 2018 - 23:13Automobilismo Internacional

FIA GT Nations Cup: Turquia, a primeira campeã

Turkey-FIA-GT-Nations-Cup-2018-Race-1

RIO DE JANEIRO - Na edição inaugural do FIA GT Nations Cup, a Turquia tornou-se a primeira campeã. Com a Mercedes-AMG GT3 guiada por Ayhancan Guven e Salih Yoluç, o país conquistou o título da competição realizada neste fim de semana no Bahrein. E não foi fácil: a Grã-Bretanha esteve muito perto de conquistar a taça, mas o carro de Chris Buncombe/Christopher Froggatt foi superado no final da disputa com duração de 60 minutos.

E que novamente teve o Safety Car dando o ar da graça logo no início: o carro da Bélgica, que começou tão bem o fim de semana com pole nos dois treinos classificatórios e a vitória na primeira corrida, guiado por Mike den Tandt, se envolveu num strike provocado pelos carros da Rússia e do México, mandando os europeus para a caixa de brita, sem chance de continuar. Essa batida tirou igualmente de esquadro Belarus e Austrália.

Noutro incidente, a Ferrari da Alemanha também enfrentou problemas após uma colisão com o Lamborghini da Argentina e os danos foram grandes o bastante para se retirar da prova. A Suécia igualmente ficou pelo caminho e o pelotão foi reduzido de 18 para 13 carros.

A partir da relargada, na 7ª volta, a corrida foi frenética e Froggatt pegou a liderança à frente de Salih Yoluç, seguido por Rinat Salikhov no carro da Rússia. Antes da parada de box para troca de pilotos, a vantagem dos súditos da Rainha Elizabeth era de 10 segundos – insuficientes, porém, para assegurar a vitória. E o ritmo de prova de Buncombe não foi o mesmo do colega.

Como efeito, Ayhancan Guven chegou rapidamente em cima do rival e a 10 minutos do fim, conseguiu a ultrapassagem. Passou e abriu, vencendo com 3″311 de vantagem. A Dinamarca levou o último lugar no pódio após o desastre da primeira prova classificatória, de forma até surpreendente, graças a Nicklas Nielsen e Johnny Laursen, desalojando a Rússia do bronze.

A China conquistou um inesperado 5º lugar final, seguida por Itália, Hong Kong, Malásia, Tailândia e Argentina – esta última, por conta dos incidentes com a Alemanha, penalizada em 35 segundos. Japão e México completaram o total de 12 nações que viram a quadriculada do evento inaugural do FIA GT Nations Cup, com a França abandonando após 19 voltas.

Em 2019, a segunda edição do evento será na Europa – mais precisamente em Vallelunga, na Itália.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>