MENU

14 de janeiro de 2019 - 23:07Rali Dakar

Dakar 2019: Peterhansel reduz vantagem de Al-Attiyah

2019113184555_12_II

RIO DE JANEIRO - Nasser Al-Attiyah está a caminho de ofertar à Toyota a primeira e histórica conquista da marca japonesa em todo o Rali Dakar desde que a prova existe, desde 1979. Mas como fala o grande Everaldo Marques, da ESPN, “enquanto tem bambu, tem flecha”. E é assim que pensa o “Monsieur Dakar” Stéphane Peterhansel. Se existe esperança, há vida.

O francês não tem estado muito contente ao longo do evento. Disse que o Dakar em solo peruano é “artificial demais”. Mas pode ser coisa de quem sabe que pra ganhar pela 14ª vez na história, só contando com falta de sorte do piloto do Catar ou uma quebra irremediável. E para piorar, Al-Attiyah está cada vez melhor nas dunas.

Hoje, Peterhansel chegou à 76ª vitória da carreira em especiais cronometradas e amplia ainda mais o recorde que já é seu faz alguns anos. O piloto da Mini completou os 323 km cronometrados em 4h00min01seg, 4min33seg mais rápido que Nani Roma, que é do X-Raid Team – mas não corre com um modelo semelhante ao do francês, não.

Com o triunfo, Peterhansel baixou de 38 minutos para 29 e uns quebradinhos a distância que separa Al-Attiyah do vice-líder, que é o próprio Peterhansel após a terça-feira. Tudo porque Sébastien Loeb, vencedor em duas especiais seguidas – sexta-feira e ontem – enfrentou uma falha elétrica em seu Peugeot que o fez se atrasar por muito tempo. O Pelé do WRC ficou a 28min27seg de Peterhansel e baixou para quarto na classificação geral.

Quem deu adeus às esperanças de pódio foi Kuba Przygonski, cujo Mini teve um grave problema de câmbio na sexta etapa. O polonês de 33 anos agora está a mais de 2h de Al-Attiyah e a aproximadamente 1h30min de Nani Roma. E hoje tivemos uma surpresa: a 8ª colocação na especial do piloto chinês Han Wei, com um Buggy SMG bancado pela marca Geely – foi o melhor resultado de um representante daquele país neste Dakar e talvez em qualquer outro, sobre quatro rodas.

Etapa #7 – San Juan de Marcona-San Juan de Marcona
Ligação: 64 km
Trecho cronometrado: 323 km
Total: 397 km

Resultado – carros:

1. #304 Stéphane Peterhansel/David Castera (Mini) – 4h00min01seg
2. #307 Nani Roma/Alex Haro Bravo (Mini) – a 4min33seg
3. #300 Carlos Sainz/Lucas Cruz (Mini) – a 9min28seg
4. #301 Nasser Al-Attiyah/Matthieu Baumel (Toyota) – a 11min58seg
5. #308 Cyril Despres/Jean-Paul Cottret (Mini) – a 12min50seg
6. #302 Giniel De Villiers/Dirk Von Zitzewitz (Toyota) – a 16min31seg
7. #303 Kuba Przygonski/Tom Colsoul (Mini) – a 20min50seg
8. #318 Han Wei/Miao Lin (Buggy) – a 25min16seg
9. #309 Bernhard Ten Brinke/Xavier Panseri (Toyota) – a 25min45seg
10. #305 Martin Prokop/Jan Tomanek (Ford) – a 26min29seg

Classificação geral extra-oficial:

1. Al-Attiyah/Baumel – 25h13min30seg
2. Peterhansel/Castera – a 29min16seg
3. Roma/Haro Bravo – a 37min59seg
4. Loeb/Elena – a 54min12seg
5. Despres/Cottret – a 1h20min01seg
6. Przygonski/Colsoul – a 2h12min02seg
7. Prokop/Tomanek – a 2h34min58seg
8. Al Rajhi/Gottschalk – a 3h39min33seg
9. Ten Brinke/Panseri – a 4h32min31seg
10. Sainz/Cruz – a 5h15min31seg

Comentários encerrados.