MENU

24 de abril de 2019 - 10:35Túnel do Tempo

Direto do túnel do tempo (443)

c1e4109a1966c522e67833e112a75ba1

RIO DE JANEIRO - Ao volante deste Porsche 908/3, está um dos aniversariantes deste dia 24 de abril: trata-se de Reinhold Joest, o homem que empresta seu sobrenome à equipe Mazda na IMSA e que chefiou times semi-oficiais Porsche nos anos 1980/1990 e também deu suporte para as múltiplas vitórias da Audi nas 24h de Le Mans nas décadas passadas. Ao todo, foram 12 triunfos em La Sarthe como dono de escuderia.

O alemão completa hoje 82 anos e, quem o viu nas últimas provas do WEC em Interlagos – eu tive o privilégio inclusive de tirar uma foto e conversar com o próprio Joest sobre a lendária edição dos 500 km de 1972, que por sinal ele ganhou – talvez nem imaginasse que Reinhold viveu tanto. Vaidoso, faz questão de pintar o cabelo ainda farto para um homem de sua idade.

Joest foi protagonista, junto a Luizinho Pereira Bueno num Porsche 908/2 e Herbert Müller, este com uma Ferrari 512 Intersérie, da mais espetacular edição dos 500 km de Interlagos que existiu no velho autódromo paulistano. Largaram 27 carros, entre protótipos nacionais e importados, com a presença de alguns Grã-Turismo.

Reinhold, com o carro da foto, alcançou a média de 205,655 km/h, terminando a disputa com 156 voltas completadas em 2h25min57seg627, uma volta à frente de Luizinho e com três de avanço sobre Müller. Marivaldo Fernandes, que correu numa Alfa Romeo T33/3 da equipe Jolly-Gancia, foi o quarto e Nílson Clemente, de Avallone-Ford do time de Luiz Antônio Greco, fechou em quinto.

Há 47 anos, direto do túnel do tempo.

14 comentários

  1. Rafael Friedrich disse:

    Amigão, não sei por que esta preguiça de comentar. Só mesmo aqui para eu saber de rally indy endurance e por ai vai. Obrigado, espero que o acesso sem comentários ajude em alguma coisa; Tudo de bom

  2. Fabio disse:

    Esses 500 km eram disputados no anel externo de Interlagos. Foi uma grande corrida, a de 1972: Joest com a mais moderna evolução do Porsche 908, Herbert Muller com a Ferrari 512M fazendo a volta mais rápida em 53′, Luizinho mostrando que guiava no nível dos maiores pilotos dos protótipos, Paulão com um GT40 monstro, e até Lella Lombardi fazendo bonito. Tempos legais, eram corridas muito diferentes das que existem hoje.

  3. Ivair disse:

    Rodrigo que boa lembrança. Bons carros e pilotos. Década de 70 e 80. Para quem gosta de “endurance “ foi espetacular. Tomara que o futuro da WEC seja alvissareiro.

  4. OZZMAIR disse:

    Ótima lembrança de um cara que respira automobilismo , e isso me faz lembrar de outro. Henri Pescarolo não está mais envolvido com automobilismo???

  5. Robertom disse:

    A 1ª corrida que eu assisti ao vivo no Autódromo de Interlagos, o pai de um amigo (Sr. Celso, já falecido nos levou). Fui infectado pelo Velocitococus imediatamente…Sensacional e inesquecível…

  6. FABIO ZOLLI disse:

    E aqui tem o vídeo:
    https://www.youtube.com/watch?v=nJ_BQ_NJcvI
    Estive nessa prova… forte abraço Rodrigo!!!

  7. Alex disse:

    Quem me dera estar lá…Porsche 908, Ferrari 512M… imagine, um evento de tal porte naquela época. Mesmo que a prova de F1 já tivesse acontecido, era tudo novidade.

  8. LUIZ ALBERTO LOMANDO disse:

    Nessa prova você não estava presente, né Rodrigo?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>