MENU

5 de dezembro de 2018 - 09:06Clip da Semana

Oh, no! It’s Devo!

RIO DE JANEIRO - A gravadora Warner não acreditava que fosse ser sucesso. Tanto que essa turma que aparece aqui no clip da semana estava na chamada “bola sete”. Se não fizessem algo de relevância, seriam limados do cast. Mas não só a música do vídeo acima estourou como até hoje é gostada.

Fez do Devo, grupo surgido em 1973 no estado de Ohio (EUA) e formado na época deste clipe pelos irmãos Bob (guitarra e teclados) e Gerald Casale (baixo, vocais e sintetizadores), Mark (vocais e teclados) e Bob Mothersbaugh (guitarras e vocais) e pelo baterista Alan Myers, um grupo cultuado nos anos 1980 não só pelo visual diferente dos seus integrantes como também pelas músicas de sonoridade conhecida hoje como synthpop, ou New Wave, se quiserem definir melhor.

Embora o clip dê um sentido misógino e machista à letra, não é bem assim que a banda toca. O Devo queria protestar – e protestou – contra o então candidato republicano Ronald Reagan às eleições presidenciais dos EUA. Os membros do Devo apoiavam Jimmy Carter, do Partido Democrata. “Whip It!” soa então como um ‘vamos, mexa-se, cara!’… ‘Chicoteie-o!’. O protesto foi válido, mas como se sabe, Reagan foi presidente daquele país.

A gravação foi produzida por Robert Margouleff no Record Plant em Los Angeles, com mixagem e masterização de Ken Perry no Capitol Studios. Além dos instrumentos normais – baixo, bateria e guitarra – foi usado o bom e velho Minimoog, além do Prophet-5, como sintetizadores. Para os efeitos de chicote usados na mixagem final, Mothersbaugh usou um sintetizador Electrocomp 500 e microfones Neumann.

“Whip It!” foi a única música do Devo – lançada em compacto e depois no álbum Freedom of Choice, de 1980, a chegar no Billboard Hot 100 entre as quarenta mais – tanto que tem gente que acha que o grupo dos manos Casale e Mothersbaugh é ‘one hit wonder’.

Discordo. Os caras tinham ainda uma ótima cover de “Satisfaction” (sim, aquela dos Rolling Stones) e ainda fariam “Beautiful World”. Se você não gosta de Devo, aí é outro departamento.

Eu gosto.

3 comentários

  1. Leandro disse:

    Muito boa mesclagem de automobilismos com cultura Rodrigo!

  2. Tiago Nobre disse:

    Bá, o que eles fizeram com Satisfaction é só um atestado da qualidade e criatividade dessa galera.

  3. pedro araujo disse:

    Que legal, Mattar, você gosta de Devo!

    Devo vem de “devolution”. Os caras da banda (não sei se todos) tinham esse conceito de que a humanidade tem involuindo ao invés de evoluindo ao longo dos anos.

    Acertaram em cheio… E a banda influencia e influenciou muita gente importante. Até o Neil Young andou produzindo coisas com eles, acho que inicio dos ’80.

    Conheço só um ou dois discos, boa dica pra eu lembrar de conhecer mais coisas deles…

    Olha o Mothersbaugh hoje em dia:

    https://www.youtube.com/watch?v=AMkflBcYNKA

    (além de mexer com trilha musical e sonora de cinema, sei que ele participa de um programa infantil muito legal, o Yo Gabba Gabba)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>