MENU

9 de janeiro de 2019 - 17:08Rali Dakar

Dakar 2019: argentinos deitam e rolam nos Quads; Ferioli ganha 3ª especial

dwas1v5w0aauifi

A vitória do terceiro dia do Rali Dakar nos Quads foi de Jeremías González Ferioli, mas Nicolás Cavigliasso segue no comando da classificação geral

RIO DE JANEIRO - Os pilotos argentinos são os favoritos destacados ao título do Rali Dakar deste ano. Com a saída de Ignácio Casale e do russo Sergey Kariakin rumo à competição dos UTVs, está mais fácil o caminho para os “hermanos” repetirem os feitos dos irmãos Marcos e Alejandro Patronelli, que por um bom período foram protagonistas da competição em terras sul-americanas.

Não é surpresa o domínio dos representantes do país após três dias de provas, muito menos a trifeta na classificação geral. Nicolás Cavigliasso ganhou as duas primeiras etapas e continua líder no acumulado dos tempos. E hoje foi a vez de Jeremías González Ferioli dominar a etapa entre San Juan de Marcona e Arequipa, com total de 331 km. O piloto do quadriciclo Yamaha com o dorsal #241 fez o percurso em 5h16min03seg, pouco mais de um minuto e quarenta segundos melhor que Cavigliasso – líder geral com vantagem de quase meia hora para os seus adversários.

A vitória de hoje fez Ferioli chegar à vice-liderança no somatório dos três dias, superando o também argentino Gustavo Gallego, que hoje perdeu 10min50seg nas trilhas em relação ao rival. O chileno Giovanni Enrico confirma o domínio dos sul-americanos: quarto na etapa, ele é quarto também na geral, na frente do melhor europeu – o francês Alexandre Giroud.

Dos 26 competidores que largaram em Lima, o também francês Axel Dutrie foi o primeiro desistente em quadriciclos. Após uma primeira especial tenebrosa, em que precisou chegar rebocado ao acampamento, o piloto acabou por desistir. E deverá ter companhia: o chileno Italo Pedemonte, que inclusive foi o primeiro competidor a oficialmente largar para o Rali Dakar 2019, não teria largado para a especial.

O boliviano Walter Nosiglia – a confirmar – teria desistido para acompanhar o piloto Walter Nosiglia Jager, que mais cedo acidentou-se na etapa especial das motos e fraturou em duas partes seu antebraço direito.

Etapa #3 – San Juan de Marcona-Arequipa
Ligação: 467 km
Trecho cronometrado: 331 km
Total: 798 km

Resultado – quadriciclos:

1. #241 Jeremías González Ferioli (Yamaha) – 5h16min03seg
2. #240 Nicolás Cavigliasso (Yamaha) – a 1min44seg
3. #257 Gustavo Gallego (Yamaha) – a 10min50seg
4. #270 Giovanni Enrico (Yamaha) – a 14min46seg
5. #250 Alexandre Giroud (Yamaha) – a 31min06seg
6. #253 Tomas Kubiena (IBOS) – a 31min51seg
7. #273 Manuel Andújar (Yamaha) – a 40min09seg
8. #262 Emilio Choy (Yamaha) – a 43min09seg
9. #260 Julio Estanguet (Can-Am) – a 51min20seg
10. #245 Nelson Sanabria Galeano (Yamaha) – a 52min12seg

Classificação geral extra-oficial:

1. Nicolás Cavigliasso – 10h57min12seg
2. Jeremias González Ferioli – a 29min52seg
3. Gustavo Gallego – a 30min20seg
4. Giovanni Enrico – a 45min40seg
5. Alexandre Giroud – a 59min24seg
6. Tomas Kubiena – a 1h00min51seg
7. Nelson Sanabria Galeano – a 1h50min01seg
8. Sébastien Souday – a 2h04min20seg
9. Luís Barahona – a 2h12min17seg
10. Santiago Hansen – a 2h12min35seg

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>